Sartori garante cumprimento de metas em Plano de Segurança, mesmo com falta de efetivo; por Vitória Famer/Rádio Guaíba

Sartori garante cumprimento de metas em Plano de Segurança, mesmo com falta de efetivo; por Vitória Famer/Rádio Guaíba

Destaque Poder Política Segurança

Após o início de um curso de formação para 224 policiais civis, o governador José Ivo Sartori (PMDB) e o secretariado asseguraram, em coletiva de imprensa, no início da tarde de hoje, no Palácio Piratini, que a gestão vem cumprindo o cronograma para melhorar os índices ainda desfavoráveis no âmbito da Segurança Pública no Rio Grande do Sul. Sartori apontou que o governo vem conseguindo atingir as metas do Plano de Segurança, sobretudo, no que se refere ao policiamento ostensivo, mesmo que as entidades de servidores reafirmem o déficit crescente de efetivo.

“Nessa fase, realmente é aquilo que nós determinamos no fim de junho. Estamos cumprindo com o que nos propusemos e vamos avançar cada vez mais, para que até 2018, façamos o cumprimento de tudo aquilo que foi expresso. Agora, se as condições melhorarem, se a economia voltar a funcionar, se houver uma melhor arrecadação e a queda não seja tanta, e que haja condições de fazer o melhor, vamos avançando conforme nós estamos fazendo”, pontuou.

O Piratini convocou, na sexta-feira, mais 530 brigadianos – desses, 424 serão formados como policiais e o restante, de 106, vão para o Corpo de Bombeiros. Porém, os novos PMs só devem chegar às ruas em junho de 2017, após a formação. Ontem, teve início o curso de formação de mais 224 escrivães e inspetores, que também só devem começar a atuar no início do ano que vem.

Já o secretário da Segurança Pública, Wantuir Jacini, questionado sobre a falta de combustível em delegacias do Litoral Norte, afirmou que vai averiguar o caso específico, levantado pela reportagem da Rádio Guaíba nesta terça-feira. ”Quando os recursos vêm da Secretaria da Fazenda, eles são distribuídos dentro das cotas para todas as instituições. E elas recebem as cotas e fazem a administração dessas cotas com suas delegacias, no caso específico. Esse caso (pontual), é um caso de gestão dentro da Polícia Civil, que vou pedir informações para saber o que está acontecendo”, assegurou Jacini.

Com relação aos dados da Segurança Pública, divulgados nos últimos dias, os roubos seguidos de morte tiveram elevação de 34%, passando de 66 para 89 casos; os homicídios registraram crescimento de 6%, passando de 1.203 para 1.276. (Vitória Famer/Rádio Guaíba)

Sinapro RS aposta em diretorias temáticas para atingir metas e consolidar projetos

Sinapro RS aposta em diretorias temáticas para atingir metas e consolidar projetos

Comunicação Notícias Publicidade

Com foco na ampla participação de seus diretores nos projetos a serem executados, a nova gestão do Sindicato das Agências de Propaganda no Estado do Rio Grande do Sul (SINAPRO-RS), empossada há dois meses, aposta na segmentação administrativa por temas como grande diferencial para atingir suas metas. Sob comando do presidente Fernando Silveira foram criadas seis diretorias temáticas (relacionamento com entidades nacionais; relacionamento com grupos e entidades locais; relacionamento com veículos de comunicação e fornecedores; relacionamento com associado; comunicação; contratos, licitações e atividades legais), que trabalharão de maneira integrada e compartilhada, com os diretores passando a compor, pela primeira vez, o Conselho Administrativo da entidade.

No novo modelo cada diretoria passa a ter papeis bem definidos, com o líder de um setor sendo responsável pelo gerenciamento de sua área específica, contando com outros dois colegas para apoio e execução das tarefas. “Ampliamos o número de membros da diretoria, com papeis claros, para melhor atender aos associados. Dessa forma, cada projeto ganhará a velocidade necessária para que seja colocado em prática no tempo certo e conseguiremos melhorar nossos negócios, interagir e proteger ainda mais as nossas agências”, comenta Fernando Silveira.

Mantendo o propósito do Sinapro de fortalecer a gestão das agências de publicidade, Silveira pretende aproximar ainda mais a entidade da Federação Nacional das Agências de Propaganda (Fenapro) e busca meios de proporcionar aos seus associados benefícios que permitam acesso facilitado a ferramentas, softwares e equipamentos para otimizar os negócios. “Pretendemos oferecer planos de descontos para compras coletivas de equipamentos e de serviços nas áreas de alimentação e saúde, por exemplo, ampliando para os nossos associados serviços nas áreas técnicas e financeiras”, aponta Silveira.

O presidente destaca também a implantação efetiva, ainda em fevereiro, do Programa Super Estágio, lançado em novembro passado pelo então presidente Delmar Gentil, em parceria com a ESPM Sul. Pioneiro no País, o programa é voltado a valorizar e qualificar os melhores estudantes de publicidade e propaganda e a desenvolver novos líderes dentro das agências. Cinco universitários entre o quarto e sétimo semestres já foram selecionados para trabalhar em agências da Capital, por meio da avaliação de seus desempenhos acadêmicos e atitudes. O Sinapro é o primeiro sindicato do Brasil reconhecido como agente integrador pelo MEC.

Os estágios deverão iniciar ao longo de março, com acompanhamento direto do primeiro escalão das empresas e dos coordenadores do curso, com o Sinapro atuando como agente integrador e acompanhando o funcionamento do Programa. “Notamos que os novos talentos não estavam mais indo para as agências e o programa atuará nesse sentindo, valorizando esse importante trabalho e permitindo o desenvolvimento de novos profissionais e planos de carreiras”, comenta Silveira.

Conheça as diretorias temáticas do Sinapro

Diretoria de relacionamento com entidades nacionais- Delmar Gentil

Diretoria de relacionamento com grupos e entidades locais- Liana Bazanela

Diretoria de relacionamento com veículos de comunicação e fornecedores- Ligia Lyrio

Diretoria de relacionamento com associado- Juliano Hennemann

Diretoria de comunicação- Arthur Bender

Diretoria de contratos, licitações e atividades legais- Delmar Gentil

Sicredi fecha Expointer 2015 dentro da meta projetada com geração de R$ 101,5 milhões

Economia Expointer Negócios Notícias Poder Política

A participação do Sistema Sicredi na 38ª Expointer foi satisfatória por ter conseguido atingir em 100% o atendimento aos associados que solicitaram crédito rural. Foram cerca de 920 pedidos orlíndicede financiamentos no valor total de R$ 101,5 milhões, com um ticket médio de R$ 110,3 mil em cada pedido, conforme resultados consolidados até às 12h45min deste domingo, dia 6 de setembro. O Sicredi esteve presente com mais de 80 colaboradores disponibilizados pelas suas cooperativas. As linhas PRONAF ligada à Agricultura Familiar foram, mais uma vez, o destaque de solicitações na feira para o Sicredi, gerando mais de 590 pedidos e fechando a cima dos R$ 37 milhões. Na sequência, as linhas do PSI também tiveram bom desempenho, angariando mais de 205  pedidos de financiamentos o que representou e geração de mais de R$ 35 milhões em protocolos. Este ano nossa participação no Programa Mais Água, do governo estadual, para irrigação nas propriedades rurais, foi mais representativa, foram 55 pedidos protocolados que somados totalizam R$ 13 milhões. E mais R$ 16,5 milhões das demais linhas disponíveis, proveniente de 70 pedidos de crédito.

 Para o presidente da Sicredi RS/SC, Orlando Müller(foto), além do crescimento e modernização do agronegócio, a geração de negócios do Sicredi na Expointer foi resultado do trabalho realizado pelas unidades de atendimento durante todo o ano. “Nosso objetivo é cada vez mais apoiar o desenvolvimento sustentável do negócio dos nossos associados E isso, na Expointer, alcançamos em 100% para nossos associados. Todos que nos procuraram conseguimos gerar, de forma adequada aos seus perfis, pedidos de crédito rural”, avaliou Müller. Além disso, o Sicredi reforçou sua tradicional participação no Pavilão da Agricultura Familiar, em parceria com a Fetag, com o deslocamento de um número maior de colaboradores para atendimento aos associados e na confecção de chapéus e coletes ofertados aos produtores.

O Sistema Sicredi também esteve presente nos tradicionais espaços de negociações da feira, com um grande estante no Setor de Máquinas e Implementos Agrícolas, e com a Casa Sicredi na área da Pecuária. Além da equipe de profissionais especializados para indicar qual o melhor produto para a necessidrade de cada associado, os espaços contaram com caixas eletrônicos próprios.