Presidenciáveis terminam dia de campanha de mãos dadas cantando Raul Seixas; por Dimitrius Dantas/O Globo Candidatos e candidatas dão as mãos ao som de Raúl Seixas - Foto: Marcos Alves / Agência O Globo

Presidenciáveis terminam dia de campanha de mãos dadas cantando Raul Seixas; por Dimitrius Dantas/O Globo

 

O primeiro dia de campanha dos candidatos a presidente terminou de forma inusitada: sete deles de mãos dadas, balançando pra lá e pra cá, tentando adivinhar de supetão versos da música Prelúdio, de Raul Seixas: “sonho que se sonha só é só um sonho que se sonha só, sonho que se sonha junto é realidade”. A cena se deu ao término da sabatina realizada pelo grupo Mulheres do Brasil, liderado pela empresária Luiza Helena Trajano. Com boa parte do eleitorado indeciso e a maior parte desse grupo composto pelo voto feminino, os presidenciáveis aproveitaram para inaugurar suas campanhas com um aceno às mulheres, prometendo atenção especial a elas e, entre outras coisas, equilíbrio de gênero na formação de seus ministérios.
Marina Silva, Ciro Gomes, Geraldo Alckmin, Álvaro Dias, Henrique Meirelles, João Amoedo e Vera Lúcia marcaram presença. Segundo a organização do evento, a sabatina focada no público feminino convidou outros candidatos, inclusive Jair Bolsonaro, que disse que não poderia comparecer porque iria se preparar para o debate presidenciável desta sexta-feira, na RedeTV!.

A sabatina foi dividida em três partes: na primeira, os candidatos responderam como iriam lidar com a desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho. Na segunda parte, cada um respondeu sobre um tema diferente, como educação e emprego. Por fim, os sete presentes fizeram suas considerações finais.

Todos fizeram aceno ao público feminino, elogiando as mulheres e moldando seus discursos. Alckmin e Ciro Gomes fizeram questão de lembrar que suas companheiras de chapa são mulheres: Ana Amélia Lemos, vice de Alckmin, e Kátia Abreu, vice de Ciro.

Destaque Eleições 2018 Vídeo