Porto Alegre: Depois de deixar a TV Farid Germano Filho prepara candidatura para Câmara de Vereadores

Porto Alegre: Depois de deixar a TV Farid Germano Filho prepara candidatura para Câmara de Vereadores

Notícias Poder Política

O jornalista Farid Germano Filho anunciou  na sexta-feira, 24, sua saída da TVE. Ele fez o comunicado no encerramento do programa Plano de Jogo. Este ano o comunicador completou três décadas de 13240651_256797941375711_5359381212312967345_n-600x450jornalismo iniciados em Cachoeira do Sul e com passagens pelos principais veículos de comunicação do Rio Grande do Sul.

13550991_1770088823210113_2009947168_n
Farid Germano Filho com José Ivo Sartori

Farid disse que sai com o coração dividido e que foi uma decisão difícil, porém consciente. O jornalista esteve por pouco mais de um ano na TVE. Farid será candidato a vereador em Porto Alegre, pelo DEM nas eleições. Nos últimos dias ele tem se reunido com o pré-candidato do DEM, Ônyx Lorenzoni para dar sugestões no programa de governo do partido a prefeitura de Porto Alegre e também ouvir conselhos sobre como montar uma boa estrutura para a campanha eleitoral. Atrás de conselhos e também para agradecer o convite para trabalhar na TVE, Farid se reuniu esta manhã com o governador José Ivo Sartori, no Palácio Piratini.

Em meio a questionamentos sobre parentesco com deputado indiciado na Lava Jato… Farid Germano Filho autografa livro hoje na Casa de Cultura Mário Quintana

Em meio a questionamentos sobre parentesco com deputado indiciado na Lava Jato… Farid Germano Filho autografa livro hoje na Casa de Cultura Mário Quintana

Comunicação Notícias Poder Política

Fortemente questionado em sua conta do Twitter, pelo parentesco com o deputado federal José Otávio Germano, indiciado esta semana na Operação Lava Jato, o jornalista Farid Germano Filho usou a rede social para tratar do assunto. E não poupou o primo. Pré-candidato a vereador, Farid se prepara para tentar ingressar na vida pública e diz que tuítou para que todos conhecessem sua posição sobre o assunto. O deputado José Otávio não se pronunciou ainda sobre o indiciamento e nem comentou as postagens de Farid.12887388_1733016480250681_1943447849_o

Hoje, Farid realiza mais uma sessão de autógrafos do livro O QUE EU VI, NÃO CONTEI E AGORA VOU CONTAR. A obra tem parte da renda revertida para o Asilo Padre Cacique. Farid iniciou a carreira como repórter das Rádios Fandango e Cachoeira, atuou como correspondente da Tarobá/PR, no Rio Grande do Sul e em 1991 chegou a Porto Alegre, via Rádio Gaúcha. Aí não parou mais, na sequência trabalhou na  TVCOM e Rádio Farroupilha,  permanecendo por 15 anos no Grupo RBS. Em 2006 foi contratado pela Band RS, de onde saiu para atuar na Rádio Guaíba e  TV Record. Em 2012 foi contratado pela Rede Pampa, como comentarista de futebol da Rádio GreNal e TV Pampa. Hoje apresenta programas esportivos na TVE.

 

Capa-1-200x300Serviço

Livro: O que eu vi, não contei e agora vou contar

Autores: Farid Germano filho e Germano Maraschin

Local: Casa de Cultura Mário Quintana

Dia: 23 de março

Hora: 18h30

Preço: R$ 25,00

Livros: Farid Germano Filho autografa “O que eu vi, não contei e agora vou contar” dia 23 no Asilo Padre Cacique

Livros: Farid Germano Filho autografa “O que eu vi, não contei e agora vou contar” dia 23 no Asilo Padre Cacique

Agenda Cidade Comunicação Esporte Notícias Poder Política Porto Alegre

Para comemorar os 30 anos de profissão, o jornalista Farid Germano Filho, lança dia 23, o livro O QUE EU VI, NÃO CONTEI E AGORA VOU CONTAR, com parte da renda revertida para o Asilo Padre Cacique. Farid iniciou a carreira como repórter das Rádios Fandango e Cachoeira, atuou como correspondente da Tarobá/PR, no Rio Grande do Sul e em 1991 chegou a Porto Alegre, via Rádio Gaúcha. Aí não parou mais, na sequência trabalhou na  TVCOM e Rádio Farroupilha,  permanecendo por 15 anos no Grupo RBS. Em 2006 foi contratado pela Band RS, de onde saiu para atuar na Rádio Guaíba e  TV Record. Em 2012 foi contratado pela Rede Pampa, como comentarista de futebol da Rádio GreNal e TV Pampa. Hoje apresenta programas esportivos na TVE.

Mesmo que eu não goste do título, afinal um repórter como foi o Farid deveria ter contado todos os fatos que presenciou… Imagino que ele se refira aos bastidores de onde transitou. E não foram poucos lugares. Farid marca sua carreira jornalística pela atuação na cobertura esportiva, mas também foi repórter político. Sabe muito dos Estádios e do Estado. Por isso,  estou curioso para ter em mãos o livro escrito em conjunto com o jornalista e colega dele na TVE, Germano Maraschin. O “Turquinho” como é chamado por muitos colegas é daquelas figuras que alguns diriam: “Tem mais histórias que Walt Disney!” . Não sei quais “causos”foram selecionados, mas imagino que a clássica de um ex-presidente da Federação Gaúcha de Futebol perguntando a um sujeito que se chama Farid Germano FILHO quem é o pai dele e histórias da China, antes do País Asiático ser uma das potencias do mundo estejam contadas. Para quem não sabe, ao lado de Pedro Ernesto Denardin, ele foi responsável por uma histórica transmissão de uma partida em uma excursão do Grêmio sem a devida permissão do governo chinês. Se hoje os chineses monitoram e censuram boa parte do conteúdo jornalístico produzido por lá, imagina na década de 90. Para conferir estas e outras peripécias  do Faridinho, adquira o livro e auxilie com isso também o Asilo Padre Cacique.

Capa (1)Serviço

Livro: O que eu vi, não contei e agora vou contar

Autores: Farid Germano filho e Germano Maraschin

Local: Asilo Padre Cacique

Dia: 23 de fevereiro

Hora: 18h30

Preço: R$ 25,00