Procon Porto Alegre dá dicas para facilitar a troca de presentes

Procon Porto Alegre dá dicas para facilitar a troca de presentes

Cidade Comportamento Crianças Direito Direito do Consumidor Economia Negócios Notícias

Passadas as comemorações do Natal, muita gente precisa trocar algum presente que não serviu ou que não gostou. As lojas de Porto Alegre geralmente fazem as trocas para fidelizar os clientes, mas, mesmo assim, nesta época do ano, as reclamações chegam a 30% a mais que nos outros períodos.

Segundo o diretor executivo do Procon Porto Alegre, Cauê Vieira, “a troca das mercadorias compradas em lojas e supermercados ou a restituição da quantia paga é obrigatória somente se o produto apresentar algum tipo de defeito no prazo de 30 dias para produtos normais e de 90 dias para produtos duráveis. Além disso, o consumidor deve apresentar a nota fiscal ou o comprovante de pagamento”.

Outra dúvida bastante comum diz respeito ao período de trocas, já que muitos estabelecimentos definem que somente podem ser feitas em determinados dias e horários. “Em se tratando de troca por liberalidade do fornecedor, ou seja, aquela que não é imposta por determinação legal, ele pode estabelecer suas rotinas próprias. Já em casos de artigos com defeitos, não cabe a fixação de dia ou horário”, orienta Vieira.

Produtos comprados pela internet, catálogo ou por telefone podem ser devolvidos no prazo de até sete dias a contar do recebimento, mesmo que não apresentem defeitos, e o fornecedor deve devolver o valor pago.

Quem quiser mais informações ou apresentar alguma denúncia deve procurar o Procon Porto Alegre, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Produção, Indústria  e Comércio (Smic), na rua dos Andradas, 686, de segunda a sexta-feira, das 10 às 16h. O Procon também atende pelo telefone (51) 3289-1774, por meio do site www.proconpoa.rs.gov.br e pelo aplicativo App Procon.

FCDL estima queda de 9,5% nas vendas de Natal no RS

FCDL estima queda de 9,5% nas vendas de Natal no RS

Negócios Notícias

Levantamento realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS) apontou queda de 9,5% nas vendas de Natal em 2015, na comparação com o ano passado. A expectativa é de que o varejo tenha faturado R$ 4,4 bilhões, montante 0,5% maior que o de 2014. O resultado, ainda assim, é negativo, se for levada em conta a inflação do período, que chegou a 10%.

O presidente da FCDL-RS, Vitor Koch, salienta que os resultados foram consequência direta do aumento de juros e impostos, que resultaram em queda do nível de emprego e produção e abalaram a confiança do consumidor.

Os presentes mais procurados foram peças de vestuário, brinquedos tradicionais, como bolas e bonecos, e artigos de uso pessoal, como cosméticos e perfumaria. Vendas natalinas no comércio não vinculado a grifes foram mais bem-sucedidas que a média, salientou o estudo.

Varejo gaúcho tem o pior Natal em 14 anos

Varejo gaúcho tem o pior Natal em 14 anos

Cidade Economia Negócios Notícias Porto Alegre

O comércio do Rio Grande do Sul faz um balanço negativo das vendas para o Natal deste ano, pior volume de negócios desde o ano de 2001. Conforme levantamento da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV), os negócios devem registrar uma queda de 10,2% na comparação com igual período do ano passado. A entidade projetava registrar o mesmo desempenho de 2014, somando R$ 5,9 bilhões em vendas. “As crises política e econômica brasileira e a instabilidade crítica das finanças do estado provocaram uma desconfiança e uma prevenção do consumidor. Associado a isso, as chuvas intensas no interior afastou os retardatários das zonas de compra de presentes”, comenta Vilson Noer, presidente da entidade.

Com o resultado, ainda que estejam programadas promoções de saldos para os últimos dias do ano, o comércio do Estado deverá encerrar o ano com um desempenho abaixo em relação ao ano passado. O dirigente aponta iniciativas muito próximas do Natal, como a “Black Friday”, como responsáveis pelo fraco volume de negócios de bens duráveis no ano. “A renda do consumidor não é mais a mesma, o desemprego voltou a atingir a população economicamente ativa e o crédito ficou mais escasso. Entidades da área de eletroeletrônicos, por exemplo, projetam uma queda de 20% no quarto trimestre deste ano para produtos como fogões, lavadoras, refrigeradores”, comenta Noer apontando que estes fatores são essenciais para que o comércio tenha números positivos.

Os dados coletados com 130 entidades do Rio Grande do Sul projetam um tíquete médio de R$ 75,00, dentro da variação projetada incialmente entre R$ 70,00 e R$ 90,00, mas abaixo dos R$ 100,00 que o verificado em 2014. Entre os itens com melhor desempenho estão cosméticos, perfumaria e brinquedos. “Quem ainda dispor de dinheiro vai conseguir bons preços nas promoções de final de ano”, antecipa o dirigente.

 

Natal: confira horários do comércio e serviços nos dias 24 e 25. Supermercados, comércio e bancos reduzem horários de atendimento

Cidade Crianças Negócios Notícias Poder Porto Alegre prefeitura Saúde Segurança Turismo
Natal deste ano deverá ser pior que o de 2014  - Foto: André Ávila/CP Memória
Natal deste ano deverá ser pior que o de 2014 – Foto: André Ávila/CP Memória

A maior parte do comércio e serviços funciona com horários reduzidos nesta quinta-feira (24), véspera de Natal, e fecha no feriado da sexta-feira, dia 25, no Rio Grande do Sul. Confira os horários de atendimento divulgados:

Supermercados: Na Capital, os estabelecimentos abrem no dia 24, com horários similares aos adotados aos domingos — a tendência é de que a maioria feche entre as 19h e 20h. No feriado do dia 25, as lojas estarão fechadas. O Mercado Público também funciona só na véspera, das 7h30 às 17h.
Cada município tem convenção coletiva de trabalho própria, mas, segundo a Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), a maior parte das cidades do interior deve seguir a regra de Porto Alegre.

Comércio: As lojas de shopping centers da Capital têm abertura estendida até a noite de hoje (23) — até 23h ou 24h — e, nesta quinta-feira (24), funcionam apenas até as 18h. Já as lojas de rua abrem até as 19h. Na sexta-feira, a abertura é opcional no turno da tarde, entre 14h e 20h. Conforme o Sindilojas, o comércio só poderá abrir no feriado com atendimento de proprietários, sem os empregados.

Bancos e lotéricas: Os bancos abrem por apenas duas horas nesta quinta-feira da véspera do Natal (24): das 9h às 11h da manhã. A opção para pagar contas é procurar casas lotéricas, que terão sistema funcionando das 8h às 16h. Depois, o sistema bancário só volta a funcionar na segunda-feira (27).

Postos de saúde: Unidades básicas e pronto-atendimentos recebem pacientes, na Capital, até o meio-dia desta quinta-feira (24). As emergências de hospitais têm regime de plantão, em todo o Estado. O Samu atende pelo número 192, em plantão, durante 24 horas. Os hemocentros do Estado atendem até as 11h30 da quinta-feira.

Funcionalismo público: As atividades do serviço público estadual serão mantidas até o final do turno da manhã do dia 24. A Farmácia Popular fecha ao meio-dia e as agências do Tudo Fácil fecham às 13h30. No poder judiciário, não haverá plantão na Defensoria Pública Estadual durante o feriadão e os judiciários Estadual e Federal suspenderão as atividades forenses, de atendimento e de prazos processuais.

Segurança: As instituições de segurança pública funcionam durante as 24 horas de todos os dias do feriadão, em regime de plantão, pelos telefones: Brigada Militar (190), Bombeiros (193), Polícia Civil (197), Comando Rodoviário da Brigada Militar (198), Polícia Rodoviária Federal (191), Defesa Civil (199), Disque Denúncia (181). (Rádio Guaíba e Correio do Povo)

Porto Alegre: Brique de Ipanema terá edição de Natal

Porto Alegre: Brique de Ipanema terá edição de Natal

Cidade Comunicação Crianças Cultura Gastronomia Negócios Notícias Política Porto Alegre prefeitura
Neste domingo, 20 de dezembro, será realizada uma edição especial do Brique de Ipanema, a partir das 10h. O evento extraordinário, alusivo às celebrações natalinas, terá como atração musical a banda Annie Hall Ragtime Group, que se apresenta às 14h30. O Brique funciona na avenida Guaíba, entre a Rua das Laranjeiras e a Avenida Jardim.
A novidade na Zona Sul tem apoio e supervisão da Prefeitura, por meio do Setor de Briques e Feiras da Secretaria Municipal da Indústria e Comércio (Smic). O novo espaço da cidade, inaugurado no início de dezembro, funciona a cada 30 dias, sempre no primeiro domingo do mês.
Nesta semana, com participação da Smic e de expositores, foi realizado um encontro de avaliação sobre o evento de estreia, quando também foram debatidas as diretrizes para o ano que vem. “Temos algumas sugestões para o projeto em 2016, e algumas já começaram a ser praticadas desde a inauguração do Brique, como a participação de artesões convidados, representantes de briques e feiras, ou associações de outras regiões da cidade ou de fora”, informou a coordenadora do Brique de Ipanema, Marcia Morales.
A coordenadora do Setor de Briques e Feiras da prefeitura, Jane Freitas, destacou que o novo espaço tem gerado uma grande procura de artesões que desejam aderir ao projeto. No momento são 40 bancas, mas o número poderá aumentar, inclusive por meio de rodízio entre expositores. “Houve um aumento significativo na demanda por informações sobre como participar do Brique. A repercussão foi muito boa junto à comunidade e as pessoas querem fazer parte do projeto”, explicou Jane.
No local são comercializadas peças de artesanato, artes, antiguidades e alimentos artesanais, conforme previsto pela legislação municipal em vigor. Não é permitida a venda de artigos industrializados. Para participar como expositor são necessários alguns quesitos, como ser credenciados junto à Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (Casa do Artesão) ou possuir licença para a produção e venda de alimentos artesanais junto à Secretaria Municipal de Saúde (SMS).
O Brique de Ipanema tem apoio institucional da Prefeitura (SMTUR, Smic, Smam, SMC), Câmara Municipal, Governo do Estado (FGTAS – Casa do Artesão), Conselho Municipal de Cultura, entidades representativas, comércio local e comunidade.

Grupo Zaffari lança projeto D.N.A. inspirado no filme de Natal

Cidade Comportamento Comunicação Crianças Cultura Economia Educação Gastronomia Negócios Notícias Porto Alegre Publicidade

 

Inspirado em sua campanha de Natal, o Grupo Zaffari está lançando o projeto “D.N.A – Desejos que Narram o Amanhã”. A ideia nasceu das respostas recebidas pelas redes sociais à pergunta “Se você pudesse reviver um dia na sua vida, qual seria?”, tema do aguardado filme de final de ano da empresa. O D.N.A amplia a reflexão para o futuro, convidando os clientes a lançarem seus objetivos e sonhos para os próximos 10 anos. Até o dia 23 de dezembro, clientes do Grupo Zaffari poderão escrever sobre seus planos de vida para o futuro em um hotsite criado especialmente para a ação. Todas as mensagens recebidas serão gravadas em medalhas de metal individuais e armazenadas em uma cápsula especialmente projetada para esse fim, cuja abertura está programada para o ano de 2025.

Ao longo dos próximos dez anos, o Grupo Zaffari incentivará os participantes a realizarem os desejos que foram depositados na cápsula, através de comunicações individuais, campanhas e eventos. Quando a cápsula for aberta, as medalhas serão distribuídas aos seus donos como lembrança de sua adesão ao projeto. O hotsite pode ser acessado através do endereço: natal.zaffari.com.br

Pegando fogo, um presente antecipado para o Natal. Filme em cartaz no Brasil é tema do Mesa de Cinema em versão especial com almoço no Sheraton Porto Alegre

Comunicação Cultura Gastronomia Notícias Porto Alegre

 

 

Sábado, dia 19 de dezembro, a inspiração para mais uma edição do Mesa de Cinema é o filme Pegando Fogo (Burnt) que acabou de entrar em cartaz nos cinemas de Porto Alegre, encerrando o ano em alto estilo em uma parceria com o Sheraton Porto Alegre Hotel e a Paris Filmes. Desta vez, a proposta é um pouco diferente da tradicional. O filme estará à disposição do público antes do encontro de sábado, pois está em cartaz em diversos cinemas. Assim, quem comprar o convite para o evento de sábado (19), ganha o ingresso para o filme e poderá assistí-lo durante a semana, de segunda a quarta, no horário que melhor lhe apetecer.

No sábado, acontece o coquetel e bate-papo com exibição do making off e cenas inéditas do filme. Para o debate, mediado pelo crítico de cinema Roger Lerina, chefs convidados vão conversar sobre as principais cenas do filme: Zi Saldanha, gaúcho que faz parte da edição brasileira do Hell’s Kitchen – Cozinhando sob Pressão, Gérard Durand, cultuado chef francês que atua no Brasil há mais de 30 anos fazendo uma culinária de excelência, e Cesar Sperotto, que trabalha com sous vide e outras técnicas que aparecem no filme. Depois, todos participam do almoço preparado pelo chef Mauro Sousa e equipe do Sheraton e inspirado nos belos pratos que pontuam a trama.

Pegando Fogo (Burnt) mostra a pressão nos bastidores de uma cozinha estrelada e a luta de um chef (o bonitão Bradley Cooper) para recuperar seu prestígio, após ter estado fora do circuito para livrar-se das drogas. Durante todo o filme, entre conflitos e intrigas, um desfile de tentadores pratos estimulam paladar e curiosidade do público. A beleza se estende também para o elenco de talentosos e queridinhos de diversos países como Siena Miller, Emma Thompson, Uma Thurmann, Daniel Brühl e Omar Sy.

Para participar, os contatos podem ser pelo fone (51) 8029.1235 ou e-mail mesaprodutora@gmail.com, solicitando dados para reserva e pagamento. Não será aceito pagamento no local, somente antecipado e por depósito bancário. Valor único por pessoa R$ 155.

SERVIÇO

O que: Mesa de Cinema – edição 85

Filme: Pegando Fogo (Burnt, 2015)

Chef: Mauro Sousa

Local: Sheraton Porto Alegre Hotel

Endereço: Rua Olavo Barreto Vianna, 18 Moinhos de Vento – Porto Alegre

Horário: 11h às 15h

Programação:
11h: Coquetel

11h30min: Debate

12h30min: Almoço

Valor por pessoa: R$ 155 (inclui coquetel, debate, almoço e sessão de cinema antecipada (*)

(*) O filme está em cartaz em diversos cinema da capital. Quem comprar o convite para o evento, ganha um ingresso para assistir ao filme durante a semana no cinema de sua escolha.

Cinemas onde está passando:

CINESPACO WALLIG

ITAU PORTO ALEGRE

CINEFLIX TOTAL PORTO

CMK IPIRANGA BOURBON

CMK BARRA SUL

GNC IGUATEMI SHOPPING

GNC MOINHOS

Brilha Porto Alegre traz o Universo Casuo para a capital gaúcha. Um dos 10 melhores clown do mundo se apresenta nos dias 17 a 19 de dezembro, no Auditório Araújo Vianna.

Cidade Comportamento Comunicação Cultura Notícias Porto Alegre prefeitura

Aplaudido por mais de 12 milhões de pessoas ao redor do mundo entre reis, rainhas e grandes celebridades de Hollywood, o ex-protagonista do show Alegria, Marcos Casuo, excursiona agora por toda América Latina com seu espetáculo. E Porto Alegre será uma das cidades a receber, pela primeira vez, o Universo Casuo – Especial de Natal. O espetáculo é a principal atração da programação do Brilha Porto Alegre – iniciativa do Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Porto Alegre e Região (Sindha), da Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL/POA), e do Sindilojas Porto Alegre, e ocorre de 17 a 19 de dezembro, no Auditório Araújo Vianna. Serão 5 apresentações, sendo dois dias com dois espetáculos (à tarde e à noite). Uma das sessões terá parte dos ingressos destinados às escolas da rede municipal de ensino e à ação do Pedágio do Brinquedo, realizado pela Prefeitura da Capital.
O artista, que se apresentou em 24 países, vem com toda experiência internacional e a sua trupe para um surpreendente espetáculo circense, com música ao vivo, performances acrobáticas, dança e muito humor. “O Auditório Araújo Vianna se tornará um imenso picadeiro,” garante Marcos Casuo. São mais de 21 toneladas de aparelhagem entre palco, som, cenário, figurinos, efeitos especiais, maquiagem artística numa produção 100% brasileira. A trupe de Marcos Casuo é composta por 55 profissionais entre cenógrafos, artistas, músicos, produtores e bailarinos. O enredo é desenvolvido e criado por Casuo e as trilhas sonoras próprias foram criadas por Charlie Dennard e Igor Pimenta.

O Brilha Porto Alegre é uma realização do Sindha, CDL POA e do Sindilojas Porto Alegre, com o apoio institucional da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, apoio do Shopping TOTAL e promoção do Grupo RBS. A programação completa está no site www.brilhaportoalegre.com.br

SERVIÇO:

O quê: Espetáculo Universo Casuo – Especial de Natal
Quando: De 17 a 19/12
Onde: Auditório Araújo Vianna – Av. Osvaldo Aranha, 685 – Parque Farroupilha, Porto Alegre.
Os ingressos vão de R$ 20,00 a R$ 80,00.

Horários do espetáculo:
17/12 às 21h
18/12 às 16h – Sessão gratuita para a Rede Municipal de Ensino e Campanha do Brinquedo
18/12 às 21h
19/12 às 17h30
19/12 às 21h

Pontos de Vendas:
Canais de vendas oficiais (sem taxa de conveniência):
– Bilheteria do Teatro do Bourbon Country:
Endereço: Av. Túlio de Rose, 80 SUC, 301 A Passo D’Areia.
Horário de atendimento: 10h às 22h de segunda a sábado e domingos, das 14h às 20h

Forma de Pagamento: Dinheiro, Cartão de Crédito 1X, Débito, exceto Banricompras.

– Bilheteria do Auditório Araújo Vianna
Somente em dias de apresentação, a partir das 14h.

Canais de venda sujeitos a taxa de conveniência:

– Pelo site: www.ingressorapido.com.br

– Ingresso Rápido Call Center
4003-1212
De segunda a sábado, das 9h às 22h, e domingo, das 12h às 18h.

OBS: Venda Clube do Assinante RBS:
Na compra de um ingresso, ganha o outro no mesmo setor;
Válido somente para compra no ponto de venda físico;
Setor Gold não disponível;
Total de 100 ingressos (100 vendidos = 100 cortesias);
Estão limitados a 15 ingressos por setor/dia;
Ação do clube não é válida para a sessão do dia 18/12 às 16h.

Papai Noel chega de helicóptero para emocionar pais e crianças

Cidade Comportamento Comunicação Crianças Negócios Notícias Porto Alegre
Bom Velhinho alegrou mais de 15 mil pessoas no Shopping Total | Foto: Fabiano do Amaral

Bom Velhinho alegrou mais de 15 mil pessoas no Shopping Total | Foto: Fabiano do Amaral

O Papai Noel chegou na noite de sexta-feira a Porto Alegre. Ele veio de helicóptero e desceu pela chaminé do Shopping Total, alegrando mais de 15 mil pessoas na área central de Porto Alegre. A festa reuniu pais e filhos no pátio do shopping, mas todos pareciam crianças quando o Bom Velhinho se aproximou. A longa espera foi completada por uma série de shows que aconteceram no palco armado na área central do estabelecimento.

Para aquecer a galera, os shows da Banda de Brinquedo, que apresentou músicas infantis. Logo em seguida, o grupo Eu Sou Maria cantou. A Árvore Cantante apresentou músicas gospel de Natal e contou com dançarinas de sapateado.

As crianças aproveitaram os shows para correr, brincar com outras crianças e “incomodar” os pais pedindo pipoca, suco ou para ir no banheiro. A auxiliar de cozinha Miriam Viana, de 31 anos, levou os filhos Matheus, de 8 anos, e Diego, de 6 meses desde o Partenon até o Total. Enquanto Matheus curtia a apresentação e cuidava a torre para ver se o Papai Noel chegava, Diego dormia no colo da mãe. “A gente está gostando muito e acho bacana a festa da chegada do Papai Noel”, comentou ela.

A pequena Eduarda Guma, de 3 anos, aguardava angustiada a chegada do Bom Velhinho. No colo do pai, o industriário Maikell Guma, de 32 anos, Eduarda não tirava os olhos do céu a partir do momento que o helicóptero apareceu. “Ela está curtindo demais. Viemos todos os anos desde que ela nasceu”, explicou o pai. (Nildo Junior/Correio do Povo)

Pesquisa mostra tendências de consumo para Natal 2015

Pesquisa mostra tendências de consumo para Natal 2015

Cidade Comportamento Comunicação Crianças Direito do Consumidor Economia Negócios Notícias Porto Alegre

Pinheirinho farto de presentes, casas enfeitadas, lojas movimentadas. Assim se encaminha o Natal de 2015, segundo pesquisa de intenção de compras encomendada pelo CDL Porto Alegre e Sindilojas Porto Alegre a fim entender o comportamento dos consumidores no período mais importante para o comércio.

O levantamento realizado pela empresa Vitamina Pesquisas estima que a data movimentará R$ 399 milhões este ano, e o gasto médio será um pouco inferior no comparativo com o do ano passado: R$ 538,78, contra R$ 551,59. Mas, como a maioria dos entrevistados pretende colocar, pelo menos, dois pacotes a mais no saco do Papai Noel (sete), o valor por unidade cai de R$ 110 para R$ 76,97.

Roupas seguem liderando o ranking de intenção de compras: 63% dos consultados afirmaram que pretendem presentear amigos e/ou familiares com itens de vestuário. Brinquedos ficaram em segundo lugar (35%), seguidos de perfumaria/artigos de maquiagem e calçados (ambos com 16%). Parcelamento no cartão foi a forma de pagamento citada por 36% dos entrevistados, seguido do cartão de débito (35%) e dinheiro (31%). Cheque pré-datado aparece em último do ranking (1%).

A entrada do 13º salário é um fator considerável na questão das compras de Natal: 12% afirmaram que pretendem utilizá-lo para adquirir os presentes, 7% para pagar dívidas e fazer novas aquisições e 3% utilizarão o benefício nas festas de final de ano. Entre os demais, 23% vão economizar/guardar, 13% quitarão pendências financeiras e 2% reformarão a casa.

Os centros comerciais foram os locais mais lembrados pelos entrevistados para a realização das compras (70%), à frente da loja de rua (37%) e da internet (11%). Um dado interessante é que, na comparação com o ano passado, houve um aumento de seis pontos percentuais na opção por aquisições pela web.

Além disso, mais da metade dos consumidores (57%) disse que irá participar de, pelo menos, um amigo secreto neste Natal. O objetivo é gastar, em média, R$ 68 para presentear familiares e R$ 48 para colegas de trabalho e amigos.  A decoração da casa de 46% dos casos será feita com itens utilizados no ano passado, mas 30% não abrem mão das tradicionais luzinhas piscantes. Outro dado interessante é o fato de que os adereços também são importantes da porta da rua para fora: 35% disseram que a ornamentação das lojas os inspira a comprar.

E, mais uma vez, os porto-alegrenses deverão deixar para abastecer o saco do Papai Noel de última hora. A maioria dos entrevistados afirmou que deve adquirir presentes na semana que antecede à data (31%) ou na anterior (30%). Cerca de 25% pretendem ir em busca dos regalos um mês antes (25%).

Sobre a pesquisa

Foram ouvidos 300 consumidores residentes na Capital – homens e mulheres, com idades entre 18 e 65 anos (ou mais), das classes sociais A, B, C, D e E – no período entre 17 e 23 de outubro.