Porto Alegre: Sessão extraordinária da Câmara é marcada por confusão entre servidores e guarda municipal.  Grupo não pôde entrar no plenário e teria forçado a entrada para participar da sessão extraordinária; por Com informações do repórter Lucas Rivas e Jessica Hübler /Rádio Guaíba e Correio do Povo Servidores tentaram forçar entrada no plenário da Câmara dos Vereadores | Foto: Mauro Schaefer/Correio do Povo

Porto Alegre: Sessão extraordinária da Câmara é marcada por confusão entre servidores e guarda municipal. Grupo não pôde entrar no plenário e teria forçado a entrada para participar da sessão extraordinária; por Com informações do repórter Lucas Rivas e Jessica Hübler /Rádio Guaíba e Correio do Povo

Houve confusão, empurra-empurra e uso de spray de pimenta antes da sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Porto Alegre na tarde desta quarta-feira. No dia de votação de projetos que tramitam em regime de urgência, um grupo de municipários chegou cedo para participar da sessão, mas logo quando as galerias ficaram lotadas, os que ficaram do lado de fora começaram a forçar a entrada no interior do plenário.

Os servidores gritaram “a casa é do povo” e balançaram os crachás para mostrar aos guardas municipais, que fazem a segurança no local. A entrada foi liberada para os municipários que apresentaram os devidos crachás.  Acompanhe outras informações sobre Câmara de Vereadores de Porto Alegre realiza sessão extraordinária no site do Correio do Povo.

Destaque