Aceleradora de Negócios Organica chega ao Rio Grande do Sul

Aceleradora de Negócios Organica chega ao Rio Grande do Sul

Comunicação Destaque Economia Negócios Tecnologia Trabalho
Já com quatro clientes em sua carteira, a Aceleradora de Negócios Organica anuncia sua expansão rumo ao Sul do País com a oficialização da sua chegada a Porto Alegre (RS). A nova operação reforça o crescimento da empresa fundada em 2014 por Roni Cunha Bueno e Renato Mendes e tem como objetivo atender à demanda de clientes que buscam criar modelos de negócio vencedores dentro da Nova Economia. À frente da expansão para a praça está a sócia Luciane Aquino. Ela explica que a chegada ao Rio Grande do Sul foi um movimento natural do mercado. “O mercado de Porto Alegre é muito rico e nós temos sido procurados por muitas empresas com potencial para crescimento na economia digital. Algumas são startups já com tração e que precisam crescer ainda mais rápido, e outras são empresas tradicionais que perceberam que precisam dominar o digital para não perder mercado, mas não conseguem vencer as barreiras culturais para ter sucesso”, comenta Luciane.

Luciane Aquino é sócia da Organica e atua como executiva no mercado digital desde 1999. É especialista em inovação e estratégia de produto digital e mentora e investidora em startups brasileiras. Foi vice-presidente global de Mídia e diretora de Produto Editorial do portal Terra. Tem MBA em Gestão Empresarial pela FGV, e é pós-graduada em Comunicação Digital pela Universidade Pompeu Fabra, da Espanha, e em Altos Estudos em Comunicação pela Universidade Autônoma de Barcelona. É co-host do podcast TricoTech, sobre cultura digital.

A aceleradora já atua com empresas com os dois perfis em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, ajudando a montar equipes e contratar pessoas, concebendo produtos e criando potentes máquinas de venda. “Boa parte do nosso sucesso se deve ao nosso modelo de trabalho, que é diferente de uma consultoria tradicional ou de uma agência. Nós fazemos uma imersão na empresa junto com os empreendedores e combinamos um plano de trabalho que será desenvolvido em conjunto”, explica Roni Cunha Bueno. “Durante esse tempo, nós atuamos junto com os líderes da empresa e os seus  fornecedores em pontos-chave que alavancarão o negócio com velocidade e tração. É uma estratégia realmente transformadora”, completa.

No Rio Grande do Sul, a Organica já está trabalhando com as empresas como a Umbler, de hospedagem em nuvem por demanda, Rocket.Chat, plataforma de chat corporativo, e Delivery Center, solução de entregas que integra varejo online e offline.

Em todo País, a aceleradora já auxiliou mais de 40 empresas a crescer, entre elas MaxMilhas (Melhor startup 2017 pela Startup Awards), Méliuz (Melhor startup 2016 pela Startup Awards), Dr. Consulta (Empresa de maior impacto 2017 pela Latam Founders), Banco Votorantim, Mercado Bitcoin, Netshoes, Banco Modal, Banco Olé (Grupo Santander), Oi, Time for Fun, Terra, GetNinjas, Leiturinha, Netfarma, Serasa Experian, Empiricus, Netfarma, e.Bricks Ventures, Dinda, Object Edge, ProntMed, entre outras.

 

 

Turismo & Fotografia: Grupo no Facebook compartilha fotos antigas da Serra Gaúcha

Notícias
Luciane Aquino anuncia saída do Terra. Gaúcha VP de Mídia se despediu nesta segunda dos colaboradores do portal

Luciane Aquino anuncia saída do Terra. Gaúcha VP de Mídia se despediu nesta segunda dos colaboradores do portal

Comunicação Economia Negócios Notícias Publicidade

Sabe aquele papo quando a pessoa sai da empresa e escreve uma nota dizendo que vai partir para novos projetos? Tem horas que a gente não acredita e fica pensando por que uma pessoa que está naquela posição quer sair de lá, aonde tantos querem chegar… A resposta mais frequente que tenho encontrado entre meus amigos executivos que vivem altas pressões por ocuparem cargos de alto escalão é “ver os meus filhos crescerem, conviver mais com a família, ter mais qualidade de vida”. A Luciane não me disse isso, porém, é o que sinto quando converso com minha colega jornalista de mais de 20 anos de convivência.

Pois bem, há algumas semanas estou sendo cofre da informação e odeio isso. Finalmente a Luciane Aquino 11938164_10155916010735364_639918239_npublicou a tradicional – não, no caso da Lu não foi tão tradicional assim – nota e anunciou: “Daqui a algumas semanas eu volto pra contar as novidades”. Eu sei de algumas, mas ainda não estou liberado ainda para divulgar. Sim, como ela me falou em off, eu revelo a fonte, mas não o conteúdo.

Mas alguma coisa eu tinha que contar para você leitor. O importante de dizer é que depois de 15 anos de Terra, onde ela começou  em 1999 como editora-executiva de notícias e teve trabalhos como a criação do canal de notícias do portal – onde quase fui âncora, mas essa é outra história. Foco, Felipe! Pois, no Terra, a Luciane foi gerente-geral de conteúdo, gerente de produto de portal, diretora de produto de portal e agora está saindo como Chief Media Officer ou, no bom português, po-de-ro-sa  vice-presidente de Mídia. Afinal, era responsável por toda a cobertura editorial e produtos do Terra em todos os países. Sim! América Latina, Estados Unidos e Espanha! Te mete com a guria de Bagé.

Pois bem, a Luciane saiu, e eu tô proibido de falar sobre o futuro profissional dela. Mas adianto que os diplomas que trouxe de Barcelona – especialização em comunicação digital na Universitat Pompeu Fabra e de Altos Estudos em Comunicação na Universitat Autònoma de Barcelona – não servem apenas para decorar a parede (não, os da Lu não estão pendurados, não se preocupem) ou o LinkedIn. A frase da despedida nas redes sociais, “Tenham a certeza de que meu novo projeto está infusionado desse sangue laranja guerreiro e inovador que todos nós continuaremos produzindo e doando para o resto da vida, não importa onde estejamos. Levo esse DNA com muito orgulho” mostra que a moça que eu conheci na Famecos e com quem depois realizei algumas coberturas políticas (ela pela Zero Hora, eu pela Rádio Gaúcha) em breve se transformará em uma empreendedora digital. Ela já tem até CEP no Bairro Rio Branco/Porto Alegre. Mas isso ela vai revelar nos próximos dias e aí vai acabar a minha agonia de ser cadeado da notícia.

Boa sorte e mais sucesso Lu!