Pedras de granizo do tamanho de ovos caem em NH. Veja imagens; por Stephany Sander / Correio do Povo

Pedras de granizo do tamanho de ovos caem em NH. Veja imagens; por Stephany Sander / Correio do Povo

Notícias Previsão do Tempo Vídeo

 

Uma chuva de granizo foi registrada na manhã desta quinta-feira em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos. Pedras do tamanho de ovos de galinha caíram em diversos pontos da cidade, deixando a paisagem branca. A precipitação começou às 10h15min e terminou somente às 10h40min. Em Rolante, ao menos uma casa teve o telhado danificado devido ao granizo.

Um trecho da BR 116, na Ponte do Rio do Sinos, em São Leopoldo, ficou com muito gelo na pista. Em Estância Velha, a chuva de granizo chegou às 11h e a Defesa Civil tem registros em Dois Irmãos, Igrejinha, Nova Hartz, Parobé, São Leopoldo e Taquara.

Na noite dessa quarta, diversas cidades do Rio Grande do Sul registraram queda de granizo. A situação mais grave foi em Canoas, em que 10 casas foram destelhadas. Alvorada, Cachoeirinha e Porto Alegre também foram atingidas pelo temporal.Em Não-Me-Toque, no Alto Jacuí, a paisagem chegou a ficar branca por causa da grande quantidade de gelo. A chuva de granizo durou entre 15 e 20 minutos, conforme a Brigada Militar (BM). Na ERS 142, árvores bloquearam a rodovia e os bombeiros de Carazinho foram acionados para fazer a desobstrução. Outras cidades do interior atingidas pelo temporal foram Coronel Bicaco, Coxilha, Lagoa Vermelha, Tio Hugo e Veranópolis.

A Defesa Civil ainda realiza nesta quinta-feira o levantamento dos estragos e deverá divulgar detalhes do temporal da noite de ontem. Minas do Leão, Soledade e Viamão ainda aguardam a homologação do Estado para os decretos de situação de emergência.

Granizo e chuva forte atingem a Serra e o Norte gaúcho

Granizo e chuva forte atingem a Serra e o Norte gaúcho

Notícias Previsão do Tempo

Granizo e chuva forte já atingiram, na noite desta quarta-feira, cidades da Serra, do Norte e do Noroeste do Rio Grande do Sul, conforme a MetSul Meteorologia. Não Me Toque registrou o maior acumulado de precipitação congelada, e há relato de queda de árvores e destelhamentos na cidade. O gelo chegou a deixar a paisagem branca em vários pontos, por volta das 20h, durante entre 15 e 20 minutos, conforme a Brigada Militar. Na ERS 142, árvores bloquearam a rodovia e os bombeiros de Carazinho foram acionados para fazer a desobstrução.

Em Água Santa, moradores fotografaram granizo do tamanho de ovos de galinha. Pedras de gelo também caíram sobre municípios como Coronel Bicaco, Lagoa Vermelha, Coxilha, Água Santa, Vila Lângaro, Tio Hugo e Veranópolis, por exemplo. Soledade, que já havia encaminhado um decreto de situação de emergência em função da chuva de segunda-feira, também voltou a ser castigada pelo granizo. Choveu forte também em Crissiumal, Montenegro e Lajeado.

A célula de tempestade, com potencial de granizo, chegou ainda aos Campos de Cima da Serra, atingindo Vacaria e cidades vizinhas e seguindo para Caxias do Sul, Vale do Taquari e região Metropolitana. Houve, também, tempestade no trecho entre Fontoura Xavier e Anta Gorda, conforme a MetSul. (Metsul Meteorologia)

Manhã gelada antecede tarde agradável no Rio Grande do Sul. Temperaturas no começo deste domingo podem ser negativas na Metade Norte

Manhã gelada antecede tarde agradável no Rio Grande do Sul. Temperaturas no começo deste domingo podem ser negativas na Metade Norte

Cidade Notícias Previsão do Tempo
O sol predomina no Rio Grande do Sul neste domingo, apesar da presença de nuvens em algumas regiões. Provável formação de nevoeiro localizado no começo do dia em áreas próximas de vales, rios e outros mananciais d’água.

O ar frio de origem polar traz uma madrugada gelada no Estado com chance de geada na maioria das regiões. Podem ser esperadas marcas negativas em baixadas das áreas de relevo da Metade Norte. Com o gradual enfraquecimento do ar polar, as máximas na tarde deste domingo deverão ser mais elevadas com sensação agradável ao sol.

As mínimas devem ficar em -1ºC em São José dos Ausentes e 0°C em Vacaria. O clima gelado deve se repetir em Erechim, com mínima de 1ºC, Cruz Alta e Livramento, que registram 2ºC, Caxias do Sul, onde a menor temperatura deve ficar em 3ºC e em Porto Alegre os termômetros devem indicar mínima de 7ºC e máxima de 19ºC. (Correio do Povo)

Meteorologia adverte para volta de temporais ao RS na quarta-feira

Meteorologia adverte para volta de temporais ao RS na quarta-feira

Notícias Porto Alegre prefeitura
A MetSul Meteorologia alertou nesta segunda-feira a possibilidade de retorno de temporais ao Estado nesta quarta-feira. Segundo o meteorologista Luiz Fernando Nachtigall, após dois dias com tempo seco, a chuva será generalizada no Rio Grande do Sul. O quadro de instabilidade pode ser forte e trazer para o solo gaúcho uma precipitação volumosa, principalmente na faixa central e no Norte.
Nesta segunda-feira, um ar mais seco atuará no Estado, o que vai garantir a presença de sol em todas as regiões. Apesar disso, ainda haverá um deslocamento de ar mais úmido e uma maior variação de nuvens, o que deve provocar alguns períodos de nebulosidade. Na faixa Leste e Norte pode ocorrer chuva isolada. Na região Metropolitana é possível que ocorra precipitação rápida, mas na maioria das cidades não chega a chover. A temperatura de hoje será bem agradável e, em Porto Alegre, a máxima deve ficar na casa dos 29ºC. No interior, os termômetros devem atingir marcas semelhantes. No Nordeste do Estado, por exemplo, a máxima deve chegar a 31ºC. Conforme a MetSul, nesta terça, o tempo seco seguirá predominando no Rio Grande do Sul, mas a temperatura irá apresentará maior variação. Alguns pontos do Leste podem ter chuva isolada. (Correio do Povo/Rádio Guaíba – Foto: Alina de Souza/CP)


Sol predomina no Estado neste domingo

Notícias Previsão do Tempo
Sol predomina no Estado neste domingo  | Foto: Vinicius Roratto / CP Memória

Sol predomina no Estado neste domingo | Foto: Vinicius Roratto / CP Memória

O sol predomina no Sul e no Oeste do Estado neste domingo. Na Metade Norte, apesar do sol chegar a aparecer acompanhado de nebulosidade neste domingo em diversas localidades, a cobertura de nuvens será maior com períodos de nublado.

A instabilidade atmosférica prossegue mais ao Norte do Rio Grande do Sul e áreas perto da divisa com Santa Catarina que devem ter uma jornada com muitas nuvens e possibilidade maior de chuva.

A temperatura estará agradável e faz até frio na Campanha ao amanhecer. Em Porto Alegre, dia de sol e nuvens com períodos de nublado e temperatura amena.

Mínimas e máximas (ºC):

Alegrete: 15/26
Ausentes: 12/18
Bagé: 12/25
Capão: 16/23
Caxias do Sul: 14/22
Chuí: 12/23
Cruz Alta: 15/24
Erechim: 16/22
Livramento: 11/25
Pelotas: 14/24
Porto Alegre: 17/26
Rio Grande: 14/23
Santa Cruz: 17/27
Santa Maria: 15/26
Santa Rosa: 16/29
Santiago: 15/26
Torres: 16/22
Uruguaiana: 16/28
Vacaria: 13/19                              (Correio do Povo/Metsul)

Verão 2015/2016: Pesquisa mostra que El Niño vai ser o terceiro mais forte da história. No RS, fenômeno pode aumentar temporais em 20%, o que eleva o risco de mortes em função de descarga elétrica

Verão 2015/2016: Pesquisa mostra que El Niño vai ser o terceiro mais forte da história. No RS, fenômeno pode aumentar temporais em 20%, o que eleva o risco de mortes em função de descarga elétrica

Notícias Previsão do Tempo

Os efeitos do fenômeno El Niño são bastante conhecidos nas regiões Sul, Norte e Nordeste do país, enquanto no Sudeste e no Centro-Oeste os efeitos são difíceis de se prever. O Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgou hoje pesquisa que mostra o impacto do El Niño sobre a ocorrência de tempestades durante o verão 2015/2016. Segundo os resultados da pesquisa, para o verão o El Niño deve ser o terceiro mais forte desde 1950, depois de 1983 e 1998. A previsão é de um aumento na ocorrência de tempestades, em relação ao último verão, de 20% na Região Sul, 20% no Sudeste e 10% no Centro-Oeste.

Nas regiões Norte e Nordeste é prevista uma diminuição das tempestades de 10% e 15%, respectivamente, em relação ao último verão. A pesquisa foi baseada em dados de tempestades no verão dessas regiões desde 1950.

“Ao cruzarmos esses percentuais de previsão com a densidade populacional, somos levados a pensar que o número de mortes por raios no próximo verão pode aumentar se não alertarmos adequadamente a população sobre os efeitos do El Niño”, disse o coordenador do Elat, Osmar Pinto Junior.

Os dados da Rede Brasileira de Detecção de Descargas Atmosféricas (BrasilDAT) do último trimestre (agosto, setembro e outubro), já sob o efeito do El Niño, confirmaram essa tendência. De acordo com o coordenador do Elat, o aumento preocupa e parece indicar que não só a ocorrência de tempestades, como a intensidade delas, cresce em decorrência do fenômeno climático. (Agência Brasil)

Chuva volta ao Estado nesta segunda-feira

Notícias Previsão do Tempo

Instabilidade predomina no Rio Grande do Sul ao longo da semana | Foto: André Ávila / CP Memória

Instabilidade predomina no Rio Grande do Sul ao longo da semana | Foto: André Ávila / CP Memória

O sol aparece com nuvens na maioria das regiões do Rio Grande do Sul nesta segunda-feira, mas cedo áreas de instabilidade trazem chuva para o Oeste e o Noroeste. No decorrer do dia, a instabilidade avança com aumento de nebulosidade e deve chover na maioria das regiões até o final do dia.

Há possibilidade de chuva forte em pontos isolados com trovoadas. Em cidades mais ao Sul e o Leste da instabilidade a chuva devem chegar apenas na terça-feira.

O dia vai ser de temperatura agradável na maioria das áreas. Porto Alegre terá dia de sol e nuvens com aumento de nebulosidade e a chuva chega só no fim do dia ou na próxima madrugada. Na Capital, as marcas variam entre 16°C e 29°C.

Semana terá instabilidade e terminará fria

Com a virada no tempo iniciando nesta segunda-feira, o quadro de instabilidade predomina no Estado até quinta. Ainda assim, o sol poderá aparecer em algumas regiões, mesmo sem o tempo firmar. Ao fim da semana, ar seco e frio que garante a volta do sol e trará temperatura baixa para esta época do ano no próximo final da semana.

Mínimas e máximas pelo Estado

Porto Alegre 16°C / 29°C
Caxias do Sul 12°C / 26°C
Vacaria 12°C / 25°C
Erechim 17°C / 23°C
Santa Rosa 16°C / 24°C
Passo Fundo 17°C / 24°C
Santa Cruz do Sul 16°C / 30°C
Uruguaiana 18°C / 27°C
Bagé 14°C / 26°C
Pelotas 15°C / 25°C
Alegrete 17°C / 27°C                                                              (Correio do Povo/Metsul)

Defesa Civil emite alerta para chuvas intensas a partir desta quinta no RS

Defesa Civil emite alerta para chuvas intensas a partir desta quinta no RS

Notícias Previsão do Tempo

Depois que 66 cidades tiveram homologados decretos de situação de emergência em outubro devido a enchentes e temporais de granizo, a Defesa Civil gaúcha emitiu hoje novo alerta para chuvas fortes a partir desta quinta. Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), existe risco de chuva intensa, queda de granizo e descargas elétricas em grande parte do Rio Grande do Sul.

O prognóstico do Inmet mostra que as regiões com possibilidade de serem afetadas são a Sudoeste, Sudeste, Noroeste, Nordeste, Metropolitana, Centro Oriental e Centro Ocidental Rio-grandense. Hoje, não houve registro de temporais até o fim da tarde.

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil garante que equipes de apoio estão preparadas caso a previsão se confirme. Problemas ou situações de risco podem ser informados através do telefone de emergência 199. Informações também podem ser obtidas pelo (51) 3210-4219.

O efeito do El Niño sobre o Estado é um dos mais intensos das últimas décadas, segundo a Metsul Meteorologia. O evento climático de 2015 é considerado um “Super El Niño”, se comparado com o episódio de 1998. O fenômeno eleva a temperatura das águas do Oceano Pacífico, causando chuvas fortes na região Sul do Brasil. Já a região Sudeste e Centro-Oeste do Brasil enfrenta onda de calor e seca, desde julho. (Samantha Klein/Rádio Guaíba – Foto:Correio do Povo)

Sartori destaca ajuda de voluntários ao atingidos pelas cheias no RS. Governador sobrevoou áreas afetadas pela chuva e vistoriou Central de Doações

Notícias
Governador sobrevoou áreas afetadas pela chuva e vistoriou Central de Doações  | Foto: Daniela Barcellos / Palácio Piratini / CP

Governador sobrevoou áreas afetadas pela chuva e vistoriou Central de Doações | Foto: Daniela Barcellos / Palácio Piratini / CP

O governador do Estado, José Ivo Sartori, sobrevoou neste domingo as regiões alagadas pela chuva na região Metropolitana e nas ilhas. Sartori, que também acompanhou o trabalho da Defesa Civil na Central de Doações, localizada no Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), em Porto Alegre, destacou o auxílio de voluntários das comunidades aos flagelados.

“Neste momento difícil que estamos vivendo, a colaboração da comunidade tem sido fundamental, porque sozinho o Estado não teria condições de resolver com agilidade tantos problemas a serem enfrentados pelas pessoas em dezenas de municípios gaúchos”, assinalou Sartori.

Sartori manifestou ainda a preocupação também com os prejuízos causados às lavouras de soja, trigo e arroz, com as intensas chuvas que já atingiram o Rio Grande do Sul e, segundo as previsões, devem continuar nos próximos dias.

O trabalho feito na Central de Doações é 24 horas e realiza a separação e o envio do material para as famílias atingidas pela chuva e pelas cheias. Até a manhã deste domingo, 26 municípios já decretaram situação de emergência e estão sendo atendidos com ajuda humanitária, recebendo milhares de kits de alimentos providenciados pelo governo estadual. Aproximadamente 25 mil telhas também já foram entregues e, conforme o coordenador da Defesa Civil, outras 20 mil já estão a caminho para serem entregues nesta semana.

Um dos critérios para a entrega dos materiais de ajuda é o número de desabrigados do local. Mas todos estão recebendo auxílio, “inclusive os municípios que ainda não oficializaram o decreto de situação de emergência”, ressalta o tenente-coronel da Casa Militar, Everton Oltramari.

De acordo com Oltramari, mais seis municípios devem integrar a lista nas próximas horas. Oltramari destacou a importância da ajuda recebida de voluntários, Exército, escoteiros e até de escolas das cidades, onde as chuvas provocaram estragos e desalojaram milhares de pessoas. (Correio do Povo)

 

Governo federal libera FGTS para atingidos pela enchente no RS. Ministro Miguel Rossetto visitou Eldorado do Sul

Notícias Política
Governo federal libera FGTS para atingidos pela enchente no RS | Foto: Mauro Schaefer

Governo federal libera FGTS para atingidos pela enchente no RS | Foto: Mauro Schaefer

O ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto, visitou durante a tarde deste domingo uma das cidades gaúchas atingidas pelas recentes chuvas no Estado: Eldorado do Sul. De acordo com informações da Defesa Civil, 8 mil casas foram afetadas pela enchente e 3 mil pessoas estão fora de casa. Na tentativa de amenizar as dificuldades, o governo federal confirmou a liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no limite de R$ 6,2 mil.

Segundo Rossetto, a projeção é de que a Caixa Econômica Federal libere os recursos em 15 dias. Além disso, o governo federal antecipou o pagamento do Bolsa Família para as cidades que decretaram situação de emergência. Mais de R$ 7,2 milhões foram liberados para quem faz parte do programa. Quarenta e oito famílias do Estado serão beneficiadas.

Rossetto aproveitou a visita para conversar com moradores. Em Eldorado do Sul, ainda há muitas ruas alagadas, principalmente no bairro Cidade Verde, um dos mais afetados pela enchente. O ministro ainda acompanhou o trabalho do posto móvel da Defesa Civil.

Além de Eldorado, Rossetto visita Sapucaia do Sul e Canoas. O segundo município anunciou que 30 mil casas foram afetadas pela chuva dos últimos dias. Pelo menos 18 mil famílias buscaram socorro junto à prefeitura desde quarta-feira. (Mauren Xavier/Correio do Povo)