Promotoria investiga site ‘Tudo sobre todos’, que vende dados pessoais Sites de pesquisa foram oficiados para remover página dos resultados de busca

Promotoria investiga site ‘Tudo sobre todos’, que vende dados pessoais

O Ministério Público do Distrito Federal abriu inquérito para investigar o site “Tudo sobre todos”, que permite a consulta e venda de dados pessoais, desde o nome, endereço, CPF, perfis em redes sociais, até nomes de vizinhos. A apuração é da Comissão de Proteção de Dados Pessoais da Promotoria. A portaria que instaura o inquérito foi assinada em 22 de junho. A informação foi divulgada pelo Ministério Público nesta terça-feira (10) A Comissão aponta ilegalidade do serviço. Foram oficiados os principais buscadores (Google, Yahoo, Baidu e Bing) para que removam o “Tudo sobre todos” de seus resultados de busca, com base nas próprias políticas das plataformas. “Para conter a prática ilegal de venda de dados de brasileiros pelos sites, adotamos técnicas de contraterrorismo, ou seja, disrupção das informações (buscadores) e combate às formas de financiamento (Mercado Livre). Outra tática adotada foi usar os próprios termos de uso e políticas de privacidade dos principais provedores de aplicação de internet para combater os sites ilegais”, afirma o coordenador da Comissão, promotor de Justiça Frederico Meinberg.

Leia mais em Jornal do Comércio

Comunicação Destaque Notícias