Porto Alegre: PUCRS apresenta projeto de adoção de trecho da Avenida Ipiranga Reitoria da PUC-RS apresenta o projeto de manutenção e implementação de melhorias na via, no trecho localizado entre as ruas Dr. Salvador França (3ª Perimetral) e Professor Cristiano Fischer. Foto: Joel Vargas/PMPA

Porto Alegre: PUCRS apresenta projeto de adoção de trecho da Avenida Ipiranga

O prefeito Nelson Marchezan Júnior recebeu, nesta sexta-feira, 29, no Salão Nobre do Paço Municipal, a proposta de adoção do canteiro central da Avenida Ipiranga pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). O projeto contempla a manutenção e implementação de melhorias no trecho entre as ruas Dr. Salvador França (3ª Perimetral) e Professor Cristiano Fischer.  “A adoção de espaços públicos é uma alternativa inteligente que busca na sociedade uma responsabilização de todos os seus agentes. Esta entrega de hoje, além de um presente da PUC para nossa cidade, é um exemplo de cidadania e amadurecimento das nossas instituições”, afirma Marchezan. A previsão inicial de adoção é de dois anos, com investimento de aproximadamente R$ 200 mil.
Além de serviços básicos, como roçada, capina, varrição e pintura de meio-fio, a proposta da PUCRS prevê 11 mil m² de extensão de grama e 1.407 m² de um novo paisagismo, pintura e intervenção artística. A Universidade pretende também qualificar a ciclovia, construindo recuos para espaços de descanso e instalando totens informativos e educativos que contribuam com a circulação no local e a segurança. “Nosso propósito é gerar impacto social, conscientização e qualidade de vida, reforçando nosso já tradicional papel de protagonistas em inovação e desenvolvimento, e valorizando a região onde estamos inseridos, que se torna cada vez mais relevante para a Capital”, afirma o Reitor da Universidade, Irmão Evilázio Teixeira. “A avenida Ipiranga é uma das vias mais movimentadas da nossa cidade, por onde circulam milhares de veículos e pedestres diariamente. A adoção desse espaço incentivará o cuidado com Porto Alegre, estimulando o sentimento de pertencimento das pessoas e das empresas com o patrimônio que é de todos nós”, disse o secretário de Serviços Urbanos, Ramiro Rosário.
Conforme o titular da pasta, o custo da Prefeitura para manutenção de toda a Ipiranga é de mais de R$ 500 mil por ano. Apenas neste trecho adotado pela PUCRS, calcula-se um gasto de R$ 83 mil anualmente. Com a adoção dos locais, tal como ocorre em diversos municípios, o objetivo é desonerar os cofres públicos – realocando os recursos para áreas prioritárias à população, como saúde – , mas também permitir que os cidadãos tenham acesso a locais que ofereçam maior conforto e acessibilidade.
Também participaram da solenidade o vice-prefeito, Gustavo Paim; cônsul-geral da Itália, Roberto Bortot; vereadores Moisés Barboza, André Carús e Mendes Ribeiro; secretário municipal de Comunicação, Orestes de Andrade Jr.; e o pró-reitor Administrativo e Financeiro da PUCRS, Alan Casartelli, entre outras autoridades.
 
Verdes Complementares – A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos é a pasta responsável por tratar da Adoção de Verdes Complementares. O decreto foi assinado pelo prefeito em março de 2018 e, em novembro, foram encaminhados para a Câmara de Vereadores projetos de lei que visam à concessão e adoção de espaços urbanos, como canteiros, praças e parques, por pessoas físicas e jurídicas.
Atualmente, há cerca de 400 espaços de verdes complementares disponíveis para adoção na Capital, 14 deles em processo de análise e quatro trechos já adotados: avenida Goethe, avenida Plínio Brasil Milano, avenida Edgar Pires de Castro e avenida Wenceslau Escobar.
A SMSUrb publicou ainda três editais de chamamento público para avenida Ipiranga, avenida Severo Dullius e Largo Edgar Koetz, em frente à rodoviária. As candidaturas podem ser feitas por uma ou mais empresas, que assumem a limpeza, capina, roçada e pintura de meio-fio do local. Além disso, podem projetar uma nova ambientação e anunciar graficamente a sua própria marca.
O Manual de Verdes Complementares e a Carta de Intenção de Adoção podem ser conferidos aqui 
Cidade Educação Marchezan Notícias Política Porto Alegre prefeitura