RS: Nova onda de churrascarias tende a crescer mais no País Ícone do segmento, Arri Coser foca, agora, na retirada dos 'excessos'

RS: Nova onda de churrascarias tende a crescer mais no País

Empenhado na transformação das churrascarias desde que entrou na gestão da então Na Brasa (hoje, NB Steak), em 2013, o empresário Arri Coser vê o novo modelo, ao qual chama de “terceira onda” dos restaurantes gaúchos, ganhando espaço no País. Para Coser, responsável pela internacionalização da rede Fogo de Chão (vendida por ele e seu irmão em 2011), a transformação passa pela retirada dos excessos dos restaurantes e pela adoção de práticas sustentáveis, em linha com as mudanças da sociedade. A primeira onda, na visão do empresário, foi o início do chamado espeto corrido, com restaurantes na beira de estrada. A segunda, já com a participação de Coser, passou pela chegada das churrascarias aos maiores centros, seguida de um refinamento no modelo e a internacionalização dos restaurantes que se tornaram símbolos do Estado. “A terceira onda, agora, é a de tirar os excessos. Tudo o que incomodava, tiramos”, conta Coser, presidente do conselho do MDR Group, que, além da NB, também controla a rede de pizzarias Maremonti, e foi o convidado da edição desta quarta-feira do Tá na Mesa, da Federasul.

Leia mais em Jornal do Comércio

Comunicação Destaque Notícias