MPF critica denúncia do MP gaúcho contra jornalista e mais nove após ocupação da Fazenda; por Samantha Klein/Rádio Guaíba

MPF critica denúncia do MP gaúcho contra jornalista e mais nove após ocupação da Fazenda; por Samantha Klein/Rádio Guaíba

Destaque Direito Poder Política

A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Federal (MPF) criticou hoje a denúncia do Ministério Público do RS contra um jornalista e outras nove pessoas presas em meio à ocupação da Secretaria da Fazenda, em 15 de junho, no Centro de Porto Alegre. O órgão se manifestou contrário ao que chama de criminalização dos movimentos sociais. Segundo o procurador Fabiano de Moraes, não houve crime por parte dos manifestantes. Ele pondera que, mesmo que alguns equipamentos tenham sido quebrados, o crime teve menor potencial ofensivo, tanto que, contra os menores, o MP arquivou a denúncia.

Moraes entende que, em relação aos adultos denunciados, cabia o mesmo entendimento. “Na minha visão, o arquivamento em relação aos menores foi totalmente correto e há o entendimento de que os adultos também realizaram as mesmas ações dos adolescentes. Aliás, muitos desses maiores têm 18, 19 anos. Essa ocupação não é caso de criminalização”, sustenta. Na prática, a crítica não modifica em nada a representação do Ministério Público, encaminhada ao Judiciário.

O Ministério Público Estadual denunciou hoje o jornalista Matheus Chaparini, do jornal Já, e mais nove pessoas pelos crimes de desobediência e dano qualificado. Chaparini, junto com o cinegrafista Kevin D’arc, foram detidos pela Brigada Militar enquanto cobriam a ocupação realizada por estudantes no prédio da Secretaria da Fazenda.

O advogado do jornalista, Marcelo Bidone, estima que o promotor não tenha tido acesso a vídeos comprovando que Chaparini fazia a cobertura do evento para o jornal. “O promotor tem todas as provas e imagens colhidas durante a realização do inquérito policial. Além disso, há várias testemunhas que podem provar que ele estava trabalhando”, declarou.

O promotor Luís Felipe Tesheiner, da 9ª Vara Criminal de Porto Alegre, sustenta que os denunciados destruíram portas, móveis e um bebedouro, além de um para-brisa de viatura. Ele salientou, em representação, que tanto o jornalista quanto o cinegrafista gritaram “ocupar e resistir” e empurraram os seguranças.

Em comunicados, a Associação Riograndense de Imprensa (ARI) e o Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Sul lamentaram a decisão do MP Estadual.

Oito empresas gaúchas são selecionadas pelo Prêmio MPE Brasil. Representantes de pequenos negócios do Estado receberão visitas dos avaliadores até o dia 15 de março

Direito do Consumidor Economia Negócios Notícias

O Rio Grande do Sul se prepara para o Oscar do Empreendedorismo. Oito empreendedores do Estado foram selecionados e irão receber as visitas dos avaliadores nacionais do MPE Brasil – Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas até o dia 15 de março. Esta é a última etapa antes da escolha das vencedoras, que serão anunciadas no dia 13 de abril, em Brasília.

A premiação é uma iniciativa do SEBRAE, Movimento Brasil Competitivo (MBC), Gerdau e RBS TV. Conta com apoio técnico da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) e o apoio institucional do Fórum QPC (Programas de Qualidade, Produtividade e Competitividade). No Rio Grande do Sul, a premiação é apoiada pelo PGQP (Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade).

Para a gestora do prêmio pelo SEBRAE/RS, Roseli Martins da Rosa, todas as empresas que participaram do MPE Brasil podem se considerar vencedoras, já que a inscrição exige o preenchimento de um questionário de autoavaliação. “Após isso, o empreendedor recebe um diagnóstico que traz pontos fortes e oportunidades de melhoria com foco em gestão, tornando a empresa mais produtiva e qualificada para enfrentar a competitividade do mercado”, analisa.

Roseli informa que a edição 2015 registrou 65.717 candidatas em todo País e 5.063 no Estado. As empresas concorrem nas categorias Agronegócio, Comércio, Indústria, Serviços, Serviços de Educação, Saúde, Tecnologia da Informação e Turismo. Também disputam as categorias de “Destaque Boas Práticas de Responsabilidade Social” e “Destaque de Inovação”.

 

Confira as micro e pequenas empresas gaúchas selecionadas para receber a visita dos avaliadores do Prêmio MPE Brasil 2015:

 

 

Empresa

Cidade Categoria
Sabores da Querência Cambará do Sul Agronegócio
Farmácia Nativa São Lourenço do Sul Comércio e  Responsabilidade Social
Pro Usinagem Caxias do Sul Indústria
Ingabor Borrachas São Leopoldo Indústria
Dental Art Porto Alegre Saúde
Reequilibrio Clínica Porto Alegre Saúde
Assessoria Agropecuária Marcon Dom Pedrito Serviços
Toth Tecnologia Porto Alegre TI e Inovação