Hospital Moinhos de Vento lança Núcleo de Medicina Robótica

Hospital Moinhos de Vento lança Núcleo de Medicina Robótica

Comunicação Destaque Notícias Porto Alegre Saúde Tecnologia

Visando expandir seu Programa de Cirurgia Robótica, o Hospital Moinhos de Vento – primeira instituição privada do Sul do Brasil a contar com um programa deste tipo – lançou neste sábado (16) o Núcleo de Medicina Robótica da instituição. A iniciativa vai qualificar mais profissionais e ampliar as especialidades atendidas.

O evento, realizado no Anfiteatro Schwester Hilda Sturm, também foi uma celebração dos resultados positivos do primeiro ano de cirurgias robóticas realizadas no hospital. Neste período foram realizadas 107 intervenções com a utilização de robô, sendo 95% delas na área da urologia. Agora, o projeto será expandido para as áreas de cirurgia geral, torácica, ginecologia, proctologia e cabeça e pescoço.

WhatsApp Image 2019-03-17 at 12.35.29
Evento realizado na manhã de sábado também teve apresentação de resultados do primeiro ano do Programa de Cirurgia Robótica na instituição. Fotos: Leonardo Lenskij

Dentre os principais benefícios da cirurgia robótica estão a precisão no procedimento e a diminuição do tempo de recuperação, o que resulta em menor risco de infecções e, ainda, diminuição de custos com internação.

O superintendente médico do Hospital Moinhos de Vento, Dr. Luiz Antonio Nasi, revelou durante sua participação que mais 25 médicos deverão ser treinados este ano dentro da expansão do programa – atualmente são 17 profissionais capacitados para operar com o auxílio do robô. “ Esse é um projeto estratégico do hospital. O foco é promover a cirurgia minimamente invasiva, que busca maior precisão, rápida recuperação e redução do tempo de hospitalização. É um projeto de sucesso pelos excelentes resultados clínicos e pela animadora dedicação dos nossos cirurgiões”, afirmou Nasi.

Já o superintendente administrativo do Moinhos, Evandro Luis Moraes, aproveitou a oportunidade para compartilhar a informação do início das negociações para a aquisição do robô Da Vinci Modelo XI, a nova geração do Da Vinci SI utilizado atualmente na instituição. Também nas próximas semanas deverá ser recebido um moderno simulador para o treinamento dos médicos do programa.

Conforme o chefe do Serviço de Urologia do Hospital Moinhos de Vento, Dr. Eduardo Carvalhal, há ganhos reais já comprovados nos pacientes submetidos à cirurgia robótica. “Ela facilita muito o acesso a regiões mais complexas do corpo e reduz o desconforto do paciente. O índice de continência imediata – não vazamento de urina após retirada da sonda – foi de cerca de 70%. E muitos recuperaram a função sexual em menos de um mês”, apontou Carvalhal que ressaltou, também, que do ponto de vista do cirurgião, o cansaço é reduzido.

Uma pesquisa que está sendo feita com pacientes atesta os ótimos resultados do trabalho neste primeiro ano e a boa aceitação por parte de quem foi atendido pelo serviço. De acordo com os dados iniciais, 98% dos pacientes contatados recomendariam a cirurgia robótica a outro paciente.

Para o líder do Programa de Cirurgia Robótica, Dr. André Berger, os resultados obtidos são até mesmo superiores aos de grandes centros que trabalham com robótica no mundo. “Esse lançamento do Núcleo legitima o Programa de Cirurgia Robótica do Hospital Moinhos de Vento como referência nacional e até mesmo internacional. Além de oferecer um tratamento com qualidade e segurança aos pacientes e da capacitação dos profissionais associados ao corpo clínico do hospital, o Núcleo irá dar suporte e promover cursos para médicos, estudantes de Medicina e profissionais da área da saúde que não estão vinculados ao programa”, destacou Berger.