Feriado altera horários de comércio e serviços em Porto Alegre. Operação Viagem Segura intensificará fiscalização nas estradas gaúchas

Feriado altera horários de comércio e serviços em Porto Alegre. Operação Viagem Segura intensificará fiscalização nas estradas gaúchas

Cidade Destaque Porto Alegre
Operação Viagem Segura intensificará fiscalização nas estradas gaúchas. Foto: Guilherme Testa/CP
Operação Viagem Segura intensificará fiscalização nas estradas gaúchas. Foto: Guilherme Testa/CP

Alguns serviços deverão parar e outros terão horários diferenciados na terça-feira em Porto Alegre, em função do feriado de 20 de Setembro. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), funcionarão apenas as Unidades de Pronto Atendimento Lomba do Pinheiro, IAPI, Bom Jesus e Cruzeiro do Sul. Os serviços hospitalares de emergência vão ocorrer no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) e Hospital Materno Infantil Presidente Vargas. A SMS informa que os postos de saúde, fechados na terça, funcionam normalmente na segunda-feira. O Samu segue à disposição pelo 192. No setor jurídico, o Tribunal de Justiça atenderá em regime de plantão. A Defensoria Pública atenderá normalmente.

No comércio, algumas lojas funcionam. Segundo o Sindilojas, estabelecimentos que possuem a certidão podem trabalhar com funcionários. Os shoppings centers, como de costume, funcionam em horário diferenciado. Os supermercados, por sua vez, têm sua abertura ou fechamento determinados pela Convenção Coletiva de Trabalho de cada município. Na Capital, conforme a Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), os estabelecimentos deverão abrir normalmente. Já o Mercado Público fecha no feriado. Os mercados da Ceasa funcionam das 13h às 19h.

De acordo com a administração da Rodoviária de Porto Alegre, a procura vinha sendo baixa e, por isso, não foi definida a quantidade de horários extras. Conforme o SindBancários, as agências bancárias seguirão com os serviços de caixas eletrônicos e Internet em atividade. Casas lotéricas também não abrem dia 20.

Fiscalização nas entradas deverá ser ampliada

Com a proximidade do feriado de 20 de Setembro, muitos gaúchos já pensam em aproveitar o “feriadão” e descansar em outras cidades. Com o movimento maior nas rodovias, será realizada a Operação Viagem Segura, que além de recomendações aos motoristas, também prevê a ampliação da fiscalização.

Segundo a Triunfo Concepa, a estimativa é de que 60 mil veículos passem na praça de pedágio de Santo Antônio da Patrulha em direção ao Litoral, sendo 30 mil hoje e 30 mil no sábado. Em Eldorado do Sul, são esperados 30 mil veículos, 15 mil nesta sexta e 15 mil no sábado.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a BR-116 e a BR-290 também devem ter mais de 30 mil veículos em viagens. Já BR 116, que direciona à Serra, deverá chegar a mais de 40 mil, assim como a BR 386, que leva para a região Noroeste e Centro. A 63ª edição da Operação Viagem Segura, segundo o Detran, começa nesta sexta-feira e se estenderá até o fim do feriado. A ação tem por objetivo prevenir os acidentes nas estradas. A PRF salienta que o intenso movimento de veículos e a possibilidade de chuva são fatores a serem cuidados pelos condutores e a fiscalização será intensificada em horários com maior movimentação. O radar de velocidade também será utilizado nos locais onde ocorrem mais sinistros.

Em caso de acidentes, a PRF deve ser informada através do telefone 191. Ocorrências com danos materiais podem ser registradas no www.prf.gov.br. (Correio do Povo)

Feriado de Páscoa deve ter 110 mil veículos na Free Way e BR-290 em direção ao interior

Feriado de Páscoa deve ter 110 mil veículos na Free Way e BR-290 em direção ao interior

Notícias

Cerca de 110 mil veículos devem usar a Free Way no sentido litoral e a BR-290 em direção ao interior neste feriado de Páscoa. Passando pela praça de pedágio de Santo Antônio da Patrulha rumo às praias são esperados 70 mil veículos: 37 mil na quinta-feira e 33 mil na sexta-feira. Já na praça de pedágio de Eldorado do Sul no sentido interior são esperados 22 mil veículos na quinta-feira e outros 18 mil na sexta-feira, totalizando 40 mil veículos. Para evitar congestionamentos, a Triunfo Concepa indica que, em ambas as direções, os motoristas optem por viajar na quinta-feira antes das 14h e na sexta-feira após as 12h. Já na volta do feriado, o horário indicado para viajar é antes das 14h.

Conforme o excesso de veículos na Free Way, a Triunfo Concepa pode, em ação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal e com a ANTT, liberar o tráfego no acostamento na ida do litoral, entre o km 60 e 75, em Gravataí, e na volta, entre o km 1,5 e 26, de Osório a Santo Antônio da Patrulha. Também conforme a necessidade, a concessionária pode realizar a Operação Papa Fila nas praças de pedágio de Santo Antônio da Patrulha e de Eldorado do Sul. Nestes casos, colaboradores cobram a tarifa ainda nas filas, agilizando a passagem pelas cancelas. As equipes do serviço de atendimento emergencial da rodovia irão operar com um reforço de 50% para atender as emergências médicas e mecânicas no trecho de Osório a Guaíba.

Feriado de Ano Novo tem redução de 25% de acidentes no trecho administrado pela Triunfo Concepa

Notícias Segurança

Durante o feriado de Ano Novo, foram registrados 25% menos acidentes nos 121 quilômetros de rodovias administrados pela Triunfo Concepa no Rio Grande do Sul, se comparado com o mesmo feriado do verão anterior. O levantamento contempla o período de 30 de dezembro a 3 de janeiro, período de intenso movimento na estrada, principalmente na Free Way, em função do feriado de Ano Novo. Durante estes dias não foi registrado nenhum acidente com vítima grave ou com morte. A quantidade de ocorrências também aumentou. Foram 40% a mais no período, sendo que 87% delas foram panes mecânicas.

A Free Way teve grande tráfego de veículos na volta do litoral neste sábado (2) e domingo (3), com 62 mil e 79 mil veículos passando no pedágio de Santo Antônio da Patrulha em direção a Porto Alegre, respectivamente. Em ambas as datas o acostamento foi liberado como faixa adicional entre os quilômetros 1,5 e 26, trecho entre Osório e Santo Antônio da Patrulha, para melhorar a fluidez da estrada. Neste domingo (3) o horário de maior movimento na rodovia foi ao meio-dia, quando a capacidade máxima da Free Way, 85 veículos por minuto, foi atingida.

Na semana passada, nos dias 30 e 31 de dezembro, passaram no mesmo local, em direção ao litoral, cerca de 142 mil veículos. Para esta segunda-feira (4) são esperados ainda cerca de 60 mil veículos voltando do litoral em direção a Porto Alegre e região metropolitana.

Aprovado feriado da Consciência Negra em 20 de novembro na Capital

Aprovado feriado da Consciência Negra em 20 de novembro na Capital

Cidade Comportamento Direito Economia Negócios Notícias

O Plenário da Câmara de Porto Alegre concluiu hoje a votação do projeto do vereador Delegado Cleiton (PDT) fixando feriado municipal em 20 de novembro em alusão ao Dia da Consciência Negra. Em uma votação renovada, o plenário derrubou a emenda que havia alterado o texto e transformado o feriado em data móvel, no terceiro domingo do novembro. Os parlamentares tiveram 28 votos contrários à emenda, 3 favoráveis (Guilherme Vilela,/PP, João Carlos Nedel/PP e Mônica Leal/PP) e uma abstenção (Idenir Cecchim/PMDB). Lideranças do varejo não queriam um terceiro feriado fixo em novembro, além dos que já existem, nos dias 2 e 15.

A proposta aprovada prevê que 2 de novembro – Dia de Finados – deixe de ser feriado municipal e seja substituído pelo 20 de novembro, já que por lei os municípios só podem ter quatro feriados municipais ao ano. O vereador esclarece que o Dia de Finados vai continuar sendo feriado em Porto Alegre, conforme prevê a lei federal.

De acordo com Cleiton, o projeto sanou a suposta inconstitucionalidade apontada pela Procuradoria Geral do Município que levou o prefeito José Fortunati a vetar um projeto semelhante, no ano passado. Isso porque a proposta anterior não  previa a exclusão de nenhum dos quatro feriados locais previstos em lei (Feriados, Navegantes, Sexta-Feira Santa e Corpus Christi). O vereador disse ter a garantia de que, com a alteração, Fortunati vai sancionar a medida.

Feriado já foi sancionado e derrubado

Em 2003, a mesma proposta, foi aprovada por 25 votos favoráveis e dois contrários. Na oportunidade o projeto era do então vereador Haroldo de Souza, do PMDB, sendo sancionado pelo então prefeito João Verle, do PT. A Lei nº 9.252 entrou em vigência no dia 3 de novembro do mesmo ano, mas o Sindicato dos Lojistas do Comércio de Porto Alegre ingressou na Justiça com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade e os efeitos da Lei foram suspensos pelo Tribunal de Justiça. (Rádio Guaíba)

Vereador que sugere feriado da Consciência Negra desmente intenção de acabar com o de Finados na Capital

Cidade Direito Notícias Política Porto Alegre prefeitura

Na véspera de a Câmara de Vereadores votar um projeto polêmico criando mais um feriado em novembro em Porto Alegre, o autor do texto optou por esclarecer a matéria. O vereador Delegado Cleiton, do PDT, disse que é preciso desfazer uma confusão gerada pelo boato de que quer trocar o feriado de Finados, no dia 2, pelo da Consciência Negra, proposto para o dia 20, em homenagem à morte de Zumbi dos Palmares. “Alguns atacaram a sugestão afirmando ser um desrespeito aos mortos. Na verdade, não se trata de trocar um feriado pelo outro. O fato é que o município pode ter quatro feriados. Esse número já foi alcançando ao incluir Finados e, se o retirarmos do calendário municipal para contemplar a data da Consciência Negra, o feriado do dia 2 permanece, por ser uma deliberação federal”, explicou.

O vereador não arrisca antecipar um resultado e, mesmo sendo de um partido da base, reconhece que não deve ter o apoio de todos os aliados do Paço Municipal. Ele admitiu, ainda, que nem a garantia de sanção do prefeito José Fortunati mobilizou os pares. “O prefeito só me alertou que é legalista e que, se a matéria for aprovada dentro da lei, a sanciona sem nenhum problema. Mas esse posicionamento não está refletindo em pleno apoio junto à base”, lamentou.

Um dos problemas é a resistência do comércio em enfrentar, em apenas um mês, três feriados intercalados com data fixa – 2, 15 e 20 de novembro. “Esta justificativa não serve mais, há a alternativa de o comércio abrir nos feriados e se pode vender até mais, além de incentivar o turismo. O que não dá para aceitar é sugerir que a data seja comemorada sempre em um domingo”, criticou Cleiton.

A reclamação é endereçada diretamente ao presidente da Câmara Municipal, Mauro Pinheiro, do PT, que, em vez de um feriado fixo no dia 20 sugeriu uma data móvel, sempre no terceiro domingo de novembro. A emenda de Pinheiro já foi aprovada, mas o placar apertado, de 16 votos a 15, permite que o autor da proposta peça a renovação de votação. Na quinta-feira, o delegado Cleiton chegou a pedir a recontagem dos votos, mas a sessão terminou por falta de quorum, sem que o texto principal tenha sido votado. Com isso, a discussão sobre a matéria vai ser retomada amanhã.

O Movimento Negro do PDT sustenta que 70% da população brasileira descende de povos negros. O presidente da representação, Eni Camarim, rejeita a proposta do feriado em um domingo. “O dia 20 de novembro é uma data simbólica, precisa ser mantida para reflexão de todos os cidadãos”, salientou

Cleiton também reagiu e adiantou que, se a data for modificada, não há necessidade de aprovação do texto, já que ele perde a originalidade. (Voltaire Porto/Rádio Guaíba)