RS: Ações para escolas técnicas agrícolas devem ser consolidadas como política de Estado

RS: Ações para escolas técnicas agrícolas devem ser consolidadas como política de Estado

A convergência de ações de diferentes secretarias de Estado e instituições setoriais embasará uma política estadual para as escolas técnicas agrícolas gaúchas. Nesta terça-feira (12), ocorreu o segundo encontro de um grupo de trabalho criado a partir de uma constatação do governador José Ivo Sartori de que os projetos de incentivo às unidades de ensino rurais, postas em prática pela Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), deveriam ser acompanhados por uma equipe designada especificamente para esse fim.

“As escolas técnicas agrícolas/agropecuárias são uma importante ferramenta para o alcance dos objetivos deste programa, pois são a base pedagógica de jovens que poderão dar continuidade à atividade rural”, explicou o secretário da SDR, Tarcisio Minetto. “Cada secretaria e entidade já têm ações nesse sentido, só que isoladas, e a ideia é unir todas em um Programa de Incentivo à Permanência de Jovens e Adultos no Meio Rural, que se tornará uma política pública de Estado”, completou.

Entre as ideias levantadas pelos participantes, a busca por apoio de empresas privadas para investimento em tecnologia nas escolas, a aproximação da assistência técnica de extensão rural social da Emater – conveniada da SDR – e das escolas para desenvolvimento da parte produtiva e atividades extracurriculares. Outros temas em análise são a capacitação de professores, transversalização de ações e expertise entre as secretarias, como por exemplo a parceria entre SDR e Secretaria da Educação para inserir o tema políticas públicas nas escolas.

Ficou acordado que os membros do grupo terão até o dia 22 para contemplar todas as sugestões na minuta de decreto para ser encaminhado à Casa Civil. Se aprovado o decreto, os envolvidos definirão um plano de ações para a implementação das propostas.

Comunicação Destaque Notícias