RS: Os Serranos comemoram 50 anos de história nesta quarta e quinta-feira no palco do Theatro São Pedro

RS: Os Serranos comemoram 50 anos de história nesta quarta e quinta-feira no palco do Theatro São Pedro

 

Conheci pessoalmente Edson, Toco e outros Serranos da época… na década de 1980. Já havia me divertido ao som deles em fandangos, quando meu parceiro de Rádio Sobral, Alfeu de Oliveira pediu que eu entrevistasse o Edson para um programa especial do Entardecer na Querência, na Rádio SOBRAL, de Butiá. Lá fui eu, fã do maior grupo musical do Rio Grande do Sul conversar com eles durante um ensaio na Lomba do Pinheiro. Fiz uma entrevista que me deixou muito contente e uma edição mesclando grandes sucessos deles, que lembro recebeu elogios do Alfeu e ouvintes – infelizmente não tenho ela arquivada -. Pela atenção que me deram, cheguei fã e sai mais fã. Desde então entrevistei e bailei com eles várias outras vezes. Por isso, estou muito contente que os irmãos Dutra e seus parceiros subam ao palco sagrado do Theatro São Pedro para celebrar 50 anos de uma carreira vitoriosa. Onde em cinco décadas receberam inúmeras condecorações e premiações de órgãos públicos, entidades privadas, mas principalmente o respeito e admiração de milhares de pessoas que seguem lotando CTGs, Ginásios, Clubes… no Brasil e Exterior para ouvi-los interpretar clássicos da música como: Criado Em Galpão, Mercedita, Tertúlia, De Chão Batido…

9fd8da4f70bbf24b6b1f9027e25d6d72
Os Serranos em seu primeiro baile na Capital.

A plateia do Theatro São Pedro, vai ter uma oportunidade única nestas quarta e quinta-feira, cinquenta nos depois Edson Dutra e Frutuoso Luis de Araújo estarão juntos de novo.  Em Bom Jesus, no ano de 1968 a dupla de gaiteiros criou o que hoje é o grupo que leva a cultura gaúcha do Rio Grande do Sul para o mundo. Em 1969, apadrinhados por Honeyde Bertussi a dupla gravou o seu primeiro álbum, um compacto duplo pela gravadora Copacabana. Foi Bertussi quem escreveu uma carta de recomendação à gravadora Copacabana de São Paulo e dali Os Serranos conseguiram uma façanha para a época, gravar seu primeiro disco. Neste álbum constam o chote Minha Querência e a valsa Suspiro de uma Saudade, além de outras duas músicas, todas compostas pelos então meninos.

Em 1972, já como Conjunto Os Serranos, voltaram a São Paulo e, pela gravadora Califórnia, gravaram o primeiro LP – Nostalgia Gaúcha, com os sucessos Terol do Tio Domingos e Chimarreando. Nos anos seguintes gravaram nove LPs pela Chantecler, seguida pela RGE, Som Livre, ACIT e Galpão Crioulo Discos.

Sua discografia é composta por 29 discos inéditos, sendo um dos conjuntos que mais vende discos no seu gênero no país. Entre suas conquistas estão três discos de ouro: “Isto é… Os Serranos”, “Bandeira dos Fortes” e “Os Serranos Interpretam Sucessos Gaúchos”. Em 2009 foram indicados ao Grammy Latino, na categoria de melhor álbum de música de Raízes Brasileiras – com o CD – Os Serranos – 40 anos – Sempre Gaúchos! Em 2013 foram indicados novamente ao Grammy Latino na categoria de melhor álbum de música de raízes Brasileiras – pelo CD – Os Serranos Interpretam Sucessos Gaúchos Vol. 3.

Além do encontro entre Edson e Frutuoso, os shows terão as participações mais do que especiais de Francisco de Assis Dutra Becker, o Chicão, e José Gentil de Jesus. Por tudo isso, a minha certeza que o Theatro São Pedro, que recebe pela primeira vez Os Serranos viverá duas noites de muita história e alegria e sua plateia e galerias vão se transformar em uma grande Festa Gaúcha, como em todos os lugares por onde passam Os Serranos.

 

VIDA LONGA AO CONJUNTO OS SERRANOS.

 

Duas noites com Os Serranos

O quê: dois shows de Os Serranos
Quando: nesta quarta (21), às 21h e nesta quinta (22), às 21h
Onde: Theatro São Pedro, Praça Marechal Deodoro, s/nº
Quanto: ingressos a R$ 35 (galerias), R$ 60 (camarote lateral) e R$ 100 (camarote lateral, camarote central e plateia), à venda nas bilheterias do Theatro, ou no site theatrosaopedro.com.br.

Agenda Cidade Cultura Destaque Notícias