Azul pede aval da Anac para operar voos entre Porto Alegre e Punta del Este no verão

Azul pede aval da Anac para operar voos entre Porto Alegre e Punta del Este no verão

Cidade Direito do Consumidor Economia Mundo Negócios Notícias

Depois de iniciar as operações diretas entre Porto Alegre e Montevidéu nesta sexta-feira, a Azul Linhas Aéreas confirmou que pediu o aval da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para também fazer, no verão, o trajeto entre a capital gaúcha e o balneário uruguaio de Punta del Este. A empresa espera operar voos regulares às quintas e domingos, de 15 de dezembro a 29 de janeiro, prevendo ligações extras no Réveillon e Carnaval.

Uma cerimônia marcou, nessa manhã, a primeira decolagens de Porto Alegre rumo a Montevidéu. Os voos seguirão sendo oferecidos às segundas, quartas, sextas e domingos, em aeronaves com 70 lugares. É possível viajar para a capital uruguaia pagando valores a partir de R$ 571 (ida e volta), em até dez parcelas. A viagem dura cerca de duas horas. (Agência Brasil)

Azul decola primeiro voo sem escalas para Lisboa e marca chegada à Europa.  Companhia estreia hoje cinco ligações semanais na rota que parte de São Paulo (Campinas) com destino à capital portuguesa

Azul decola primeiro voo sem escalas para Lisboa e marca chegada à Europa. Companhia estreia hoje cinco ligações semanais na rota que parte de São Paulo (Campinas) com destino à capital portuguesa

Negócios Notícias Turismo

Em mais um marco de sua história, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras decola hoje seu primeiro voo com destino a Lisboa, capital de Portugal. A chegada à Europa se dá a partir de São Paulo (Campinas), inicialmente em três voos semanais, que serão ampliados para cinco a partir de 7 de julho. Os Clientes chegarão a Lisboa a bordo dos jatos Airbus A330 completamente novos (confira abaixo mais detalhes sobre a aeronave).

Para celebrar a estreia do voo, a Azul distribuiu pastel de nata – um dos doces mais famosos da gastronomia de Portugal – aos convidados no evento realizado no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, em parceria com a doçaria portuguesa Casa Mathilde. Já a bordo da aeronave, a companhia servirá, na Azul Xtra Business Class, o uísque single malte Glenfiddich. Além disso, duas garrafas do produto serão sorteadas, uma na classe executiva e outra na econômica. A distribuição a bordo e o sorteio são apenas para maiores de 18 anos.

“A inauguração do voo para Lisboa é um marco muito importante dentro do nosso planejamento estratégico para operações internacionais. Abrimos as portas da Europa aos brasileiros por meio de Portugal, onde temos a TAP como parceira para levar nossos Clientes ainda mais longe. O último voo regular para Lisboa operado de uma companhia aérea brasileira foi há dez anos, o que torna este momento de retomada ainda mais especial”, destaca Antonoaldo Neves, presidente da Azul.

O grande diferencial da operação é a ampla conectividade da malha aérea, que levará os Clientes a dezenas de países, sobretudo na Europa, além de diversas cidades de todas as regiões do Brasil. Na capital portuguesa, os Clientes da Azul contarão com ligações da TAP Portugal e TAP Express para mais de 80 destinos em 35 países, por meio do codeshare firmado recentemente.

Já a Azul oferece em São Paulo (Campinas) – seu maior centro de distribuição de voos – mais de 150 decolagens diárias para mais de 50 destinos domésticos, além de Fort Lauderdale/Miami e Orlando (Estados Unidos), Caiena (Guiana Francesa), e, a partir de 1º de julho, Montevidéu (Uruguai).

As tarifas de ida e volta estão disponíveis a partir de dez parcelas de R$ 196,30* ou 60.000 pontos do TudoAzul**. Pacotes*** de sete noites, que incluem hospedagem e city tours em Lisboa podem ser adquiridos por meio da Azul Viagens, operadora de turismo da Azul.

Acúmulo de pontos – Desde o início do mês, os programas de vantagens da Azul (TudoAzul) e da TAP (Victoria) são parceiros. Agora, nos voos operados pelas duas aéreas, os Clientes podem escolher se querem acumular pontos no programa TudoAzul ou no Victoria. Além disso, podem usar seus pontos para resgatar passagens para qualquer destino operado por qualquer uma das duas companhias.

Novo produto – A bordo dos jatos A330 completamente novos, os Clientes da Azul terão uma experiência exclusiva em três classes de serviço: Azul Xtra Business Class, Economy Xtra e Economy. Apresentados em outubro, os aviões remodelados estabelecem um padrão único em termos de tecnologia e conforto e traz inovações nos sistemas de entretenimento e iluminação a bordo. As novidades da Azul garantem aos Clientes a melhor opção disponível no mercado brasileiro.

Na Xtra Business, por exemplo, os Clientes encontram uma verdadeira, confortável e privativa cama, com reclinação de 180° (a configuração é 1-2-1, com acesso direto aos corredores). O sistema de entretenimento é o Panasonic eX3, a solução tecnológica mais avançada hoje na aviação, operada por sistema Android e que tem uma novidade única da Azul em âmbito global: o sistema Picture in Picture. Enquanto assiste a um filme, por exemplo, o Cliente poderá selecionar outra produção e acompanhá-las simultaneamente, com uma das opções reproduzida em tela minimizada.

Ainda, em todas as classes, estão disponíveis saídas de energia de 110v e portas USB. As poltronas, dispostas na configuração 2-4-2 na Economy Xtra e Economy, têm a separação entre fileiras dentro do padrão de conforto que faz a Azul ser lembrada quando o assunto é espaço individual.

O destino – A capital portuguesa oferece diversas atrações a quem a visita. A cidade tem muitas opções para quem busca cultura e gastronomia, com passeios por pontos turísticos, como a Torre de Belém, onde, nas redondezas, se pode degustar os famosos pasteis de nata; o Castelo de São Jorge; e os bairros Alto e Chiado, famosas regiões de Lisboa.

 

Azul anuncia retomada de voos entre Porto Alegre e Passo Fundo. Com três ligações por semana, companhia voltará a operar rota a partir de 29 de agosto

Azul anuncia retomada de voos entre Porto Alegre e Passo Fundo. Com três ligações por semana, companhia voltará a operar rota a partir de 29 de agosto

Cidade Comportamento Direito do Consumidor Economia Negócios Notícias Turismo

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras retomará voos sem escalas entre Porto Alegre e Passo Fundo a partir de 29 de agosto. As ligações serão operadas às segundas, sextas-feiras e aos domingos com o modelo ATR 72-600, de 70 assentos. O voo terá duração de uma hora. “Estamos atendendo a uma reivindicação da população de Passo Fundo pela retomada desta importante ligação com a capital gaúcha. Sem dúvida, facilitaremos o acesso a negócios em Porto Alegre, uma vez que é uma rota, sobretudo, voltada ao público corporativo”, afirma Marcelo Bento, diretor de Planejamento e Alianças da Azul.

Para além disso, entre as opções de conexão, os Clientes de Passo Fundo terão a possibilidade de chegar a Montevidéu, no Uruguai, assim que o voo para Porto Alegre for retomado. O reinício da ligação entre Passo Fundo e a capital gaúcha passa por aprovação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Mais novidades – Ainda, a Azul solicitou ao órgão regulador a operação de um novo voo aos fins de semana entre Porto Alegre e Florianópolis. A frequência adicional entra em vigor em 5 de agosto, após aprovação da Anac. A operação será com o jato Embraer 195, com 118 assentos e TV SKY ao vivo.

Confira, a seguir, detalhes das novidades da Azul para o Rio Grande do Sul (horários locais):

 

Porto Alegre – Passo Fundo
Origem Saída Destino Chegada Frequência
Porto Alegre 8h46 Passo Fundo 9h46 Segunda e sexta
Passo Fundo 10h11 Porto Alegre 11h10 Segunda e sexta
Porto Alegre 11h30 Passo Fundo 12h30 Domingo
Passo Fundo 13h00 Porto Alegre 14h00 Domingo

 

Porto Alegre – Florianópolis
Origem Saída Destino Chegada Frequência
Porto Alegre 6h52 Florianópolis 7h52 Segunda a sábado
Porto Alegre 14h57 Florianópolis 16h00 Domingo
Porto Alegre 17h10 Florianópolis 18h10 Segunda a sexta
Porto Alegre 20h15 Florianópolis 21h15 Sábado
Florianópolis 8h22 Porto Alegre 9h15 Segunda a sábado
Florianópolis 9h45 Porto Alegre 10h45 Domingo
Florianópolis 16h30 Porto Alegre 17h32 Domingo
Florianópolis 21h37 Porto Alegre 22h42 Segunda a sexta

 

Azul em Porto Alegre

Atualmente, a Azul opera até 40 voos diários em Porto Alegre com destino a São Paulo (Campinas, Guarulhos e Congonhas), Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis, Foz do Iguaçu, Navegantes, Pelotas, Santa Maria, Rio de Janeiro (Santos Dumont), Uruguaiana e Chapecó. Estreia: 17 de março de 2008, em operações da Trip.

 

Azul em Passo Fundo

A companhia opera dois voos diários com destino a São Paulo (Campinas). A Azul chegou a Passo Fundo em 20 de junho de 2013.

Governo federal pode voltar ao azul só em 2022

Governo federal pode voltar ao azul só em 2022

Economia Notícias Poder Política

Se o teto para o crescimento dos gastos públicos proposto pelo governo interino de Michel Temer for aprovado pelo Congresso Nacional, as contas públicas só devem começar a registrar superávit no último ano de mandato do próximo presidente da República. E, mesmo com a implementação daquele que pode ser o maior arrocho nas despesas da história do País, o superávit primário (a economia para pagamento dos juros da dívida pública) de 0,3% do Produto Interno Bruto (PIB) previsto para 2022 não será suficiente para estabilizar a trajetória da dívida sem um aumento de impostos. As informações são do jornal O Estado de São Paulo.

Projeções feitas pelo especialista em finanças públicas Rodrigo Orair, do Ipea, apontam que os gastos do governo podem cair quatro pontos porcentuais em dez anos, passando de 19,8% do PIB este ano para 15,8% em 2026. As simulações, que usam como parâmetro a média de estimativas dos analistas do mercado financeiro para crescimento da economia e inflação, sugerem que somente em 2026 o superávit primário chegaria a um patamar mais confortável, de 2,2% do PIB. As previsões usadas foram as do boletim Focus, do Banco Central.

“O teto de gastos não é suficiente para conter o endividamento e o aumento da carga tributária será inevitável, mais cedo ou mais tarde. A grande questão é como fazer”, diz Orair. Ele avalia que a proposta apresentada pela equipe do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, de limitar o crescimento dos gastos à inflação do ano anterior, é bastante “ousada”, mas de difícil implementação, principalmente pela pressão demográfica com o envelhecimento da população. Ele lembra que o envelhecimento dos brasileiros leva hoje a uma expansão anual de 2% do estoque de beneficiários da Previdência.

Pelas projeções do pesquisador do Ipea, para conseguir implementar o teto de gastos da forma como foi anunciada, com crescimento real zero, o governo terá necessariamente de mudar a vinculação atual dos benefícios da Previdência ao salário mínimo além da regra de correção anual.

Ainda assim as despesas com o pagamento da Previdência vão continuar crescendo mais que a inflação. Isso, na prática, significa que os outros gastos do governo terão de crescer abaixo da inflação para o teto funcionar, promovendo um “arrocho” muito forte em todo o restante de despesas do Orçamento, como investimentos, educação, saúde, cultura, pessoal e ciência e tecnologia.

“Seria uma redução do tamanho do Estado sem precedentes e insustentável politicamente. O governo não tem como impedir o envelhecimento da população”, ressalta.

Para mostrar o tamanho do ajuste, o especialista destaca que, no segundo mandato do presidente Fernando Henrique Cardoso, as despesas tiveram crescimento real anual, em média, de 3,9% do PIB. Com Lula, o patamar de crescimento das despesas ficou em 5 2% no primeiros quatro anos e de 4,9% no segundo mandato. Já no primeiro governo da presidente afastada Dilma Rousseff, a expansão chegou a 4,2%.

Para conseguir estabilizar o crescimento do endividamento, o pesquisador do Ipea ressalta que será preciso reduzir a taxa implícita de juros da dívida, que mesmo nos períodos de bonança, quase sempre superou o patamar de 15% para níveis abaixo de 10% já em dois ou três anos. Tarefa de difícil execução. Mesmo assim a estabilização só ocorreria em 2021. Até então, o País teria de conviver com um crescente endividamento.

Nova Constituição. Na avaliação do economista-chefe da corretora Tullett Prebon, Fernando Montero, a proposta do teto de gasto, se aprovada, representa, do ponto de vista fiscal, quase uma outra Constituição.

“É muito forte. Uma Constituição que manda gastar cada vez mais passaria a ter uma proibição de gastar mais”, diz. Ele ressalta que a diferença entre a proposta de limite de gastos feita pelo ex-ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, e a de Meirelles é que a primeira não diz se o limite aumentaria, manteria ou diminuiria as despesas reais.

Para ele, o mérito do projeto de Barbosa era detalhar os passos a seguir, caso houvesse risco de furar o limite. “Na proposta de Meirelles, adequar a limitação de gastos reais congelados envolve muitas mudanças, algumas constitucionais”, diz. (R7)

Grupo chinês compra 23,7% da Azul por R$ 1,7 bi. Aérea HNA Group terá direito a assento no conselho de administração

Economia Mundo Negócios Notícias

 

Avião da Azul – Paulo Fridman / Bloomberg News

SÃO PAULO – A Azul Linhas Aéreas Brasileiras assinou com o HNA Group acordo para a venda de 23,7% da companhia aérea por R$ 1,7 bilhão, dando à empresa chinesa direito a assento no conselho da companhia brasileira. De acordo com a Azul, o investimento faz com que a empresa atinja valor de mais de R$ 7 bilhões. Com o negócio, o HNA se torna o maior acionista individual da Azul.

“Esse investimento trará importantes benefícios para a Azul em vários aspectos, tais como: fortalecimento do caixa; continuidade do plano de renovação de frota; melhoria de produtos e serviços para nossos clientes; além de amortização de dívidas”, disse a companhia aérea em comunicado.

A Azul é a terceira maior companhia aérea do país e o negócio tem o objetivo de aproveitar o aumento substancial do tráfego de passageiros entre China e Brasil. Com a parceria, as duas empresas vão cooperar por meio do compartilhamento de voos, desenvolvimento de novas rotas e expansão dos programas de fidelidade.

A parceria une duas empresas dos dois mercados de aviação que mais crescem no mundo. A Azul oferece mais de 900 voos diários a 100 destinos. Já o HNA é o quarto maior grupo de aviação da China em termos de frota e opera 561 aeronaves em 630 rotas domésticas e internacionais. A reportagem completa está no site de O Globo.

 

Azul garante voo direto entre Porto Alegre e Punta del Este no verão. Rotas temporárias também vão incluir Florianópolis, Foz do Iguaçu e Passo Fundo

Azul garante voo direto entre Porto Alegre e Punta del Este no verão. Rotas temporárias também vão incluir Florianópolis, Foz do Iguaçu e Passo Fundo

Negócios Notícias Porto Alegre Turismo

A Azul Linhas Aéreas divulgou hoje que vai acrescentar o voo direto entre Porto Alegre e Punta del Este, no Uruguai, à lista de operações complementares durante a temporada de verão. O trajeto, que deve ser semanal, ainda não teve o valor da tarifa especificado. O período de alta temporada, entre dezembro e fevereiro, também vai incluir a ligação sem escalas entre a Capital gaúcha e Foz do Iguaçu, no Paraná, e entre Florianópolis e Passo Fundo. Outras rotas temporárias ocorrerão a partir da capital catarinense e de Foz do Iguaçu, além de cidades turísticas de outras regiões do país. Segundo a empresa, o objetivo é estimular o turismo nas regiões que dependem do setor. Mais de mil voos serão dedicados à alta temporada de verão. O número representa mais de cem mil assentos disponíveis entre dezembro e fevereiro.

Turismo: Executivos da United ouvem “apelo”de gaúchos por voos diretos de e para Porto Alegre

Turismo: Executivos da United ouvem “apelo”de gaúchos por voos diretos de e para Porto Alegre

Notícias Turismo

Antes de chegar hoje a Gramado para participar do Festuris, alguns integrantes do alto escalão da United Airlines na América Latina e Brasil foram recepcionados pelo “globetrotter” Geraldo Lopes, em Porto Alegre. O diretor geral de vendas para América Latina, Alex Savic acompanhado de Lucimar Reis, Viviane Silva e Guilherme Dal Secco, executivos que atuam no País jantaram com gaúchos ligados ao trade do turismo como Beto Conte, Beth Fleck, Patricia Xavier e Lenira Fleck. Dono de um exclusivo cartão Global Services da United Airlines, entregue apenas para clientes com mais de um milhão de milhas viajadas pela empresa. No Brasil, só existem outros 34, Geraldo Lopes sonha com a possibilidade de embarcar no Salgado Filho em um avião da United e seguir rodando o mundo. Já são mais de 80 países visitados. Por isso, educadamente todos questionaram Savic da possibilidade da empresa operar hoje em Porto Alegre. Com a economia em crise e uma concorrente (American) voando a partir de Porto Alegre, o executivo não assumiu compromisso. Mas, deixou claro que a United está de olho no Brasil e a região sul está no radar da empresa. Ele sabe também, que são necessárias as prometidas ampliações da capacidade da pista e terminal do nosso aeroporto, além do crescimento do número de passageiros para que em um futuro indeterminado sejam abertos novos slots possibilitando a United decolar e aterrissar na Capital Gaúcha.

Nesta quinta-feira, junto com executivos da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, eles participam da 27ª edição do Festuris Gramado, na Serra Gaúcha. Com um estande conjunto, eles divulgarão os novos interiores dos jatos A330 que transportam os Clientes a Fort Lauderdale/Miami e Orlando, nos Estados Unidos, e reforçarão a visibilidade da parceria. “A Região Sul do Brasil é uma das mais importantes na estratégia da United, portanto participar do Festuris é fundamental para os negócios da companhia, pois reúne as melhores agências da região. Especialmente agora com a parceria com a Azul e através do codeshare implementado recentemente, permitirá conectar os passageiros de Porto Alegre aos mais de 300 destinos operados pela United”, diz Lucimar Reis, diretora de Vendas da United no Brasil. Se você não sabe, em junho, as duas companhias celebraram uma aliança estratégica de longo prazo, na qual a companhia norte-americana investiu US$ 100 milhões por 5% do valor econômico da aérea brasileira. Em agosto, teve início um acordo bilateral de interline, que passou a permitir à Azul comercializar passagens para os destinos servidos pela United.  Juntas, mais de seis mil voos diários para mais de 350 destinos ao redor do mundo.

 

Azul vai oferecer voo diário entre Porto Alegre e Uruguaiana

Azul vai oferecer voo diário entre Porto Alegre e Uruguaiana

Economia Negócios Notícias Poder Política

A Azul Linhas Aéreas irá oferecer, a partir do dia 27 de outubro, um voo diário entre Porto Alegre e Uruguaiana. As operações serão realizadas por turboélices ATR 72-600, equipados com 70 assentos. O diretor de Planejamento e Alianças da Azul, Marcelo Bento, acredita que a linha será um sucesso, principalmente, devido a relevância geográfica e ao agronegócio.

A empresa já faz voos para Caxias do Sul, Santa Maria, Passo Fundo e Pelotas. A solicitação da companhia foi encaminhada à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ainda em agosto.

Localizada no extremo Oeste do Rio Grande do Sul, a cidade de Uruguaiana tem aproximadamente 120 mil habitantes e faz divisa com a Argentina e o Uruguai. A cidade, líder nacional na produção de arroz, também conta com o maior porto seco da América Latina.

 (Correio do Povo)