Pressão para tirar Meirelles leva Temer a lançar minipacote. Aliados cobram resultados contra recessão, mas presidente reitera confiança no ministro da Fazenda Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Pressão para tirar Meirelles leva Temer a lançar minipacote. Aliados cobram resultados contra recessão, mas presidente reitera confiança no ministro da Fazenda

Em meio à pressão de aliados para fazer ajustes na economia e trocar seu ministro da Fazenda, o presidente Michel Temer disse a JORGE BASTOS MORENO que se recusa a tirar Henrique Meirelles, mas que prepara medidas emergenciais contra a recessão, sem dar detalhes. Temer reconheceu ser preciso “impulsionar a economia com dez medidas”, que serão tomadas por Meirelles, a quem manifestou confiança. Os que mais defendem a saída do ministro são os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Renan Calheiros, além de outros líderes do PMDB e os tucanos Aécio Neves e Tasso Jereissati. Mas a impaciência com a escassez de sinais de recuperação da economia preocupa também agentes econômicos que apoiaram o impeachment e agora cobram resultados.  A reportagem completa está em O Globo.

Destaque Economia