Pela primeira vez após decreto, equipe usa avião da FAB para captação de órgãos no RS

Pela primeira vez após decreto, equipe usa avião da FAB para captação de órgãos no RS

Comportamento Direito Notícias Poder Política Saúde

A Central de Transplantes da Secretaria Estadual da Saúde revelou hoje ter executado, nessa sexta-feira, três transportes aéreos de equipes para transplantes, um deles usando um avião da Forca Aérea Brasileira (FAB). Foi a primeira equipe do Rio Grande do Sul a fazer uso de um avião federal após o decreto da presidência da República publicado em 6 de junho.

A equipe gaúcha viajou na aeronave das Forças Armadas para Florianópolis, em Santa Catarina. Já o avião do governador transportou outra equipe para Pelotas, enquanto a terceira aeronave foi deslocada para Santa Maria.

Apesar das dificuldades em função do nevoeiro, a operação teve êxito. Na capital catarinense, foram captados pulmões para transplantes. Em Pelotas e Santa Maria, ocorreram doações de rins e fígado.

O decreto presidencial estabelece a disponibilidade de aviões da FAB para transporte de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para transplante em todo o território nacional.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também auxiliou nas missões. (Rádio Guaíba)