INSegurança: Deputado promove debate aberto com Secretário de Segurança Pública na segunda-feira em Porto Alegre

INSegurança: Deputado promove debate aberto com Secretário de Segurança Pública na segunda-feira em Porto Alegre

Agenda Cidade Notícias Poder Política Porto Alegre prefeitura Segurança

Um dos assuntos que mais preocupam e mobilizam os gaúchos atualmente, a segurança pública é tema da Reunião Pública do Mandato que o deputado Tiago Simon (PMDB) realiza na tarde da próxima segunda-feira (27/6).

Para debater iniciativas e soluções para a segurança na Capital, Tiago Simon contará com as presenças do secretário de Estado de Segurança Pública, Wantuir Jacini, e do vice-prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, que farão exposições sobre iniciativas em andamento e previstas para a segurança.

Dia: 27 de junho Horário: 14 horas Local: Assembleia Legislativa do Estado Sala João Neves da Fontoura (Plenarinho)/3º andar

Vice-prefeito de Porto Alegre conhece experiência dos BRTs em Belo Horizonte

Vice-prefeito de Porto Alegre conhece experiência dos BRTs em Belo Horizonte

Cidade Economia Notícias Poder Política Porto Alegre prefeitura

Com o objetivo de comparar os sistemas implantados e compreender o funcionamento dos BRTs, desde a concepção do projeto até a compra de passagens, pontos de embarque e desembarque e operação das estações, o vice-prefeito Sebastião Melo deu prosseguimento, nesta segunda-feira, 23, à agenda em Belo Horizonte. A primeira reunião foi com o prefeito Marcio Lacerda, que fez uma contextualização da sua gestão e dos avanços que a capital mineira vem conquistando em diversas áreas. Depois, Melo visitou as estações de transbordo, acompanhado do presidente da Empresa de Transportes e Trânsito, Ramon Victor Cesar, e o Centro de Operações, utilizado para controlar principalmente os transportes.

Segundo o vice-prefeito de Porto Alegre, que defende que a melhoria da mobilidade urbana passa pela integração dos modais e por novas iniciativas de transporte, como os BRTs, a agenda foi muito proveitosa e permitiu conhecer de perto o modelo que se quer para Porto Alegre. “Valeu a visita, pois com as finalizações das obras dos corredores dos BRTs das avenidas Bento Gonçalves, Padre Cacique e Protásio Alves, agora vem a segunda etapa, que é a construção das estações, e posteriormente o funcionamento das mesmas”, concluiu Melo.

Nesta terça-feira, 24, o vice-prefeito conhecerá a experiência no Rio de Janeiro, para onde ele segue viagem na noite desta segunda, acompanhado do secretário municipal de Gestão, Urbano Schmitt, e do diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari.

Agenda RJ –

9:00 – Visita ao Centro de Controle do BRT onde o sistema será apresentado – Consórcio Rio de Janeiro.  Em seguida uma breve visita pelo CCO Alvorada e visita as obras do Terminal Alvorada e embarque no ônibus articulado. A seguir a comitiva percorre TransOeste/TransCarioca, seguindo pelo eixo Olímpico onde será possível observar as instalações olímpicas e a finalização das obras do TransOlímpica.

15:00 – Visita ao Centro de Operações Rio (COR) – O Embaixador Laudemar Aguiar receberá os visitantes no COR onde fará uma apresentação sobre o Legado Olímpico. Logo após a visita ao COR, seguiremos para uma visita à Praça Mauá localizada no coração do projeto Porto Maravilha. O término da visita está previsto para às 18h00.

BRTs: Vice-prefeito e secretários viajam a Belo Horizonte para conhecer operação do Transporte Rápido por Ônibus

BRTs: Vice-prefeito e secretários viajam a Belo Horizonte para conhecer operação do Transporte Rápido por Ônibus

Agenda Cidade Comunicação Economia Negócios Notícias Poder Política Porto Alegre prefeitura

O vice-prefeito Sebastião Melo já está em Belo Horizonte com o objetivo de conhecer a gestão operacional dos ônibus BRTs na capital mineira. Acompanhado do secretário municipal de Gestão, Urbano Schimidt, e do diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, Melo será recebido na manhã desta segunda-feira pelo prefeito da cidade, Marcio Lacerda. Após reunião na prefeitura, a comitiva deve seguir para as visitas às estações.

imagem156874
Vice-prefeito Sebastião Melo Foto: Ricardo Giusti/PMPA

“Queremos compreender o funcionamento dos BRTs, desde a concepção do projeto até a compra de passagens, pontos embarque/desembarque e operação das estações”, afirmou o vice-prefeito. Segundo Melo, um dos maiores desafios de todas as grandes cidades é justamente a questão da mobilidade urbana. Para ele, a solução passa necessariamente pela integração dos modais e por novas iniciativas de transporte, como os BRTs. “Porto Alegre está inserida neste contexto: já estamos concluindo a obra dos corredores e nosso próximo passo é a implantação dos novos ônibus de transporte rápido”, completou.

Segundo o secretário municipal de Gestão, Urbano Schimidt, a viagem servirá para observar modelos que são aplicados pelo país e provenientes do PAC, com recursos aprovados pela Caixa Econômica Federal. “Vamos comparar esses sistemas com o nosso para evitarmos eventuais equívocos”, disse Schimidt. Após a visita a Belo Horizonte, o vice-prefeito e os secretários seguem para o Rio de Janeiro, onde conhecerão a operação dos BRTs na capital fluminense.

O BRT (Bus Rapid Transit), ou Transporte Rápido por Ônibus, é um sistema de transporte coletivo de passageiros que proporciona mobilidade urbana rápida, confortável, segura e eficiente por meio de infraestrutura segregada com prioridade de ultrapassagem, operação rápida e frequente, excelência em marketing e serviço ao usuário. O sistema BRT não propõe apenas uma mudança na frota ou na infraestrutura do transporte público coletivo. Mas sim um conjunto de mudanças que juntas formam um novo conceito de mobilidade urbana. A implementação de sistemas de trânsito de alto desempenho, eficientes e ecologicamente sustentáveis consta mundialmente da agenda política de planejadores urbanos e ambientais.

Nesse sistema deve ser realizada a substituição permanente do trânsito individual por um atrativo transporte coletivo, promovida a segurança e a proteção para os seus passageiros, a redução de CO² bem como a diminuição de congestionamentos.

Para isso, não há nada mais adequado do que soluções BRT, realizáveis a médio e longo prazo com investimento moderado. São conceitos que se integram homogeneamente nas estruturas urbanas, em tempo hábil como solução plena ou também por etapas.

Origem brasileira

O sistema BRT foi criado pelo arquiteto e na ocasião prefeito da cidade, Jaime Lerner, em Curitiba, no Paraná. As mudanças transformaram a capital em uma cidade de sucesso urbano, renomada em todo mundo. Junto ao BRT vieram projetos sociais inovadores, zonas de pedestres e espaços verdes, além disso, muitas outras cidades brasileiras seguiram o exemplo com sistemas básicos, como São Paulo, Porto Alegre e Belo Horizonte.

Roteiro da visita a Belo Horizonte, dia 23 de maio, segunda-feira:

8h45 – Reunião com o prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda e equipe
10h – Embarque na linha 65 da estação Tamoios, viagem expressa até a Avenida Antônio Carlos e desembarque na estação Vilarinho
15h – Visita ao Centro de Operações de Belo Horizonte (COP-BH)
20h – Embarque ao Rio de Janeiro

 

Eleições 2016: Melo reconhece aumento da insegurança. Candidato a prefeitura de Porto Alegre defende integração e investimento em tecnologia

Eleições 2016: Melo reconhece aumento da insegurança. Candidato a prefeitura de Porto Alegre defende integração e investimento em tecnologia

Cidade Economia Eleições 2016 Negócios Notícias Poder Política Porto Alegre prefeitura

O programa A Cidade É Sua, da Rádio Guaíba, ouviu nesta sexta-feira o segundo pré-candidato à Prefeitura de Porto Alegre em potencial. O atual vice-prefeito da Capital, Sebastião Melo, que vai disputar o Paço pelo PMDB, avaliou a atual gestão e projetou ações para diferentes setores como transporte, infraestrutura, segurança, saúde e assistência social, por exemplo. Ele reconheceu o aumento da insegurança na cidade, mas defendeu integração entre os órgãos com poder de polícia e investimento em tecnologia

O vice-prefeito também reconheceu erros na administração, como brechas na emissão dos carteirões de taxistas, mas destacou que a Copa do Mundo trouxe melhores frutos a Porto Alegre do que para o Brasil como um todo, por exemplo.

O ano de 2016 marca a corrida pela sucessão do prefeito José Fortunati (PDT), que não pode disputar a reeleição. Na semana passada, a primeira entrevistada foi a pré-candidata Luciana Genro, do PSol.

Confira trechos da entrevista de hoje com Sebastião Melo:

Transporte

“Pela primeira vez na história de Porto Alegre, fomos nós que licitamos o transporte público. A partir de fevereiro, vão entrar 300 ônibus novos. A população vai ganhar com a entrada de 25% de uma frota com ar-condicionado. Se nós colocássemos ar-condicionado em toda frota, a passagem iria subir muito e a população estaria disposta a pagar até R$ 5 no valor da passagem, logo na saída?”.

Infraestrutura

“Uma obra que vai mudar o cenário da zona Norte de Porto Alegre é da avenida Severo Dullius. Quem chega em Porto Alegre pega uma via completamente entupida, mas com esta obra nós vamos tirar até 40% do trânsito da Sertório. Aquilo do ponto de vista de economia da cidade é a obra mais fantástica”.

Segurança

“Em primeiro, está muito mal a segurança pública no Rio Grande do Sul então nós temos que fazer um contrato de gestão para atualizar as nossas tecnologias como o cercamento eletrônico, que nós estamos fazendo. Então o aperfeiçoamento tecnológico é um bom caminho”.

Saúde

“A saúde não vai bem, mas a rede de Porto Alegre, ela responde. Quando nós assumimos a Prefeitura em 2005, existiam apenas 50 equipes de saúde de família e hoje nós temos 206. Temos muitos cubanos aqui e se não fosse o Mais Médicos, a situação seria pior. Nós queremos ter 450 equipes de saúde da família. Se eu comparar com o Brasil, Porto Alegre é uma das melhores cidades atendidas pelo SUS”. (Lucas Rivas/Rádio Guaíba)

Projeto Domingo no Parque realizará nove eventos gratuitos no Auditório Araújo Vianna até junho de 2016

Projeto Domingo no Parque realizará nove eventos gratuitos no Auditório Araújo Vianna até junho de 2016

Comunicação Cultura Notícias Poder Política Publicidade

Sabe quando iniciativa privada e poder público se unem em um projeto bacana? Só pode dar coisa boa né? seguinte, hoje a convite da minha amiga Catia Tedesco, fui até o ARAÜJO VIANNA acompanhar o lançamento do projeto Domingo no Parque. Música gaúcha de qualidade e de graça resgatando uma tradição do Auditório nos anos 70. Lá encontrei um monte de gente legal prestigiando o evento: Alice Urbim, Claudinho e Preta Pereira, Marcelo Campos, Paulo Moreira, Rene Goya Filho, Roberta Amaral, Shana Müller, Vicente Nolasco e me perdoem os outros porque era muita gente. Ao contrário de um monte de “caranguejos”que andam por Porto Alegre eu sempre apoiei a “Parceria Público Privada”montada pela prefeitura para aquele Espaço cultural. O ARAÚJO tava caindo aos pedaços e a OPUS, OI e parceiros investiram ali um caminhão de dinheiro para devolver a cidade um local que da orgulho de entrar. A administração municipal tem 25% das datas a disposição dele algo como 90 dias por ano e não consegue usar todas -como nunca conseguiu no passado-. O que fizeram? Ouviram a proposta do Carlos Caramez, que fez todo um estudo de planejamento cultural e juntaram esforços. A prefeitura cedendo seus domingos, o Governo do Estado incentivando através da LIC, a OI patrocinando, a OPUS produzindo e “voilá” teremos espetáculos gratuitos em um local apropriado.

Parabéns ao prefeito José Fortunati, Sebastião Melo, Roque Jacoby que atuaram pela prefeitura e Victor Hugo que agilizou tudo na Secretaria Estadual da Cultura(os quatro estão na foto).  pessoal da Opus que se envolveu e o marketing da OI que vislumbrou uma bela oportunidade de exposição da marca. Ganha todo mundo, principalmente claro o público. Olha aí embaixo o time de artistas que vai se apresentar. Ganham os músicos e quem trabalha com produção que vão ter trabalho e poderão fazer e produzir shows para uma plateia que imagino seja sempre muito grande. Vamos aos detalhes: Estreia nesta semana em Porto Alegre o Domingo no Parque, projeto que reunirá mais de 150 artistas gaúchos no palco do Auditório Araújo Vianna em nove apresentações gratuitas realizadas entre setembro deste ano e junho de 2016. Com espetáculos promovidos uma vez por mês, sempre às 16h e nos domingos, a iniciativa terá uma programação variada com shows de diversos gêneros e espetáculos infantis, incentivando a inclusão cultural no local.

O primeiro evento acontece domingo, dia 27, às 16h, com o show Galpão Criolo Ao Vivo, que terá participação de Shana Müller, Neto Fagundes, Gaúcho da Fronteira, Joca Martins, Renato Borghetti e o tradicional grupo Tchê Garotos. Os ingressos podem ser retirados a partir de amanhã, quinta-feira, dia 24 de setembro, nas lojas Oi, e no dia da apresentação na bilheteria do Auditório Araújo Vianna, a partir das 12h (confira o serviço completo abaixo).

Em outubro, o cronograma segue com a Festa das Crianças, em que a Cia Teatro Novo apresentará a montagem infantil Pinóquio. Ainda neste ano, em novembro haverá o espetáculo Música Afro-Gaúcha, dedicado à música negra e suas manifestações de raiz no sul do país, com a presença de Tonho Crocco, Andréia Cavalheiro, Marcelo Delacroix, Kaubi Tavares, Mestre Borel, os poetas Ronald Augusto e Oliveira Silveira, os grupo Alabê Ôni e Bataclã FC e a mini-bateria dos Imperadores do Samba. Em dezembro será a vez da Tarde de Samba, Pagode e Swing, com Senzala, Novo Extima, Banda Saldanha, Louca Sedução, Sabor de Mel, Pagode do Zico, Sem Comentários, Pagode do Dorinho, Trio Ternura e puxadores de escolas de samba.

Em 2016, o projeto segue a partir de fevereiro com a Tarde do Reggae, com apresentação de Tati e Rafa, do Chimarruts; show da Império da Lã em março; Tributo a Garotos da Rua em abril, com homenagens ao grupo feitas por Bidê ou Balde, Dingo Bells, Acústicos e Valvulados, Papas da Língua, Cartolas, Replicantes, Tenente Cascavel, Tequila Baby, Identidade, Phantom Powers, Frank Jorge, Humberto Gessinger, Mutuca, Júlio Reny, Charles Master e Alemão Ronaldo. O penúltimo evento, em maio, será intitulado Cantoras Gaúchas, com Adriana Deffenti, Nalanda, Nani Medeiros, Marietti Fialho, Ana Lonardi, Loma, Izmália e Fyah Rocha. No encerramento, em junho, haverá a Tarde do Heavy Metal, com Rosa Tattooada, Zerodoze, Distraught, Scelerata, Draco e Cartel da Cevada.

Com apoio institucional da Secretaria de Estado da Cultura e da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre, patrocínio exclusivo da Oi, apoio cultural da Opus Promoções e realização da Eletrola, Ray-Z Produções e Caminho do Mar Soluções Culturais, o Domingo no Parque pretende resgatar a tradição do Auditório Araújo Vianna em apresentar e evidenciar atrações culturais do Rio Grande do Sul. O projeto tem coordenação geral de Carlos Caramez e o objetivo de mostrar espetáculos de qualidade, acessíveis ao grande público e que ajudem no desenvolvimento da produção cultural do Estado.

PROGRAMAÇÃO

27 de setembro de 2015: Galpão Crioulo Ao Vivo

4 de outubro de 2015: Festa das Crianças

22 de novembro de 2015: Música Afro-Gaúcha

20 de dezembro de 2015: Tarde de Samba, Pagode e Swing

21 de fevereiro de 2016: Tarde do Reggae

13 de março de 2016: Império da Lã

17 de abril de 2016: Tributo a Garotos da Rua

8 de maio: Cantoras Gaúchas

26 de junho: Tarde do Heavy Metal

FICHA TÉCNICA

DOMINGO NO PARQUE

Prefeitura de Porto Alegre

Prefeito: José Fortunati

Vice-Prefeito: Sebastião Melo

Apoio Institucional: Secretaria de Estado da Cultura e Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre

Secretário da Cultura: Roque Jacoby

Apoio Cultural: Opus Promoções

Planejamento Cultural e Coordenação Geral: Carlos Caramez

Parceria e Realização: Eletrola, Ray-Z e Caminho do Mar Soluções Culturais

Coordenação Artística: Ray-Z

Coordenação Administrativa e Planejamento Financeiro: Alexandre Candano

Assessoria de Imprensa: Agência Cigana

Coordenação de Redes Sociais: Ângela dos Passos

Coordenação de Leis de Incentivo: Gaya Cultura e Arte

Assessoria Contábil e Tributária: Nardes Gamarra

Estúdios de Ensaios: Estúdio Gorilla

Apoio: Coca-Cola, Vento Norte Som e Luz, Batuque da Música e RBS TV

Patrocínio Exclusivo: Oi

Financiamento: Governo Federal do Rio Grande do Sul / Lei de Incentivo à Cultura

SERVIÇO

Primeiro evento do Domingo no Parque

Galpão Crioulo

Com Shana Müller, Neto Fagundes, Gaúcho da Fronteira, Joca Martins, Renato Borghetti e Tchê Garotos

Dia 27 de setembro

Domingo, às 21h

Auditório Araújo Vianna (Av. Osvaldo Aranha, 685)

www.oiaraujovianna.com.br

ENTRADA FRANCA MEDIANTE APRESENTAÇÃO DE INGRESSOS

RETIRADA DE INGRESSOS

Nas lojas Oi (a partir de quinta-feira, dia 24 de setembro)

Shopping Total (Av. Cristóvão Colombo, 545)

Andradas (Rua dos Andradas, 1432 ou 1237)

Shopping Iguatemi (Av. João Wallig, 1800)

Shopping Praia de Belas (Av. Praia de Belas, 1181)

Na bilheteria do Auditório Araújo Vianna (somente no domingo, dia 27 de setembro, a partir das 12h)

Cinco interessados no transporte coletivo de Porto Alegre

Cinco interessados no transporte coletivo de Porto Alegre

Cidade Notícias

(Atualizado às 15h45)

Foto: Felipe Vieira
Prefeito José Fortunati e vice Sebastião Melo acompanharam a abertura de envelopes no auditório da EPTC (Foto: Felipe Vieira)

Quatro consórcios e uma empresa disputarão os seis lotes da licitação do transporte coletivo da capital gaúcha. Após receber os envelopes, em reunião realizada na tarde desta segunda-feira, os advogados da EPTC realizaram uma checagem dos documentos e anunciaram o nome da empresa ou consórcio interessada em participar do certame. Estão aptas a concorrer a empresa Stadbus e os Consórcios Via Leste (VAP e coligados), MOBI (Sopal e coligados), Consórcio SUL (Trevo e coligados) e por último o Consórcio Sudeste (Sudeste e coligados) . O prefeito José Fortunati acompanhou a abertura dos envelopes.

Recebidas as propostas, a EPTC tem agora dois meses para analisar se estão adequadas ao que prevê o edital. A expectativa é de que o início da prestação de serviço só ocorra em 2016.

O preço das passagens varia entre 3,2803 para uma proposta no lote 1 e R$4,2202 no lote 4. Na verdade, esses preços influirão para se saber o vencedor da licitação, mas depois eles serão recalculados para formação da tarifa social única que é administrada pela Câmara de Compensação Tarifária. O novo edital, dividido agora em seis lotes, com exploração do serviço por 20 anos, prevê, para um maior conforto da população, a ampliação gradual de ar-condicionado na frota, para não pesar no preço da tarifa. No prazo máximo de 10 anos, 100 % da frota terá ar-condicionado, sendo 25% já no primeiro ano, em todos os lotes das bacias.

A licitação define ainda como itens de qualificação do serviço a previsão de acessibilidade em toda a frota; a ocupação de, no máximo, quatro pessoas por metro quadrado, diferente dos seis usuários atuais por metro quadrado; um aumento projetado de 72 veículos na frota atual de 1.709 ônibus; e instalação de GPS em toda a frota, entre outros avanços em relação ao atendimento prestado atualmente na cidade. Serão criados, também, um Conselho de Usuários, para acompanhar todo o processo de concessão do sistema, e o Sistema de Qualidade de Serviço, para analisar, através de indicadores de desempenho, o grau de qualidade do atendimento prestado à população. O controle poderá resultar em penalizações para as empresas exploradoras do serviço, com multas revertidas para a qualificação do sistema.

Na terceira tentativa de licitar o serviço, em vez de estabelecer custos fixos aos operadores, a Prefeitura condicionou os investimentos ao retorno financeiro durante o período de exploração do transporte, de 20 anos. Embora ainda considerem a proposta da Prefeitura rígida, os operadores garantem ter condições de oferecer as melhorias exigidas, como ar condicionado imediato em 25% da frota. No prazo máximo de 10 anos, 100% da frota deve ter climatização.

O edital ainda divide o sistema em seis lotes de três bacias. Cada empresa pode assumir até dois deles. Hoje, há quatro áreas, sendo três operadas pela ATP e uma pela companhia pública Carris. Assumirão o sistema aquelas que oferecerem menor tarifa aos usuários. Depois da definição, as empresas terão seis meses para fazer os investimentos mínimos estabelecidos. Assim, a renovação da frota deve pesar no reajuste da passagem no início de 2016, quando também vai ser negociado o dissídio dos motoristas e cobradores. O valor ainda não foi estimado, mas a Prefeitura garante que há tetos para o índice de reajuste que evitarão que o custo aos usuários seja abusivo.

Ao final da entrevista, o prefeito comentou o resultado da reunião.

(Com informações da Rádio Guaíba.)