Porto Alegre: Flávio Ilha autografa “Longe daqui, aqui mesmo” hoje no Baden Café

Porto Alegre: Flávio Ilha autografa “Longe daqui, aqui mesmo” hoje no Baden Café

Agenda Comportamento Comunicação Destaque Economia Feira do Livro Notícias Poder Política Porto Alegre

Depois de escrever textos em coletâneas, finalmente Flávio Ilha, lança um “livro solo”.  Jornalista com JOTA maiúsculo, Ilha na verdade é um arquipélago na função que desempenha com absoluta desenvoltura. Repórter, editor, cronista do nosso tempo e crítico ácido em seus comentários, seja nas redes sociais, seja em artigos…  tive o prazer de acompanhar o trabalho “in loco”, nas muitas vezes que nos encontramos em diferentes pautas. Pois agora, o talentoso jornalista resolveu tirar da gaveta e publicar textos que só João Gilberto Noll, colegas de oficina literária e amigos próximos conheciam. Hoje, no Baden Café, ele autografa seu primeiro livro de contos: Longe daqui, aqui mesmo.

capa_flavio_2Sobre o livro, que reúne oito contos, diz o escritor Tailor Diniz: “Entre um movimento e outro de criaturas que carregam a precariedade da vida no limite do pesadelo com a realidade, quando a própria realidade pode ser o pesadelo ou vice-versa, entre a rotina de ida e volta de personagens sombrios, perpassa o texto uma visão social e psicológica aparentemente fora da narrativa, sutil, mas que, no final, deixa a sensação de um efeito único, fazendo do livro uma obra para ser lida com vagar, com os sentidos atentos às entrelinhas, àquela corrente de águas que vaza invisível, lá no fundo, além da superfície, o que sempre vem a ser o viés mais gratificante da leitura.”

Já o escritor Paulo Scott, considera Longe Daqui, aqui mesmo: “Aqui, intrincados narrativos acomodando extratos variados de tragédias não ditas, não reveladas. Aqui, narradores que variam, sempre dentro de uma função: a de velar a noção oblíqua de que todos nós estamos perdidos e de que continuaremos perdidos – narradores produzidos por um autor talentoso que, consciente ou inconscientemente, dialoga com um de seus mestres da literatura universal. Aqui, uma obra sutil, mas ao mesmo tempo estrondosa, na medida em que toma como matéria-prima o movimento fantasmagórico das esperanças e dos jogos dos relacionamentos que aos poucos vão rachando, eventualmente implodindo, como tudo que precisa, desesperadamente, seguir adiante, e segue.”

 O livro editado pela Diadorim, foi totalmente produzido na oficina de literatura de Noll, em 2016.  As ilustrações são do artista visual João Salazar, que também é músico e autor do EP “Entrópico” (2017)

SERVIÇO:

O lançamento, com sessão de autógrafos, ocorre no Baden Cafés Especiais (rua Jerônimo de Ornelas, 431) a partir das 20h.

LONGE DAQUI, AQUI MESMO
Diadorim Editora
64 páginas
R$ 35
ISBN 9788593107047

Jornalista Milton Cardoso recebe título de Cidadão de Porto Alegre

Jornalista Milton Cardoso recebe título de Cidadão de Porto Alegre

Cidade Comunicação Destaque Porto Alegre

A Câmara Municipal da Capital entregou, na tarde desta terça-feira (7/11), o título de Cidadão de Porto Alegre ao jornalista Milton Batista Cardoso. A homenagem, em sessão solene presidida pela vereadora Mônica Leal (PP), teve a iniciativa do vereador Dr. Thiago Duarte (DEM).

Nascido no Rio de Janeiro e criado em São Leopoldo, Milton Batista Cardoso atua há mais de três décadas no jornalismo. O homenageado trabalhou em emissoras de televisão como o SBT, TV Manchete e Globo, e em jornais e revistas como Folha de São Paulo, Rede Capital, Rádio Nacional, Jovem Pan e Jornal do Brasil, além de ter participado de projetos de assessoria política, assessoria esportiva e marketing.

Outorga do Título de Cidadão de Porto Alegre ao jornalista Milton Batista Cardoso. Na foto, o homenageado e sua esposa Patrícia de Conto.
Milton Cardoso e sua esposa Patrícia de Conto. Foto: Andielli Silveira/CMPA

Cardoso desempenhou, também, por mais de uma década, a função de setorista no Congresso Nacional, no Palácio do Planalto e na Esplanada dos Ministérios, e atuou como correspondente internacional. Depois de atuar em diversos veículos no eixo Rio-São Paulo e em Brasília, Cardoso retornou ao Rio Grande do Sul, passando a integrar as equipes da Rádio Guaíba, TV Assembleia e, mais recentemente da Rede Bandeirantes, onde apresenta o Repórter Bandeirantes, com grande audiência.

Em sua fala, Dr. Thiago destacou o currículo do homenageado e os programas nos quais está à frente com a sua participação como apresentador, na Rádio Bandeirantes e TV Assembleia. “São uma rica fonte de formação, informação e esclarecimento, sempre com um jeito claro e objetivo de passar a mensagem sobre fatos do cotidiano”.

Dr. Thiago afirmou que é assíduo convidado a participar dos programas de Cardoso e isso já lhe rendeu reconhecimento em viagens que faz no interior do Estado, o que, segundo o vereador, comprova o alcance do sinal da Rede Bandeirantes pelo Rio Grande do Sul, “o que só acontece com quem sabe, com precisão, se conectar aos interesses do seu público”.

O parlamentar ainda citou um dos momentos mais destacados na carreira de Cardoso, quando o jornalista acompanhou a visita do papa João Paulo II ao Brasil. “Com a credencial da rádio Jovem Pan, ele esteve com o chefe da Igreja Católica nas cidades de Brasília, Belo Horizonte, Manaus e Belém, tendo sido este o seu primeiro contato, como jornalista, com o rádio, veículo de sua preferência”, lembrou Dr. Thiago, além de referir os prêmios Press, na categoria de Melhor Programa de Rádio, nos anos de 2011 e 2012, e de Jornalista do Ano, em 2013.

Ao se manifestar, Milton Cardoso salientou que incorporou e procura agir dentro dos princípios de ética e independência transmitidos pela emissora para a qual trabalha por acreditar neles. Citou como exemplo o fato da Bandeirantes, na década de 80, ter sido a emissora que deu guarida aos defensores da campanha pelas Diretas Já, entre outras causas e demandas da sociedade. Também que a emissora está, hoje, imbuída em resgatar pautas positivas, “que elevem a autoestima dos gaúchos e porto-alegrenses”.

Milton Cardoso fez referência a vários políticos, muitos dos quais presentes ao ato solene, e que já não fazem mais parte do cenário político como referência de ética. E citou o senador Pedro Simon (PMDB) para dizer que eles fazem falta no atual Congresso. Declarou ser um apaixonado pela análise política, “daqueles que fica até a madrugada lendo e estudando” e que, portanto, chegou à conclusão de que o atual sistema está falido, independente de quem esteja no comando do Palácio do Planalto. “Não há mais como admitir um modelo com 513 deputados federais com 25 cargos cada um, suplentes de senador, e nós trabalhando para pagar essa conta”. Finalizou dizendo que está com “tolerância zero” e, portanto, apelou aos presentes que não reeleja quem tem mandatos em Brasília, “com raríssimas exceções”.

Ao encerrar a cerimônia, Mônica Leal ressaltou a sua gratidão por poder fazer parte de um momento tão importante para um colega jornalista. Ainda que esse é um reconhecimento do Legislativo de Porto Alegre ao profissional e à pessoa de Cardoso, que só do Repórter Bandeirantes completou 10 anos, “sempre com boa informação, debate de ideias e temas que interessam à cidade”.

Falaram em apartes, os vereadores Reginaldo Pujol (DEM), Cassiá Carpes (PP), João Bosco Vaz (PDT), Comandante Nádia (PMDB), João Carlos Nedel (PP), Ricardo Gomes (PP), Valter Nagelstein (PMDB) e Clàudio Janta (SD). Fizeram parte da mesa dos trabalhos, além de Mônica Leal e o homenageado, a esposa de Cardoso, Patrícia De Conto; o secretário de comunicação do Estado, Cléber Benvegnú; o deputado Marcel Van Hattem; o desembargador Sérgio Fernando de Vasconcellos Chaves; o ex-senador Pedro Simon; o prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal; e o presidente do Conselho Deliberativo da Associação Riograndense de Imprensa (ARI), João Batista de Melo Filho.

 

TRATO Comunicação de Rodrigo Russomano inaugura base em Portugal

TRATO Comunicação de Rodrigo Russomano inaugura base em Portugal

Destaque Direito Economia Esporte Mundo Negócios

Consolidada nos mercados local e nacional há uma década, a TRATO Comunicação expande suas atividades para o continente europeu. A partir desta semana, a jornalista Isabela Kuschnir passa a atender aos clientes que atuam naquela região a partir de Lisboa, em Portugal, considerado centro estratégico para novos negócios em esporte e comunicação na Europa.

4fb71acc38a767dbe4e3d6a87a9e23dc
Rodrigo Russomano

Graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas na Fundação Getúlio Vargas, Isabela, que tem experiência em reportagem, chefia e ancoragem em veículos de imprensa em Porto Alegre e na capital 20629368_1966312440254416_218066288_ofluminense, está à frente desse projeto pela empresa. – Portugal é vitrine para que outros grandes clubes da Europa conheçam a qualidade do jogador brasileiro. Nossa estratégia aqui é mirar nesses talentos promissores, auxiliar o crescimento e utilizar as ferramentas multimídia para garantir a visibilidade dos nossos clientes – ressalta Isabela.

Dos 27 atletas que integram o portfólio da TRATO, oito deles estão no velho continente: o goleiro Alisson e o zagueiro Juan Jesus, da Roma-ITA, o lateral-direito Rômulo, do Hellas Verona-ITA, o lateral-esquerdo Alex Telles e o atacante Soares, do Porto-POR, os goleiros Muriel, do Belenenses-POR, e Raphael Mello, do Cesarense-POR, e o meia Gustavo Campanharo, do Ludogorets-BUL. – Esta expansão materializa uma vontade que tenho desde o começo da TRATO. A Europa, e especialmente Portugal, é rota de muitos jogadores brasileiros, e a nossa missão é estar ao lado deles, oferecendo todo o suporte em comunicação – destaca o diretor da empresa, Rodrigo Russomano.

Jornalistas Rafaela Melz e Ricardo Grecellé morrem em acidente de carro na BR 290

Jornalistas Rafaela Melz e Ricardo Grecellé morrem em acidente de carro na BR 290

Comunicação Destaque

De acordo com informações da PRF, o acidente que vitimou o casal de jornalistas Rafaela Melz e Ricardo Grecellé, aconteceu por volta das 16h30min., desta terça-feira(22). Conforme testemunhas o motorista do carro, onde eles estavam teria invadido a pista contrária. A colisão frontal resultou na morte de Rafaela e Ricardo. O veículo trafegava sentido Rosário do Sul/São Gabriel. O acidente aconteceu cerca de 6KM do posto da PRF.  O motorista do caminhão teve apenas escoriações. O veículo Up ficou com a dianteira totalmente destruída.

Ricardo, foi assessor de imprensa do Ministério Público gaúcho. Já Rafaela, circulou por diferentes veículos. Trabalhei com ela na Band. Lembro de uma editora competente e detalhista, uma jornalista sempre disposta a perseguir boas histórias para leva-las ao público.

rafela
Rafaela Melz Foto: Reprodução RBS TV

Em um de seus últimos trabalhos, Rafaela foi editora na equipe do Mistura, da RBS TV. Em uma reportagem sobre o programa, o GShow a retratou assim:

Transformar uma hora de gravação em…cinco minutos de reportagem no ar! E com conteúdo atrativo e bonito visualmente, claro. Esse é um dos principais desafios da editora Rafaela Melz. No Mistura, ela não tem uma rotina definida, e se envolve ativamente também com os trabalhos de produção, gravações e captura de imagens. Resumindo: ela só não foi apresentadora do programa!

Para Rafa, todo o esforço vale a pena para ver uma ideia bacana sendo divulgada e causando repercussão entre o público por meio da televisão. Quando não está pensando em boas histórias para o Mistura, a guria gosta de se dedicar a assuntos como viagens e gastronomia

Encontrei no YOUTUBE uma entrevista com a Rafaela para o Espaço Experiência – Famecos, logo após se formar na PUC e receber prêmio Galo de Ouro/Festival de Gramado, em uma reportagem coletiva. Essa era a Rafaela, ela nunca perdeu esta essência como mostra a entrevista para Rodrigo Adams, com Imagens de Dudu Sachini e edição por Nataniel Zeilmann.

 

 

Liberdade de Imprensa: “Me identifiquei várias vezes”, relata jornalista preso durante cobertura de ocupação. Matheus Chaparini diz que estava com duas credenciais profissionais que foram retiradas dele

Comunicação Entrevistas Notícias Opinião Poder Política Vídeo

 

Conversei hoje no Agora/Rádio Guaíba, com o jornalista Matheus Chaparini, do Jornal Já, preso nessa quarta-feira (15) enquanto cobria a desocupação do prédio invadido da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), no Centro de Porto Alegre. Na entrevista ele garantiu que se identificou diversas vezes tanto aos agentes da Brigada Militar, quanto aos estudantes da atividade de reportagem que realizava no local. O repórter explicou que conseguiu ingressar no prédio ocupado próximo das 9h, junto com o cineasta Kevin Darc que captava imagens para um documentário, um pouco antes do efetivo da BM ingressar na Fazenda.

Segundo Chaparini, além de se identificar profissionalmente, o jornalista garantiu à polícia que não fazia parte do movimento dos estudantes. Mas, mesmo assim, segundo ele, a polícia alegou que o repórter deveria ser preso também pelo fato de estar no local.

Após a prisão, Chaparini, Kevin e demais detidos, maiores e menores de idade, foram deslocados para o Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca), para transferir os menores; depois, seguiram para a 3ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), para o Palácio da Polícia para o exame de corpo de delito; depois retornaram à 3ª DPPA, onde aguardaram por bastante tempo, até serem conduzidos à Penitenciária Feminina Madre Pelletier e, depois, ao Presídio Central, algemados.

Chaparini foi indiciado por seis crimes: dano ao patrimônio, esbulho possessório (invasão de terreno ou edifício alheio com violência), desacato, resistência à prisão, organização criminosa e corrupção de menores.

 

Valor Econômico deixa de ter correspondente no Rio Grande do Sul. Sérgio Bueno se despede do cargo via redes sociais

Valor Econômico deixa de ter correspondente no Rio Grande do Sul. Sérgio Bueno se despede do cargo via redes sociais

Cidade Comportamento Comunicação Cultura Economia Negócios Notícias Poder Política Porto Alegre prefeitura Publicidade

O Valor Econômico, maior jornal de economia, finanças e negócios do Brasil, segundo dados do Instituto Verificador de Circulação, com milhares de assinantes no Rio Grande do Sul, depois de 16 anos deixará de ter correspondente no Estado. Mesmo sendo um grande jornal, como toda mídia tradicional no Brasil, sofre com a crise. Em suas redes sociais, o jornalista Sérgio Bueno, comunicou em um breve post: ” Informo aos amigos que a partir de amanhã, dia 1/6, não serei mais correspondente do Valor Econômico. Depois de 16 anos, de volta ao mercado…”

O valor é fruto da parceira entre dois dos maiores grupos de comunicação do país: as Organizações Globo e a Folha de S.Paulo, e teve sua primeira edição lançada em 2 de maio de 2000, desde lá Sérgio Bueno cobriu os principais fatos econômicos e políticos acontecidos no Rio Grande do Sul e Mercosul. Considero o Sérgio Bueno, um dos grandes repórteres econômicos do Brasil. Como sempre diz o nosso amigo publicitário Gil Kurtz,  “Sérgio, é um dos poucos jornalistas que sabe ler rapidamente o balanço de uma empresa e tirando dali perguntas relevantes para o leitor”. 

E eu que estive ao lado dele em várias coletivas, digo que é um daqueles raros jornalistas que sabe que na maioria das vezes, menos é mais. Explico, normalmente ele pergunta de forma breve e mesmo que a resposta venha em um “economês para enrolar jornalista”,  Sérgio calmamente vai questionando e tirando informações que o entrevistado não gostaria de passar. Tem o dom e a persistência do entrevistador que cerca o entrevistado de maneira gentil e firme para obter uma resposta que leve um informação nova e precisa para seus leitores. Portanto, é craque !!!

Moisés Mendes assinará colunas quinzenais no Extra Classe

Moisés Mendes assinará colunas quinzenais no Extra Classe

Artigos Cidade Comunicação Educação Notícias Poder Política Porto Alegre Publicidade

Um mês depois de deixar a redação de Zero Hora, o jornalista Moisés Mendes, passa a publicar quinzenalmente, artigos exclusivos no www.extraclasse.org.br . Na coluna de estreia, A hora dos Arrependidos, ele questiona: O que se faz agora com o inverno do golpe? Moisés tem a companhia de outros colunistas que com quem trabalhou na Zero Hora, como Luis Fernando Veríssimo, Marcos Rolim,  Nei Lisboa e ainda de Fraga, Marcos Weissheimer, Elisa Lucinda e Santiago. O Extra Classe é uma publicação do Sindicato dos Professores do Rio Grande do Sul, filiado à CUT e Contee. A intenção do veículo é contribuir para o debate sobre questões importantes como meio ambiente, cultura, educação, política, economia e, em especial, movimentos sociais e de trabalhadores. Lançada em março de 1996, a edição impressa tem periodicidade mensal, tiragem de 22 mil exemplares e distribuição centrada principalmente nos professores do ensino privado do Rio Grande do Sul.

O extraclasse.org.br foi lançado em março de 2014, em comemoração aos 18 anos de publicação mensal ininterrupta do Extra Classe, e traz em destaque a íntegra da edição do respectivo mensal e conteúdo produzido especialmente para a web.

 

“ The Panama Papers”: Nomes de gaúchos aparecerão na lista. Revelação foi feita por André Shalders um dos repórteres que investiga o escândalo

Direito Economia Mundo Negócios Notícias Poder Política

 

 

A “Panama Papers”, reportagem investigativa que começou a revelar nesse domingo nomes de políticos e personalidades que possuem empresas offshores em paraísos fiscais, deve chegar ao Rio Grande do Sul nos próximos dias.  Entrevistei hoje o jornalista André Shalders, um dos 376 repórteres responsáveis pela investigação mundial. Segundo ele, não há políticos do Rio Grande do Sul, mas nomes de empresários gaúchos vão aparecer em reportagens nos próximos dias. Eles estão na lista de pessoas envolvidas com contas bancárias ou companhias abertas fora do Brasil com a ajuda do escritório Mossack Fonseca.

“Nós chegamos a nomes de gaúchos, mas eles não são políticos, são empresários. Eu não posso revelar nomes porque eles devem aparecer nas próximas reportagens. Ainda teremos mais 10 dias para a publicação de matérias relacionadas a este caso”, explicou Shalders na entrevista ao Agora/Rádio Guaíba nesta segunda-feira.

Conforme Shalders, o consórcio de jornalistas conta com pessoas de 76 países diferentes e que trabalham em 109 veículos de comunicação. Ele explicou como o grupo de repórteres conseguiu redigir as matérias em conjuntos e revelar um suposto esquema. “Quando tivemos acesso ao material, fizemos uma varredura e um cruzamento de dados chegamos, em âmbito brasileiro, aos nomes de 513 deputados, 81 senadores, ministros de estado e juízes federais para não deixar passar nada”, disse.

Shalders salientou que a simples afirmação de que pessoas possuem offshores não significa que elas estejam envolvidas em atos criminosos. Segundo ele, é possível usar este método de maneira legal e legítima. “É o caso de alguns políticos que foram citados e que deram uma resposta sobre a citação de seus nomes. Alguns justificaram, como foi o caso de Luciano Lobão, filho do ex-ministro Edson Lobão, que pagou todos os impostos devidos”, acrescentou.

Barbosa e o imóvel em Miami

Shalders relatou que o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa foi citado no Panama Papers depois de adquirir um imóvel em Miami, nos Estados Unidos.

Ex-Record e Band, gaúcha Luiza Zanchetta é a nova repórter da Globo/SP

Ex-Record e Band, gaúcha Luiza Zanchetta é a nova repórter da Globo/SP

Comunicação Notícias

 http://m.natelinha.uol.com.br/imagem/noticia/detalhe/LuizaZanchetta.jpg?h=20160310172509Reforçando seu jornalismo na Grande São Paulo, a Globo acaba de contratar um conhecido nome para o seu quadro de repórteres na capital paulista.

Trata-se de Luiza Zanchetta, jornalista que tem passagem marcante pela Record e que estava até bem pouco tempo na Band, onde era repórter do “Jornal da Band”. Ela começou a dar expediente na nova casa nesta semana e já teve reportagens exibidas no “SPTV – 1ª Edição”, por exemplo.

É a volta da repórter para um veículo ligado à Rede Globo. Entre 2007 e 2011, Zanchetta foi apresentadora da previsão do tempo na RBS Rio Grande do Sul, afiliada da emissora carioca no estado.

De lá, foi para a Record RS, onde atuou por quatro anos. Ela ficou conhecida por fazer participações diárias e ao vivo no “Cidade Alerta”, apresentado por Marcelo Rezende. No programa policial, Rezende a chamava de “Pranchetta”, por causa do seu sobrenome. O apelido acabou pegando e até hoje a jornalista é conhecida por ele.

Em 2015, se mudou para São Paulo e foi para a Band, onde ficou por seis meses, atuando diretamente nas mais variadas matérias no “Jornal da Band”. (Gabriel Vaquer/natelinha.uol.com.br)

Arthur Bender lança a primeira empresa do RS especializada na construção de narrativas para grandes empresas

Arthur Bender lança a primeira empresa do RS especializada na construção de narrativas para grandes empresas

Cidade Comportamento Comunicação Direito Direito do Consumidor Economia Negócios Notícias Porto Alegre Publicidade

O empresário de comunicação Arthur Bender, referência nacional em Planejamento de Marcas e autor do livro brasileiro de marketing mais vendido no país por dois anos consecutivos  (Personal Branding – Construindo sua marca pessoal), deu início à operação de sua quarta empresa: BELIEVE IT ! Focado na construção da reputação de marcas a partir de suas histórias,  e de diálogos reais com seus públicos, o negócio é pioneiro na união de planejamento estratégico e conteúdo jornalístico dentro do Rio Grande do Sul.

“Toda marca tem uma narrativa em torno de sua crenças e valores. É o elo mais forte de seus relacionamentos e a maior fonte de sua credibilidade”, diz Bender, referindo-se à importância de identificar e compartilhar histórias verdadeiras sobre as marcas de seus clientes. A afirmação também explica a escolha do perfil de um cacique de antigas tribos norte-americanas para o logotipo da empresa. Símbolo da cultura passada de geração para geração, o ícone foi criado pela tatuadora Ivy Saruz, com a mesma técnica que o ser humano utiliza, historicamente, para eternizar seus valores mais importantes no corpo.

Para dirigir a construção destas histórias, Bender contratou, em dezembro, a jornalista Cláudia Aragón, autora do conteúdo multiplataforma “Porto Alegre, quem diria”,  distribuído por cinco anos em pocket books, na web e no rádio. “ As pessoas estão carentes de histórias verdadeiras”, declara a Diretora de Conteúdo, “… e chegou a hora de descobri-las dentro das grandes empresas”.  “Existe até uma pesquisa, realizada pela  Universidade do Colorado/USA, indicando que 70% dos que o ser humano aprende é contado através de histórias”, completa.

Iniciada em dezembro de 2015, a operação contará com as colaborações especiais de escritores, ilustradores, videomakers, músicos e outros profissionais ligados à arte, sempre alinhados ao perfil da marca.

O Grupo

A Believe it! completa o grupo de empresas que formou-se a partir de 2007, com o surgimento da Key Jump, especializada em Planejamento Estratégico de marcas. Em 2008, Bender criou a agência Selling – Estratégia, Comunicação e Marketing. No final de 2015, além de lançar a Believe it!, o empresário adquiriu o controle da Embrace – Marketing de Relacionamento.

Atualmente, o Grupo conta com mais de 80 profissionais.

Listada entre as 10 maiores agências de comunicação do Rio Grande do Sul, a Selling ocupa a 6a posição entre as maiores compradoras de mídia do estado. Em 2015, na contramão da crise, a Key Jump expandiu sua atuação para o nordeste e o sudeste do país e planejou para marcas da Suíça e dos Estados Unidos. No primeiro mês de 2016, fechou parceria com uma empresa de Venture Capital na Califórnia (USA), passando a planejar estrategicamente startups localizadas nos EUA, na França, na Inglaterra e estados brasileiros.