“Agradeço a confiança para liderar os interesses da região”, afirma Leite ao assumir presidência do Codesul Eduardo Leite recebeu o cargo de Reinaldo Azambuja, governador de MS - Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

“Agradeço a confiança para liderar os interesses da região”, afirma Leite ao assumir presidência do Codesul

Eduardo Leite assumiu, nesta terça-feira (11/6), em Brasília, mais um importante desafio. Por um ano, o governador gaúcho ficará à frente do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul). A presidência do organismo é revezada pelos governadores dos quatro Estados integrantes: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul.

Ao receber o cargo do governador de MS, Reinaldo Azambuja, Leite disse que é uma honra, já no seu primeiro ano de mandato, assumir a missão de defender os interesses do RS e dos demais Estados próximos junto a outras esferas.

No mesmo encontro, os demais chefes de Executivo, Ratinho Júnior (PR), Carlos Moisés (SC) e Azambuja, assumiram como vice-presidentes. Vicente Bogo segue representando o RS como secretário-executivo do Codesul.

“Quero agradecer a confiança, porque, apesar de ser um rodízio, e não exatamente uma eleição, é importante ter a confiança dos meus colegas para liderar os interesses da nossa região. Contem comigo na liderança desse processo”, afirmou Leite.

Como presidente do Codesul, o governador gaúcho terá a função de articular negociações entre os Estados, considerando os temas que, por consenso, interessam a todos em áreas como saúde, ambiente, agricultura, turismo e vigilância sanitária, bem como questões vinculadas à Lei Kandir e reformas propostas pela União.

“A minha responsabilidade será ajudar na articulação das políticas de interesse dos quatro Estados. Uma delas, como a que surgiu hoje, é viabilizar o acesso do Codesul aos fundos constitucionais”, acrescentou.

Cabe, ainda, ao conselho, discutir políticas públicas para a fronteira e as negociações de integração com as províncias vizinhas aos Estados-membro – da Argentina, do Paraguai e da Bolívia.

A próxima reunião do Codesul está marcada para agosto, durante a Expointer 2019, em Esteio.

Comunicação Destaque Notícias