Sem dinheiro, governo usará FGTS para bancar todo o subsídio do Minha Casa Projeto permite retirada de todo o saldo para quem ganhava até um salário mínimo na conta em 24 de julho. Marcelo Camargo/Agência Brasil

Sem dinheiro, governo usará FGTS para bancar todo o subsídio do Minha Casa

Com Orçamento estrangulado e sem recursos para bancar sua parte nos subsídios do Minha Casa Minha Vida, o governo recorreu ao FGTS para que o fundo, formado com os recursos da poupança forçada dos trabalhadores, banque a totalidade das subvenções das faixas 1,5 e 2 (destinadas às famílias com renda de até R$ 4 mil). A medida tem potencial de destravar R$ 26,2 bilhões em investimentos do programa.

Leia mais em O Estado de S.Paulo

Comunicação Notícias