OAB/RS cria um novo espaço para a qualificação da advocacia. Cubo será inaugurado nesta quinta-feira

OAB/RS cria um novo espaço para a qualificação da advocacia. Cubo será inaugurado nesta quinta-feira

Destaque Direito Trabalho

30_27276_5aece8f74e744A experiência profissional e o aprendizado devem andar lado a lado e de forma constante. Afinal, “sem a qualificação educacional, os profissionais que dedicam suas vidas à advocacia, além de perderem espaço no mercado, não poderão representar a cidadania de forma efetiva”, aferiu o presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, ao anunciar a nova unidade para a qualificação da advocacia: a OAB/RS – Cubo, será lançado no dia 10/05, às 17h, para todos os advogados do Rio Grande do Sul. O espaço é localizado em frente ao Foro Cível na Rua Manoelito de Ornelas, 55, esquina com a Avenida Ipiranga.

Há 33 anos, a OAB/RS mantém, em seu braço educacional, um dos principais pilares da Ordem gaúcha: a Escola Superior da Advocacia (ESA). Essa história alcança, agora, o ponto alto de todo o investimento feito nessas três décadas. Uma nova sede para a qualificação da advocacia: OAB/RS C Cubo.

Pioneira no país, a ESA capacita milhares de advogados todos os anos, presencialmente e em cursos transmitidos pela internet. “Por anos, esteve localizada no 6º, 7º e 8º andares da sede da seccional gaúcha, a ESA tinha como principal problema o relato de seus dirigentes, funcionários e alunos, sobre a estrutura. O espaço era pouco para atender os advogados e advogadas com a qualidade merecida”, explica o presidente da OAB/RS, Ricardo Breier. “Desde o início de nossa gestão, entramos em negociações para buscar uma resolução e aprimorar os serviços da ESA”, pontua.

“A informação é basilar para que possamos sonhar com um futuro melhor. O ensino aproxima o advogado de seu dever primordial, que é a defesa da cidadania. Vamos, portanto, cada vez mais, investir no preparo, no ensino e na cultura, pois visamos a uma advocacia fortalecida e ética”, pontua Breier. “A ESA é fundamental no fortalecimento da aproximação dos mais de cem mil advogados, principalmente com as 106 subseções do interior, que poderão se capacitar via EAD”, assevera.

“Foram dois anos de intensas negociações para que, agora, possamos contar com uma estrutura de mais de 2 mil m²”, relembra o dirigente da seccional. “Essa é uma conquista histórica. O mérito é de toda a direção, com protagonismo direto de nosso tesoureiro, Andre Luis Sonntag, que se engajou nas negociações para que pudéssemos usufruir, hoje, desse espaço”

O diretor tesoureiro da OAB/RS, Andre Luis Sonntag, explica que serão mais de 2 mil m², “onde teremos um excelente auditório, sete salas de aula, todas com tecnologia de ponta. Além disso, teremos espaço para a biblioteca, o SAAI, a Ouvidoria e o espaço da OAB Serviços”, elenca Sonntag.

“Essa é uma ação de gestão do presidente Breier, que nos incumbiu de aperfeiçoar, cada vez mais, a administração, e para que pudéssemos trazer qualidade para o nosso principal cliente, que é o advogado. Qualidade no serviço que prestamos, qualidade naquilo que a gente prima mais, que é o conhecimento da advocacia através da ESA”, finaliza.

Incubadora de conhecimento

O conceito de incubadora se perpetuou nos anos 70, na região do Vale do Silício, nos Estados Unidos. As incubadoras apareceram como meio de incentivar universitários recém-graduados a disseminar suas inovações tecnológicas e a criar espírito empreendedor.

A partir disso, a OAB/RS Cubo surge como uma incubadora de conhecimento. O Cubo fornecerá um ambiente propício ao desenvolvimento dos advogados e advogadas, prestando a assessoria necessária e qualificando os profissionais que atuam em prol da cidadania.

A diretora da Escola Superior da Advocacia, Rosângela Herzer dos Santos, assevera a grande satisfação que é a concretização desse sonho: “É um salto muito grande, pois temos um corpo docente qualificado, materiais de primeira, uma biblioteca vasta, mas o nosso espaço deixava a desejar. Agora, teremos um aumento do número das salas de aula e um auditório com espaço para 300 pessoas”, afirma.

“Com o crescimento da Escola, a ESA poderá estreitar a relação dos advogados e das advogadas com a Ordem, pois muitas vezes os membros da advocacia não sabem do funcionamento da OAB. A Escola pode fazer essa aproximação.”

O espaço localizado em frente ao Foro Cível contará com:

30_27276_5aece8ed21d79Cursos Regulares de Línguas;
Sete salas de aula;
Auditório com 300 lugares;
Grupos de Estudos em parceria com as Comissões da OAB/RS;
Cursos de Capacitação em diversas áreas do Direito – encontros quinzenais;
Cursos e Seminários de aperfeiçoamento;
Cine ESA (Filmes exibidos quinzenalmente na sede da ESA, gratuitamente);
30_27276_5aece8e9c4e19Cursos Telepresenciais (Parceria entre OAB/RS, ESA e AASP – exibidos na sede de Porto Alegre e em diversas Subseções);
ESA virtual (mais de 80 vídeos de cursos gravados e disponibilizados no site www.oabrs.org.br);
Palestras presenciais nas subseções da OAB/RS;
Biblioteca Dr. Júlio Teixeira (Localizada no 6° andar na sede da OAB/RS, conta com um acervo de mais de 10 mil obras para consultas e empréstimos aos advogados);
Cursos via Internet.
Ouvidoria, SAAI e OAB Serviços

30_27276_5aece8e30e1a7O espaço amplo do OAB/RS Cubo abrigará também a Ouvidoria, espaço imprescindível para o recebimento de pessoas que solicitam orientações de como proceder. Criada pela Resolução nº 04/2003, o propósito da Ouvidoria é o de atender e ouvir os advogados e a sociedade, orientando, recebendo demandas, encaminhando proposições que versem sobre relações entre a entidade, sociedade e seus filiados.

O ouvidor-geral da OAB/RS, Daniel Barreto, ressalta que a perspectiva é a de de prestar um melhor atendimento ao público: “Poderemos oferecer um trabalho mais ativo e mais próximo dos advogados e da sociedade, visto que estamos em frente ao Foro Cível”, disse. “O trabalho da ouvidoria neste novo espaço será o de valorizar ainda mais a atividade dos advogados e trabalhar como uma mediadora de conflitos e um instrumento conciliador, intervindo e propondo ações em busca de soluções para a classe dos advogados”, pontua o ouvidor-geral.

30_27276_5aece8f74e744Também estará disponível no espaço Cubo, o SAAI – Serviço de Atendimento ao Advogado do Interior – se destina a prestar serviços de cópias de processos, distribuição de peças, atendimento de cartas precatórias e demais rotinas que possam auxiliar os advogados do Interior, e, desde outubro de 2010, também os advogados que se encontram fora do Estado.

O serviço evita que o advogado tenha que se deslocar até Porto Alegre para realizar, em todas as repartições públicas da Capital, procedimentos que não necessitam de sua presença física.

Ordem gaúcha repudia declarações de ministro desrespeitando a OAB

Ordem gaúcha repudia declarações de ministro desrespeitando a OAB

Direito Notícias Poder Política

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional do Rio Grande do Sul, por meio de sua Diretoria, do Conselho Pleno e do Colégio de Presidentes das 106 Subseções do RS, vem a público repudiar as declarações do então ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, sobre a Ordem dos Advogados do Brasil, e manifestar sua solidariedade com a atuação do presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia. Em conversa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, flagrada em escuta telefônica da Operação Lava Jato, Wagner usa termos de baixo calão para se referir à entidade representativa dos advogados brasileiros. “Os termos usados nesse áudio não se coadunam com a linguagem que altas autoridades da República deveriam ter ao se referir a uma instituição que, há 85 anos, presta importantes serviços à nação e à sociedade brasileira e, hoje, representa quase um milhão de advogados. É inaceitável essa terminologia”, afirmou Lamachia.

Wagner, agora, será chefe de gabinete da presidente da República. Lula ocupara o cargo de ministro-chefe da Casa Civil.

O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, afirmou que a advocacia não aceitará ataques a OAB, sobretudo, não será omissa diante de declarações desrespeitosas e ofensivas. “Reitero aqui as palavras de George Orwell: ‘Pior que a prisão da liberdade é a prisão de ideias’. Ninguém neste País será capaz de aprisionar as ideias da OAB”, concluiu Breier.

Fim do sigilo

Segundo Lamachia, o fim do sigilo do material da 24ª fase da Operação Lava Jato contribui para que a sociedade forme uma opinião mais consistente sobre a atual crise política e moral que abate o país. “A OAB tem cobrado o fim do sigilo desses processos. O direito constitucional à informação precisa ser garantido nesse momento turbulento da história do país. As pessoas precisam ter condições de saber como decidir o que fazer, como opinar”, afirmou Lamachia.

Sessão Extraordinária

Diante da gravidade dos fatos tornados públicos nesta quarta-feira (16), Lamachia anunciou a convocação de uma sessão extraordinária do Conselho Pleno e do Colégio de Presidentes de Seccionais para esta sexta-feira (18).

Plantão

Com o objetivo de resguardar a livre manifestação, os direitos humanos e as prerrogativas dos advogados, a Comissão de Prerrogativas e a dos Direitos Humanos está de plantão com observadores nos protestos populares e acompanhará eventuais encaminhamentos de pessoas detidas.