RS: Leite reforça compromisso com segurança em diálogo com servidores Leite esteve reunido com servidores da Associação dos Sargentos, Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar nesta segunda-feira - Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini

RS: Leite reforça compromisso com segurança em diálogo com servidores

Dando continuidade na agenda de diálogos com os representantes das principais categorias do funcionalismo público, o governador Eduardo Leite visitou, na tarde desta segunda-feira (11), as sedes da Associação dos Agentes, Monitores e Auxiliares Penitenciárias do Estado Rio Grande do Sul (Amapergs) e da Associação dos Sargentos, Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar (ASSTBM). O propósito das visitas foi dar abertura a uma relação institucional entre o Executivo e as categorias.

O governador ouviu as demandas de cada categoria, mostrando-se solidário às reivindicações dos servidores públicos. Aos agentes penitenciários, declarou que a segurança pública é uma das prioridades da gestão – algo que já se mostrou evidente com a criação da Secretaria da Administração Penitenciária, gerida pelo vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior. “A segurança pública e o sistema penitenciário nunca tiveram a evidência que têm hoje. Temos de trabalhar na prevenção de crimes, na repressão qualificada, na punição adequada e na reabilitação do detento”, reforçou Leite.

O governador ainda deixou claro que, considerando a necessidade de aumento de vagas na área prisional, a ampliação de recursos humanos será uma consequência. “Para que novos agentes sejam chamados, é preciso, também, que o Estado avance nas medidas de recuperação fiscal e de equilíbrio econômico”, ponderou.

Leite classificou como bastante satisfatória a reunião com representantes dos sargentos, subtenentes e tenentes da BM. “A função de ser do Estado é garantir a segurança pública à população. E, se aqueles que garantem a segurança não estão seguros, a população também não está segura”, concluiu.

Ambas as categorias entregaram ao governador um documento que elenca as principais demandas. As reivindicações passam por questões salariais, contratação de recursos humanos, promoções na carreira e melhores condições de trabalho.

O governador foi recepcionado pelo presidente da Amapergs, Cláudio Fernandes, e pelo mandatário estadual da ASSTBM, Aparício Costa Santellano. O vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior, e o chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, acompanharam as reuniões. No encontro com a Amapergs, o superintendente dos Serviços Penitenciários, Mario Santa Maria Júnior, também esteve presente.

Comunicação Destaque Notícias