Atividade será ministrada pelo coach Michael Lopes D’Ávila e arrecadará alimentos para doação à entidade local.

Sindicalistas e servidores ocupam a Praça da Matriz em dia de votação na Assembleia, Vitória Famer/Rádio Guaíba

Assembleia foi isolada pela Brigada Militar. Foto: Vitória Famer
Assembleia foi isolada pela Brigada Militar. Foto: Vitória Famer

Servidores públicos estaduais e sindicalistas ocupam a Praça da Matriz, no Centro de Porto Alegre, desde a madrugada desta segunda-feira (28). Os trabalhadores querem pressionar os deputados estaduais a não votar, nesta tarde, os projetos da sexta fase do ajuste fiscal. O prédio do Legislativo está isolado com gradis pela Brigada Militar.

Dos 30 projetos que integram a pauta da Assembleia Legislativa, 26 são do Executivo, parte deles ligado à sexta fase do ajuste fiscal, com medidas de corte de benefícios de servidores e controle de gastos futuros, como a Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual. A proposta proíbe que os gastos superem as receitas, o que deve congelar salários de servidores em períodos de crise financeira. Também será apreciado projeto que autoriza a venda da folha de pagamento do Estado ao Banrisul.

A ordem de análise dos projetos será definida na reunião de líderes, que começa às 14h. A sessão plenária extraordinária está prevista para as 15h.

Cidade Direito Notícias Poder Política Porto Alegre