Sartori destaca ajuda de voluntários ao atingidos pelas cheias no RS. Governador sobrevoou áreas afetadas pela chuva e vistoriou Central de Doações

Notícias
Governador sobrevoou áreas afetadas pela chuva e vistoriou Central de Doações  | Foto: Daniela Barcellos / Palácio Piratini / CP

Governador sobrevoou áreas afetadas pela chuva e vistoriou Central de Doações | Foto: Daniela Barcellos / Palácio Piratini / CP

O governador do Estado, José Ivo Sartori, sobrevoou neste domingo as regiões alagadas pela chuva na região Metropolitana e nas ilhas. Sartori, que também acompanhou o trabalho da Defesa Civil na Central de Doações, localizada no Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), em Porto Alegre, destacou o auxílio de voluntários das comunidades aos flagelados.

“Neste momento difícil que estamos vivendo, a colaboração da comunidade tem sido fundamental, porque sozinho o Estado não teria condições de resolver com agilidade tantos problemas a serem enfrentados pelas pessoas em dezenas de municípios gaúchos”, assinalou Sartori.

Sartori manifestou ainda a preocupação também com os prejuízos causados às lavouras de soja, trigo e arroz, com as intensas chuvas que já atingiram o Rio Grande do Sul e, segundo as previsões, devem continuar nos próximos dias.

O trabalho feito na Central de Doações é 24 horas e realiza a separação e o envio do material para as famílias atingidas pela chuva e pelas cheias. Até a manhã deste domingo, 26 municípios já decretaram situação de emergência e estão sendo atendidos com ajuda humanitária, recebendo milhares de kits de alimentos providenciados pelo governo estadual. Aproximadamente 25 mil telhas também já foram entregues e, conforme o coordenador da Defesa Civil, outras 20 mil já estão a caminho para serem entregues nesta semana.

Um dos critérios para a entrega dos materiais de ajuda é o número de desabrigados do local. Mas todos estão recebendo auxílio, “inclusive os municípios que ainda não oficializaram o decreto de situação de emergência”, ressalta o tenente-coronel da Casa Militar, Everton Oltramari.

De acordo com Oltramari, mais seis municípios devem integrar a lista nas próximas horas. Oltramari destacou a importância da ajuda recebida de voluntários, Exército, escoteiros e até de escolas das cidades, onde as chuvas provocaram estragos e desalojaram milhares de pessoas. (Correio do Povo)

 

Governo federal libera FGTS para atingidos pela enchente no RS. Ministro Miguel Rossetto visitou Eldorado do Sul

Notícias Política
Governo federal libera FGTS para atingidos pela enchente no RS | Foto: Mauro Schaefer

Governo federal libera FGTS para atingidos pela enchente no RS | Foto: Mauro Schaefer

O ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto, visitou durante a tarde deste domingo uma das cidades gaúchas atingidas pelas recentes chuvas no Estado: Eldorado do Sul. De acordo com informações da Defesa Civil, 8 mil casas foram afetadas pela enchente e 3 mil pessoas estão fora de casa. Na tentativa de amenizar as dificuldades, o governo federal confirmou a liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no limite de R$ 6,2 mil.

Segundo Rossetto, a projeção é de que a Caixa Econômica Federal libere os recursos em 15 dias. Além disso, o governo federal antecipou o pagamento do Bolsa Família para as cidades que decretaram situação de emergência. Mais de R$ 7,2 milhões foram liberados para quem faz parte do programa. Quarenta e oito famílias do Estado serão beneficiadas.

Rossetto aproveitou a visita para conversar com moradores. Em Eldorado do Sul, ainda há muitas ruas alagadas, principalmente no bairro Cidade Verde, um dos mais afetados pela enchente. O ministro ainda acompanhou o trabalho do posto móvel da Defesa Civil.

Além de Eldorado, Rossetto visita Sapucaia do Sul e Canoas. O segundo município anunciou que 30 mil casas foram afetadas pela chuva dos últimos dias. Pelo menos 18 mil famílias buscaram socorro junto à prefeitura desde quarta-feira. (Mauren Xavier/Correio do Povo)