Professora da Ufrgs quer mais diversidade e divulgação na ciência Doutora em Física é reconhecida por estudar anomalias da água GUSTAVO DIEHL/UFRGS/DIVULGAÇÃO/JC

Professora da Ufrgs quer mais diversidade e divulgação na ciência

A física brasileira Márcia Barbosa faz parte do grupo de 36 novos pesquisadores eleitos para compor, a partir deste mês, a Academia Mundial de Ciências (TWAS, na sigla em inglês), instituição ligada à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) com sede em Trieste, ao Nordeste da Itália. Professora titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), a cientista é reconhecida entre os seus pares por estudar anomalias da água, e por um número mais amplo de pessoas por fazer divulgação científica e atuar pela participação das mulheres na pesquisa.

Leia mais no Jornal do Comércio

Comunicação Notícias