Parceria entre Agas, Sebrae/RS, Farsul e Senar/RS qualifica produtores gaúchos de hortifrutigranjeiros.

Parceria entre Agas, Sebrae/RS, Farsul e Senar/RS qualifica produtores gaúchos de hortifrutigranjeiros.

Destaque Negócios

Em 2018 segue a parceria entre Agas Sebrae/RS, Farsul e Senar/RS para qualificar gratuitamente produtores de hortifrutigranjeiros em todo o Rio Grande do Sul através do programa Juntos para Competir. No dia 8, foi realizada a primeira reunião do ano para a divulgação do cronograma de ações da campanha, no Sebrae/RS em Porto Alegre. O objetivo é qualificar a produção e a comercialização conforme as necessidades e exigências legais do mercado, garantindo ao consumidor a procedência do produto.

O programa também visa aumentar o nível de gestão dos horticultores através da implementação de ferramentas de gestão, melhorar a qualidade dos produtos entregues aos fornecedores e manter ou aumentar os canais de comercialização. O projeto pretende obter aumento no percentual de clientes (empresas) que registram as informações referentes ao processo produtivo visando a rastreabilidade. Entre as abordagens referentes às boas práticas agrícolas estão ações que proporcionem segurança das pessoas (trabalhadores e consumidores) e alimentar, meio ambiente e bem-estar animal. Dentro do processo ocorrerão atividades coletivas, encontros nas propriedades rurais, entregas de planos de ação e avaliação de conformidade.

SEBRAE/RS lança Projeto Loja na Moda em Porto Alegre e Cachoeirinha

Novidade voltada para micro e pequenas empresas vai ajudar a superar grandes desafios do setor em tempos de crise

É preciso vender (e comprar) melhor. O novo projeto do SEBRAE/RS voltado para o varejo de confecções vai ajudar as empresas a planejar a aquisição de mercadorias para conseguir melhores resultados junto aos consumidores. Serão dois grupos Loja na Moda, um com 20 vagas em Porto Alegre e outro também com 20 participantes em Cachoeirinha, que também vai atender os empresários de Gravataí. As inscrições estão abertas até o final de maio e podem ser solicitadas diretamente pelo telefone (51) 99702-2406 (por Whatsapp).

O gestor do projeto pelo SEBRAE/RS, Antônio de Pádua Melo Junior, conta que a iniciativa surgiu a partir de uma pesquisa desenvolvida no ano passado no Estado. “Ouvimos representantes importantes do segmento varejista e entendemos a necessidade de resolver o gargalo do volume de estoque”, relata. Além dos lojistas do segmento de vestuário, comerciantes de calçados, bijuterias e óticas também podem participar. “A ideia é ajudar as empresas a melhorar suas compras em termos qualitativos e quantitativos, entendendo o perfil de seus clientes e, com isso, reduzindo o desperdício”, explica o gestor.

Para apoiar esse planejamento, os participantes terão acesso a cursos, wokshops, palestras e consultorias com profissionais especializados em varejo de moda. As atividades serão desenvolvidas entre os meses de junho e dezembro de 2017. O Projeto Loja na Moda conta com a parceria do Sindilojas em Porto Alegre, que subsidiará 30% das inscrições. Em Cachoeirinha, o SEBRAE/RS desenvolverá as atividades em parceria com a Associação Comercial de Cachoeirinha/Câmara dos Dirigentes Lojistas (ACC/CDL).

Negócios: BaitaKão marca presença na NRA Show 2017

Negócios: BaitaKão marca presença na NRA Show 2017

Negócios Notícias

A gerente de marketing do Baitakão, Agnicayana Posser, integra a missão empresarial do SEBRAE/RS que selecionou 14 empresários gaúchos para participar da NRA Show 2017, considerada a maior feira para o setor de bares e restaurantes no mundo, realizada anualmente em Chicago, nos Estados Unidos. A atividade internacional da comitiva gaúcha terá duração de nove dias, incluindo visitação à feira, que acontece entre os dias 20 e 23 de maio.

O grupo embarca dia 17 e retorna em 25 de maio. De Caxias do Sul apenas três restaurantes estarão representados na missão do SEBRAE/RS, entre eles o Baitakão, que pela primeira vez integra a missão empresarial e em 2017 completou 45 anos de trajetória.

“Vamos conhecer as tendências da gastronomia mundial para aplicação no nosso negócio, já que a inovação está e sempre esteve no DNA do BaitaKão ao longo desses 45 anos”, destaca Agnicayana.

Palco das principais novidades, informações e tendências do setor de alimentação, a NRA Show recebe anualmente mais de 60 mil visitantes e 2 mil expositores, classificados em mais de 900 categorias, vindos de 100 países. O evento engloba uma ampla área de exposição, com quatro pavilhões de máquinas, equipamentos, novidades em tecnologia e soluções específicas para vários segmentos do setor de alimentação fora do lar.

Negócios: Empreender para mudar. Com apoio do SEBRAE/RS, engenheira química de Porto Alegre abre uma loja de brinquedos educativos

Negócios: Empreender para mudar. Com apoio do SEBRAE/RS, engenheira química de Porto Alegre abre uma loja de brinquedos educativos

Cidade Negócios Notícias

Abrir uma empresa pode ser uma iniciativa movida em função do sonho de empreender ou como alternativa de renda diante da crise econômica. Seja qual for a situação, planejar e buscar apoio é fundamental. É o caso da empresária Adriana Wassermann, que deixou a profissão de engenheira química para abrir o próprio negócio, e encontrou no SEBRAE/RS o suporte para dar o pontapé inicial e crescer diante dos novos desafios.

Conforme observa a assistente técnica da Regional Metropolitana do SEBRAE/RS, Elizangela Zanetti da Silva Pereira, essas duas situações são muito presentes no relato de quem formaliza uma empresa. “Há o caso de quem ficou sem emprego, mas também tem muitos exemplos de quem quer apenas diversificar os negócios, fazendo algo que traga mais satisfação pessoal”, explica.

Um exemplo é o da engenheira química Adriana Wassermann. Ela procurou o SEBRAE/RS para impulsionar o negócio que havia registrado como Microempreendedor Individual, a loja virtual de brinquedos educativos Vira Lua. “A Adriana é muito organizada e tem objetivos definidos, precisava apenas de orientação para adequar o canal de vendas”, relembra a técnica.

O histórico profissional de Adriana está na bem-sucedida carreira de engenheira química, profissão que lhe rendeu o mestrado na área de reciclagem de plásticos e uma especialização em liderança estratégica de negócios e pessoas. “Eu fui criada no meio de brinquedos educativos, feitos de madeira, essa sempre foi uma grande paixão para mim”, conta a empreendedora. O processo de mudança veio com a gravidez. A possibilidade de passar mais tempo com o filho, hoje com três anos, e fazer o que tinha vontade, foram duas razões para pedir demissão. “No exterior há muitas lojas assim, mas aqui é difícil encontrar estabelecimentos especializados”, ressalta Adriana, identificando a oportunidade de negócio.

Em dezembro de 2015, o projeto já estava no ar, mas o retorno ainda não era como esperado. Foi então que Adriana recebeu orientação do SEBRAE/RS. “Eu participo de feiras e eventos para este segmento, e as vendas sempre são muito boas, e todo mundo me perguntava onde ficava a loja física”, relembra Adriana, que resolveu investir em um ponto fixo na Capital.

Após pesquisa de locais e fornecedores, a Vira Lua será inaugurada no início de setembro, na Galeria Central Park, loja 119 (Avenida Mostardeiro, número 333, em Porto Alegre). O projeto é grandioso, e a empresária está confiante no investimento. “Tenho apoio pedagógico da minha irmã, que é psicóloga, então todos os produtos seguem a proposta de estimular o aprendizado”, conta. Além da venda de brinquedos, a loja terá uma brinquedoteca, para que as crianças experimentem os itens disponíveis; cantinho da leitura com obras educativas de autores gaúchos; e um futuro espaço para venda de outros produtos infantis, como roupas e calçados.

“Estou completamente feliz e realizada com a mudança, e agradeço sempre ao apoio que tive do SEBRAE/RS nessa jornada”, comemora. A loja continuará com o endereço online, que passará por algumas mudanças em função da loja física. O endereço é www.viralua.com.br

SEBRAE/RS abre chamada pública para eventos internacionais

SEBRAE/RS abre chamada pública para eventos internacionais

Agenda Agronegócio Economia Negócios Notícias Saúde

Os empreendedores de micro e pequenas empresas e Microempreendedores Individuais que atuam nos segmentos de salões de beleza, estéticas e indústria de cosméticos, além de negócios de alimentação, bebidas e gastronomia terão duas importantes oportunidades para conhecer o mercado no exterior. O SEBRAE/RS abriu chamada pública para a composição de missões empresariais neste segundo semestre de 2016. Os editais estão publicados no site do Sebrae e as inscrições para participar das seleções são gratuitas.

As duas missões internacionais são para a Feira Belleza Y Salud, de 17 a 21 de agosto, em Bogotá, na Colômbia, e a Feira Sial Paris, de 16 a 20 de outubro, na França. O prazo de inscrições para a primeira é até o dia 15 de julho e o prazo para a segunda é 5 de agosto. Em cada um dos projetos, há 10 vagas disponíveis.

evento_belleza
Belleza y Salud, Bogatá/Colômbia

Conforme o edital das Chamadas Públicas, o SEBRAE/RS deverá selecionar micro ou pequenas empresas ou Microempreendedores Individuais que estiverem corretamente inscritos com documentações válidas. A técnica da Gerência Setorial da Indústria, Comércio e Serviços do SEBRAE/RS Márcia Thier observa que o objetivo da instituição ao convocar e apoiar empreendedores gaúchos nos eventos internacionais é proporcionar oportunidades para que eles desenvolvam novos mercados, parcerias, representações ou distribuições a fim de consolidar planos de exportações.

“Há também a questão didática de incentivar que os líderes de pequenos negócios obtenham conhecimento em novas tecnologias, inovações, produtos e processos e possam incorporar ou planejar melhorias em suas próprias empresas aqui no Estado”, argumenta. A participação dos selecionados não tem restrições quanto a eventos anteriores e não há a obrigatoriedade de que sejam clientes em projetos do SEBRAE/RS. “Contudo, aquelas que estão de alguma forma vinculadas à instituição não podem estar inadimplentes. Após a entrega de documentação e preenchimento de cadastro conforme o edital, um Comitê Técnico analisará o conteúdo e divulgará o resultado”, esclarece Márcia.

Para ambas as missões empresariais o SEBRAE/RS vai subsidiar 30% do valor do pacote de viagem e coordenar as orientações técnicas para que os empresários tenham os melhores aproveitamentos nas visitas aos eventos. “Os profissionais que acompanham as missões internacionais realizam estudos antecipadamente e até mesmo preparam informes sobre focos de atenção que devem ser vistos com o olhar de adaptações para a realidade gaúcha”, comenta a técnica.

Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone 0800-570-0800.

Porto Alegre implementa a Lei Geral das MPEs. SEBRAE/RS fará o reconhecimento formal ao município nesta quinta-feira durante cerimônia no Salão Nobre da Prefeitura

Porto Alegre implementa a Lei Geral das MPEs. SEBRAE/RS fará o reconhecimento formal ao município nesta quinta-feira durante cerimônia no Salão Nobre da Prefeitura

Cidade Economia Negócios Notícias Política Porto Alegre prefeitura

A Capital gaúcha agora faz parte dos municípios que implementaram a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. O certificado e o selo de reconhecimento pelo incentivo ao empreendedorismo serão entregues pelo diretor-superintendente do SEBRAE/RS, Derly Fialho, ao prefeito José Fortunati, no dia 24 de março, às 10h, no Salão Nobre da Prefeitura (Praça Montevidéu, 10, Centro).

Conforme explica a técnica de Políticas Públicas da Regional Metropolitana do SEBRAE/RS, Paula Nicolini, o processo de implementação da Lei Geral iniciou-se em 2013, com o objetivo de desburocratizar a abertura de empresas e, consequentemente, estimular a geração de renda e a economia local. “Em 2014, a prefeitura realizou as primeiras licitações exclusivas para micro e pequenas empresas (MPEs). Hoje, elas representam 18,33% das compras da prefeitura”, relata. De acordo com a legislação, as aquisições com valor de até R$ 80 mil devem ser, obrigatoriamente, contratadas de MPEs.

Para estimular o processo de implementação da Lei, a prefeitura nomeou dois Agentes de Desenvolvimento, Fabio Luis Branchi e Jadson Costa, que assumiram o cargo no início de 2014, e desde então atuam em ações para garantir a aplicação da iniciativa. “Foi um trabalho interno de fiscalização, diálogo entre secretarias, para garantir a correta realização das etapas”, comenta Costa. Além disso, os agentes participaram de encontros, assistiram palestras e buscaram referências em outros municípios para aprimorar o trabalho na Capital. “Melhoramos processos e garantimos que cada requisito necessário estivesse de acordo”, ressalta. O agente adianta que um dos próximos passos é a implantação da Sala do Empreendedor, espaço que centralizará informações e registro de empresas.

Sobre a Lei Geral das MPEs

A Lei 123/2006 oportuniza uma série de benefícios para os pequenos negócios, sobretudo na geração de emprego e renda e no fortalecimento das micro e pequenas empresas. A Lei Geral da Micro e Pequena Empresa já foi implementada em 229 cidades gaúchas.

SEBRAE/RS lança novo serviço de consultoria. O atendimento, realizado dentro da empresa, destaca-se pelo caráter personalizado

Economia Negócios Notícias Poder Política

Para auxiliar os pequenos negócios a potencializar seus resultados, o SEBRAE/RS oferece a Consultoria em Gestão. O novo produto leva até as micro e pequenas empresas (MPEs) soluções que possam contribuir para o aprimoramento das práticas administrativas.

Conforme explica o técnico do SEBRAE/RS Saulo Roberto Henrich Morschel “a proposta da nova consultoria é de que possa resolver problemas da gestão dos pequenos negócios através da implantação de ferramentas adaptadas à sua realidade”, disse. A Consultoria em Gestão pode ser contratada nas áreas de estratégia, finanças, pessoas, marketing e vendas, ou em plano de negócios.

O item auxilia o futuro empreendedor a compreender melhor sua ideia com relação ao mercado, os recursos necessários, o modelo de operação, a análise da viabilidade do negócio e o prazo de retorno do investimento.

Para quem já tem o seu empreendimento, o atendimento inicia com a realização de um diagnóstico. “Esse mapeamento das necessidades do cliente é realizado em uma unidade do SEBRAE/RS”, aponta Morschel. Nas etapas de consultoria, serão realizadas visitas periódicas para aplicação de ferramentas, com emissão de relatórios pelo consultor, em um intervalo mínimo de sete dias e máximo de 20 dias. Até 60 dias após a implantação das ferramentas de gestão disponibilizadas pela consultoria contratada, será realizada visita de acompanhamento para esclarecimentos finais.

“O objetivo da Consultoria em Gestão é que o empresário possa alcançar resultados e, com isso, tornar-se mais competitivo”, afirma o técnico. Para mais informações basta entrar em contato através da Central de Relacionamento, no telefone 0800-570-0800, ou na unidade de atendimento mais próxima.

Oito empresas gaúchas são selecionadas pelo Prêmio MPE Brasil. Representantes de pequenos negócios do Estado receberão visitas dos avaliadores até o dia 15 de março

Direito do Consumidor Economia Negócios Notícias

O Rio Grande do Sul se prepara para o Oscar do Empreendedorismo. Oito empreendedores do Estado foram selecionados e irão receber as visitas dos avaliadores nacionais do MPE Brasil – Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas até o dia 15 de março. Esta é a última etapa antes da escolha das vencedoras, que serão anunciadas no dia 13 de abril, em Brasília.

A premiação é uma iniciativa do SEBRAE, Movimento Brasil Competitivo (MBC), Gerdau e RBS TV. Conta com apoio técnico da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) e o apoio institucional do Fórum QPC (Programas de Qualidade, Produtividade e Competitividade). No Rio Grande do Sul, a premiação é apoiada pelo PGQP (Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade).

Para a gestora do prêmio pelo SEBRAE/RS, Roseli Martins da Rosa, todas as empresas que participaram do MPE Brasil podem se considerar vencedoras, já que a inscrição exige o preenchimento de um questionário de autoavaliação. “Após isso, o empreendedor recebe um diagnóstico que traz pontos fortes e oportunidades de melhoria com foco em gestão, tornando a empresa mais produtiva e qualificada para enfrentar a competitividade do mercado”, analisa.

Roseli informa que a edição 2015 registrou 65.717 candidatas em todo País e 5.063 no Estado. As empresas concorrem nas categorias Agronegócio, Comércio, Indústria, Serviços, Serviços de Educação, Saúde, Tecnologia da Informação e Turismo. Também disputam as categorias de “Destaque Boas Práticas de Responsabilidade Social” e “Destaque de Inovação”.

 

Confira as micro e pequenas empresas gaúchas selecionadas para receber a visita dos avaliadores do Prêmio MPE Brasil 2015:

 

 

Empresa

Cidade Categoria
Sabores da Querência Cambará do Sul Agronegócio
Farmácia Nativa São Lourenço do Sul Comércio e  Responsabilidade Social
Pro Usinagem Caxias do Sul Indústria
Ingabor Borrachas São Leopoldo Indústria
Dental Art Porto Alegre Saúde
Reequilibrio Clínica Porto Alegre Saúde
Assessoria Agropecuária Marcon Dom Pedrito Serviços
Toth Tecnologia Porto Alegre TI e Inovação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SEBRAE/RS leva unidades móveis para o interior do Estado. Atendimentos serão realizados em 24 municípios

Economia Negócios Notícias

Os empreendedores gaúchos terão mais uma oportunidade de buscar orientações para seus negócios. O circuito das unidades móveis do SEBRAE/RS em fevereiro está definido e vai beneficiar cidades em seis regiões. No Norte, serão atendidas Ametista do Sul, Barra Funda, Novo Barreiro e Ipiranga do Sul. Na região do Planalto, a ação vai chegar a Marau. No Noroeste, serão contempladas as cidades de Tiradentes do Sul, Tenente Portela, Esperança do Sul, Três Passos, São José do Inhacorá, Braga e Humaitá. Na Serra, os atendimentos ocorrerão em Picada Café, Canela, Nova Petrópolis, Muitos Capões, Pinhal da Serra, Esmeralda, Campestre da Serra, São José dos Ausentes, Bom Jesus e Monte Alegre dos Campos. Na Região Metropolitana, a unidade chegará a Viamão. E, no Vale dos Sinos, a iniciativa beneficiará os empresários de Capela de Santana e Triunfo.

A gestora responsável pela iniciativa, a técnica do SEBRAE/RS Roseli Martins da Rosa, explica que “as unidades móveis representam uma ação que aproxima, ainda mais, a instituição dos empreendedores, ao facilitar o acesso e apresentar a eles as ferramentas necessárias para potencializar o empreendedorismo local”. O objetivo da ação itinerante é levar orientação e apoio aos Microempreendedores Individuais, proprietários de micro e pequenas empresas e também aos interessados em abrir seus próprios negócios.

Em cada unidade móvel, um técnico do SEBRAE/RS fica disponível para orientar os empresários e também aqueles que pretendem empreender. São prestadas informações sobre formalização e suas vantagens, assessorias gratuitas, Declaração Anual do Microempreendedor Individual (MEI), encaminhamento para os cursos do SEBRAE/RS, entre outras soluções oferecidas pela instituição.

Confira o roteiro das ações por região no mês de fevereiro:

Serra Gaúcha

3 e 4/2 – Canela – das 9h às 12h e das 13h às 17h – na antiga Estação Férrea – em frente à Praça João Corrêa – Rua Largo da Fama s/n

5/2 – Nova Petrópolis – das 9h às 12h e das 13h às 17h – Rua Coberta

16/2 – Muitos Capões – das 9h às 12h e das 13h às 17h – Rua Dorval Roveda, 950 – em frente à Prefeitura

17/2 – Pinhal da Serra – das 9h às 12h e das 13h às 17h – Av. Luiz Pessoa da Silva Neto, 1294 – em frente à Prefeitura

18/2 – Esmeralda – das 9h às 12h e das 13h às 17h – Av. São João, 1391 – em frente à Prefeitura

19/2 – Campestre da Serra – das 9h às 12h e das 13h às 17h – na Praça Municipal Raul Luiz Gobbi

23/2 – São José dos Ausentes – das 9h às 12h e das 13h às 17h – na Praça Municipal – em frente à Igreja

24 e 25/2 – Bom Jesus – das 9h às 12h e das 13h às 17h – na Praça Rio Branco – no centro

26/2 – Monte Alegre dos Campos- das 9h às 12h e das 13h às 17h – na Avenida Pedro Zamban, 1000 – em frente à Prefeitura

Norte

3/2 – Barra Funda – das 9h às 12h e das 13h às 17h – junto à Prefeitura Municipal

4/2 – Novo Barreiro – das 9h às 12h e das 13h às 17h – junto à Prefeitura Municipal

19/2 – Ipiranga do Sul – das 9h às 12h e das 13h às 17h – junto à feira do município – 3ª abertura da colheita de soja 2016

Planalto

11 e 12/2 – Marau – das 9h às 12h e das 13h às 17h – junto à Praça Central

Noroeste

3/2 – Esperança do Sul – das 9h às 12h e das 13h às 16h – na Prefeitura

4/2 – Três Passos – das 9h às 12h e das 13h às 17h – na Praça da Bandeira

10/2 – São José do Inhacorá – das 14h às 17h – na Prefeitura

11/2 – Braga – das 9h às 12h e das 13h às 17h – na Praça Central

12/2 – Humaitá – das 9h às 12h e das 13h às 17h – na Prefeitura

Região Metropolitana

23 e 24/2 – Viamão – das 10h às 12h e das 13h às 17h – junto à Prefeitura Municipal

Vale dos Sinos

25/2 – Capela de Santana – das 10h às 12h e das 13h às 17h – junto à Prefeitura Municipal

26/2 – Triunfo – das 10h às 12h e das 13h às 17h – junto à Prefeitura Municipal

SEBRAE/RS disponibiliza cartilhas gratuitas para micro e pequenas empresas

SEBRAE/RS disponibiliza cartilhas gratuitas para micro e pequenas empresas

Notícias

Sabe onde buscar as respostas sobre os rumos do negócio, a melhor promoção para a sua loja, planejamento ou contabilidade da empresa? Uma opção são as cartilhas O Empreendedor quer Saber, uma série com cinco diferentes temas, que são oferecidas gratuitamente nas unidades do SEBRAE/RS em todo Estado e também estão disponíveis para download no site da entidade. Para ter acesso, basta cadastrar a empresa na página www.sebrae-rs.com.br.

O gestor de soluções do SEBRAE/RS, Ivandro Rosa de Moraes, conta que a proposta nasceu no início do ano e continua rendendo novos temas. “A primeira trata de dúvidas gerais com o título O Empreendedor quer Saber”, conta. Depois dessa edição, vieram as temáticas sobre Gestão de Pessoas, Vendas e uma voltada para o produtor rural. “Nesta semana, estamos lançando virtualmente a cartilha de finanças”, revela.

A ferramenta é um sucesso, tanto que a primeira edição geral, com 10 mil exemplares, já está esgotada. Um dos diferenciais da cartilha é a construção em forma de perguntas e respostas, o que facilita a leitura e a compreensão. Também a origem das dúvidas reforça a pertinência dos assuntos abordados. “Questionamentos dos próprios empreendedores durante os atendimentos compõem os conteúdos das cartilhas. São referências do dia a dia dos empresários, o que gera uma identificação imediata”, observa Moraes. “O material foi elaborado com base no conhecimento dos especialistas do SEBRAE/RS e visa a contribuir para a criação e o fortalecimento dos pequenos negócios do Rio Grande do Sul”, conclui.