Feriado altera horários de comércio e serviços em Porto Alegre. Operação Viagem Segura intensificará fiscalização nas estradas gaúchas

Feriado altera horários de comércio e serviços em Porto Alegre. Operação Viagem Segura intensificará fiscalização nas estradas gaúchas

Cidade Destaque Porto Alegre
Operação Viagem Segura intensificará fiscalização nas estradas gaúchas. Foto: Guilherme Testa/CP
Operação Viagem Segura intensificará fiscalização nas estradas gaúchas. Foto: Guilherme Testa/CP

Alguns serviços deverão parar e outros terão horários diferenciados na terça-feira em Porto Alegre, em função do feriado de 20 de Setembro. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), funcionarão apenas as Unidades de Pronto Atendimento Lomba do Pinheiro, IAPI, Bom Jesus e Cruzeiro do Sul. Os serviços hospitalares de emergência vão ocorrer no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) e Hospital Materno Infantil Presidente Vargas. A SMS informa que os postos de saúde, fechados na terça, funcionam normalmente na segunda-feira. O Samu segue à disposição pelo 192. No setor jurídico, o Tribunal de Justiça atenderá em regime de plantão. A Defensoria Pública atenderá normalmente.

No comércio, algumas lojas funcionam. Segundo o Sindilojas, estabelecimentos que possuem a certidão podem trabalhar com funcionários. Os shoppings centers, como de costume, funcionam em horário diferenciado. Os supermercados, por sua vez, têm sua abertura ou fechamento determinados pela Convenção Coletiva de Trabalho de cada município. Na Capital, conforme a Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), os estabelecimentos deverão abrir normalmente. Já o Mercado Público fecha no feriado. Os mercados da Ceasa funcionam das 13h às 19h.

De acordo com a administração da Rodoviária de Porto Alegre, a procura vinha sendo baixa e, por isso, não foi definida a quantidade de horários extras. Conforme o SindBancários, as agências bancárias seguirão com os serviços de caixas eletrônicos e Internet em atividade. Casas lotéricas também não abrem dia 20.

Fiscalização nas entradas deverá ser ampliada

Com a proximidade do feriado de 20 de Setembro, muitos gaúchos já pensam em aproveitar o “feriadão” e descansar em outras cidades. Com o movimento maior nas rodovias, será realizada a Operação Viagem Segura, que além de recomendações aos motoristas, também prevê a ampliação da fiscalização.

Segundo a Triunfo Concepa, a estimativa é de que 60 mil veículos passem na praça de pedágio de Santo Antônio da Patrulha em direção ao Litoral, sendo 30 mil hoje e 30 mil no sábado. Em Eldorado do Sul, são esperados 30 mil veículos, 15 mil nesta sexta e 15 mil no sábado.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a BR-116 e a BR-290 também devem ter mais de 30 mil veículos em viagens. Já BR 116, que direciona à Serra, deverá chegar a mais de 40 mil, assim como a BR 386, que leva para a região Noroeste e Centro. A 63ª edição da Operação Viagem Segura, segundo o Detran, começa nesta sexta-feira e se estenderá até o fim do feriado. A ação tem por objetivo prevenir os acidentes nas estradas. A PRF salienta que o intenso movimento de veículos e a possibilidade de chuva são fatores a serem cuidados pelos condutores e a fiscalização será intensificada em horários com maior movimentação. O radar de velocidade também será utilizado nos locais onde ocorrem mais sinistros.

Em caso de acidentes, a PRF deve ser informada através do telefone 191. Ocorrências com danos materiais podem ser registradas no www.prf.gov.br. (Correio do Povo)

Primeiro verão da Free Way com quarta faixa tem 26% menos acidentes no trecho da obra

Primeiro verão da Free Way com quarta faixa tem 26% menos acidentes no trecho da obra

Notícias Segurança

O primeiro verão da Free Way com quarta faixa registrou menos 26% acidentes no trecho em que a obra foi realizada, do km 96, em Porto Alegre, ao km 75, em Gravataí. A quantidade de acidentes neste trecho passou de 146 para 108. Também neste segmento da rodovia o número de mortos caiu de quatro para dois. A análise feita pela Triunfo Concepa, concessionária que administra a via, compara o período da Operação Verão 2015/16 com a temporada anterior. “Com esses dados podemos perceber que aumentar a capacidade da via e sua segurança, tendo em vista que agora temos iluminação em todo o trecho, fez com que atingíssemos melhores resultados, mesmo em um período de alto fluxo, como tradicionalmente é o verão na Free Way”, afirma o gerente de Engenharia e Operações da Triunfo Concepa, Fábio Hirsch.

Em relação a todo o trecho da Free Way, do km 0, em Osório, ao 96, em Porto Alegre, durante esta Operação Verão houve redução de 14% na quantidade de acidentes se comparado com a temporada anterior. Enquanto na Operação Verão 2014/15 foram 362 acidentes, neste veraneio foram 310. Já a quantidade de ocorrências aumentou 46%, passando de 11,8 mil para 17,2 mil. Destas ocorrências, quase 70% se referem a panes nos veículos, o que reforça a necessidade de os motoristas realizarem manutenção com frequência.

Também no Carnaval, pela primeira vez, houve uso do acostamento como faixa adicional na ida para o litoral. Para isso, o acostamento passou de 3 para 3,4 metros do quilômetro 75, próximo ao trevo da Free Way com a ERS-118, até o quilômetro 60, em Gravataí. A novidade foi resultado de uma ação conjunta entre Triunfo Concepa, Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e Polícia Rodoviária Federal (PRF). A utilização ocorreu na sexta e no sábado de Carnaval. Mesmo com a operação inédita, não houve acidentes significativos no trecho – apenas uma saída de pista sem usuários feridos. Já no sentido litoral – Porto Alegre, o acostamento foi usado como faixa adicional onze vezes, entre os quilômetros 1,5, em Osório, e 26, em Santo Antônio da Patrulha.

Os dados de acesso aos canais de comunicação da concessionária durante o período de verão evidenciam que os usuários da estrada estão cada vez mais procurando informações sobre as condições de tráfego na estrada. O site da Triunfo Concepa teve 3,5 milhões de visualizações de página no período, representando aumento de 29% em relação ao verão 2014/15. A quantidade de downloads do aplicativo da empresa aumentou 35% neste verão, chegando a quase 80 mil.

Carnaval deve levar 180 mil veículos rumo ao litoral pela Free Way. Rodovia terá acostamento como faixa adicional na ida para o litoral

Carnaval deve levar 180 mil veículos rumo ao litoral pela Free Way. Rodovia terá acostamento como faixa adicional na ida para o litoral

Notícias Previsão do Tempo

A estimativa da Triunfo Concepa é de que entre esta quinta-feira (4), sexta-feira (5) e o sábado (6), 180 mil veículos utilizem a Free Way em direção ao litoral norte gaúcho e praias catarinenses para o feriado de Carnaval. Na quinta o fluxo esperado é de 30 mil veículos. Para a sexta-feira são esperados 70 mil veículos, e no sábado, outros 80 mil. Para evitar congestionamentos, a concessionária indica os melhores horários para pegar a estrada: sexta-feira, até meio-dia ou sábado após as 18h. A ida para o litoral pela Free Way neste Carnaval poderá ter um trecho de 15 quilômetros com o acostamento da rodovia sendo usado como faixa adicional, como já ocorre em parte da estrada para quem trafega no sentido Porto Alegre. Os motoristas poderão contar com a melhoria entre o km 75 e o 60, em Gravataí. A adaptação da rodovia para uso do acostamento foi autorizada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e está sendo realizada em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
A implantação do acostamento como faixa adicional na ida do litoral tem o objetivo de melhorar a fluidez na estrada em dias de grande concentração de veículos na Free Way rumo às praias do Rio Grande do Sul e catarinenses. “A concessionária está sempre atenta aos aspectos que podem ser aprimorados para dar melhores condições de tráfego aos milhares de usuários que veem na Free Way a alternativa para irem ao litoral no período de veraneio e em feriados. Alinhados com a ANTT e com a PRF estamos conseguindo viabilizar esta opção aos motoristas a tempo de terem uma melhor trafegabilidade já no feriado de Carnaval, que concentra a maior quantidade de veículos na estrada”, declara o diretor-presidente da Triunfo Concepa, Thiago Vitorello.

Confira como será a operação:

– Instalação de painéis com sinais luminosos piscantes (apenas quando eles estiverem ligados o tráfego no acostamento é autorizado)

– Sinalização intensa na via orientando motoristas sobre início e fim do uso do acostamento

–  Velocidade máxima permitida de 70 km/h informada em placas de sinalização no acostamento

– Tráfego no acostamento apenas para veículos leves

– 12 refúgios para motoristas pararem e para atendimento de emergências

– Sete retornos operacionais na faixa de segurança (apenas para equipes de emergência)

– Cerca de 160 profissionais atuando nos serviços de atendimento emergencial médico e mecânico da rodovia e 33 veículos disponíveis para atendimentos de emergência

– Rediagramação das faixas. Faixa de segurança mantida com 2 metros. Duas primeiras faixas passam de 3,75 para 3,6 metros. Terceira faixa passa de 3,75 para 3,65 metros. Acostamento externo passa de 3 para 3,4 metros.

– 12 câmeras no trecho

– Comunicação à imprensa, site, app e redes sociais sempre que a liberação for feita

 

Uso do acostamento como faixa adicional

Tanto na ida quanto na volta do litoral a Triunfo Concepa poderá, em ação conjunta com a PRF, liberar o acostamento como faixa adicional. No sentido Capital-litoral, a liberação pode ocorrer entre os quilômetros 75 e 60, em Gravataí. Já no sentido litoral-Capital, o uso do acostamento, quando ocorre, vai do km 1,5, em Osório, até o km 26, em Santo Antônio da Patrulha. Para saber se o acostamento está ou não liberado para o tráfego, os motoristas devem ficar atentos aos painéis com sinais luminosos piscantes. Somente quando eles estiverem ativos será permitido trafegar no acostamento, com velocidade máxima de 70 km/h.

 

Informação será essencial no planejamento da viagem

Tradicionalmente, o Carnaval é o feriado de maior movimentação no ano na Free Way. Por isso, a Triunfo Concepa recomenda que os motoristas se informem sobre as condições da rodovia antes de sair de casa. Para visualizar a rodovia em tempo real é possível acessar as câmeras e os contadores de fluxo pelo site www.triunfoconcepa.com.br e pelo aplicativo Triunfo Concepa. O twitter da concessionária, @triunfoconcepa, também é atualizado constantemente com as condições da via, além da Radiovia Free Way 88.3 FM.

 

Papa fila

Na ida para o litoral, sempre que houver formação de fila expressiva nas praças de pedágio de Gravataí e Santo Antônio da Patrulha, a concessionária fará a Operação Papa Fila, que consiste em disponibilizar funcionários para ficarem recolhendo as tarifas de pedágio já nas filas, agilizando a passagem nas cancelas.

 

Estrutura operacional

Durante a Operação Verão a concessionária reforça suas equipes de atendimento e operacionais. Os usuários da rodovia contam com mais de 300 profissionais atuando diretamente nas praças de pedágio e nos serviços de atendimento emergencial médico e mecânico da rodovia. Também há 33 veículos disponíveis para atendimentos de emergências.

Quarta faixa da Free Way

Os 19 quilômetros da quarta faixa, entre Porto Alegre e Gravataí, já estão liberados para o tráfego, bem como as obras complementares: o viaduto na chegada à capital junto à rua João Moreira Maciel, as duas alças no trevo da Free Way com a ERS 118 e a recuperação da pavimentação na região da av. Ernesto Neugebauer, no bairro Humaitá. Todo o trecho está iluminado.

 

Final de semana deve ter cerca de 120 mil veículos na Free Way rumo ao litoral

Final de semana deve ter cerca de 120 mil veículos na Free Way rumo ao litoral

Cidade Comportamento Economia Negócios Notícias

O feriado de Navegantes, que acontece na próxima terça-feira (2) em diversas cidades, promete levar um grande número de veranistas às praias gaúchas e catarinenses neste final de semana. A expectativa da Triunfo Concepa é de que na sexta-feira (29) e no sábado (30) se concentre o maior movimento em direção ao litoral pela Free Way. Somente para esses dois dias são aguardados 120 mil veículos; 60 mil em cada um deles.

 

A fim de evitar congestionamentos, a concessionária orienta que os motoristas viajem antes das 13h de sexta-feira ou após as 18h de sábado. Já para a volta do litoral, quem precisar voltar no domingo faz melhor escolha se usar a rodovia até as 13h. Na segunda-feira não é esperado trânsito intenso na volta do litoral. Já na terça-feira (2), a indicação é viajar até o meio-dia.

 

Papa fila

Na ida para o litoral, sempre que houver formação de fila expressiva nas praças de pedágio de Gravataí e Santo Antônio da Patrulha, a concessionária fará a Operação Papa Fila, que consiste em disponibilizar funcionários para ficarem recolhendo as tarifas de pedágio já nas filas, agilizando a passagem nas cancelas.
Canais de informação

Os motoristas podem acompanhar a movimentação na rodovia por meio dos canais de comunicação da concessionária: perfis no Twitter e Facebook, Radiovia Free Way, app e site, com acesso às câmeras de monitoramento, e Alô Free Way (0800 647 2000).

 

Uso do acostamento como faixa adicional

Na volta do litoral a Triunfo Concepa poderá, em ação conjunta com a PRF, liberar o acostamento como faixa adicional entre os quilômetros 1,5, em Osório, e 26, em Santo Antônio da Patrulha, no sentido litoral-Porto Alegre. Os motoristas devem ficar atentos à sinalização na rodovia, feita com painéis de luzes piscantes. Quando eles estiverem ativados, o tráfego pelo acostamento é autorizado, mas apenas neste trecho. Ao trafegar no acostamento como faixa adicional a velocidade máxima permitida passa a ser de 70 km/h.

 

Pedido de socorro pelo app

Pelo aplicativo gratuito da Triunfo Concepa, disponível para smartphones com sistema operacional Android ou iOS, é possível pedir socorro na rodovia. Basta estar conectado à internet, ter cadastro no app, estar com o GPS do aparelho habilitado e estar no trecho concedido à concessionária com o veículo parado.

 

Estrutura operacional

Durante a Operação Verão a concessionária reforça suas equipes de atendimento e operacionais. Os usuários da rodovia contam com mais de 300 profissionais atuando diretamente nas praças de pedágio e nos serviços de atendimento emergencial médico e mecânico da rodovia. Também há 33 veículos disponíveis para atendimentos de emergências.

Quarta faixa da Free Way

Os 19 quilômetros da quarta faixa, entre Porto Alegre e Gravataí, já estão liberados para o tráfego, bem como as obras complementares: o viaduto na chegada à capital junto à rua João Moreira Maciel, as duas alças no trevo da Free Way com a ERS 118 e a recuperação da pavimentação na região da av. Ernesto Neugebauer, no bairro Humaitá. Todo o trecho está iluminado. ( Foto: Paulo Nunes/Correio do Povo)

Feriado de Ano Novo tem redução de 25% de acidentes no trecho administrado pela Triunfo Concepa

Notícias Segurança

Durante o feriado de Ano Novo, foram registrados 25% menos acidentes nos 121 quilômetros de rodovias administrados pela Triunfo Concepa no Rio Grande do Sul, se comparado com o mesmo feriado do verão anterior. O levantamento contempla o período de 30 de dezembro a 3 de janeiro, período de intenso movimento na estrada, principalmente na Free Way, em função do feriado de Ano Novo. Durante estes dias não foi registrado nenhum acidente com vítima grave ou com morte. A quantidade de ocorrências também aumentou. Foram 40% a mais no período, sendo que 87% delas foram panes mecânicas.

A Free Way teve grande tráfego de veículos na volta do litoral neste sábado (2) e domingo (3), com 62 mil e 79 mil veículos passando no pedágio de Santo Antônio da Patrulha em direção a Porto Alegre, respectivamente. Em ambas as datas o acostamento foi liberado como faixa adicional entre os quilômetros 1,5 e 26, trecho entre Osório e Santo Antônio da Patrulha, para melhorar a fluidez da estrada. Neste domingo (3) o horário de maior movimento na rodovia foi ao meio-dia, quando a capacidade máxima da Free Way, 85 veículos por minuto, foi atingida.

Na semana passada, nos dias 30 e 31 de dezembro, passaram no mesmo local, em direção ao litoral, cerca de 142 mil veículos. Para esta segunda-feira (4) são esperados ainda cerca de 60 mil veículos voltando do litoral em direção a Porto Alegre e região metropolitana.

Pedágios renderam 820 milhões em ISSQN para 634 municípios em 2014

Cidade Economia Notícias Política

As concessionárias de rodovias repassaram em 2014 a ordem de R$ 820 milhões em ISSQN – Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza para 634 municípios cortados por vias sob administração privada. Em relação ao repasse de 2013, houve um crescimento de 3,5%. Nos últimos cinco anos, a montante chega a 3,5 bilhões de reais. “Registramos esse crescimento em 2014 porque tivemos mais obras e novas concessionárias entraram em operação. O repasse deste valor para os municípios é um dos benefícios do modelo para as chamadas cidades lindeiras, que são cortadas pelas rodovias. Além da melhoria da infraestrutura, que acaba por atrair mais negócios para a região, o repasse do ISSQN pelas concessionárias transforma-se em receita de muita importância e utilidade para prefeituras. O valor repassado evidencia a importância que as rodovias têm para completar a renda desses municípios para investimento em saúde, educação, esporte, obras municipais etc.”, explica Ricardo Pinto Pinheiro, presidente da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias – ABCR.

O recolhimento do ISSQN é determinado por legislação e obedece a extensão da rodovia na jurisdição de cada município. Os repasses ocorrem todos meses e são definidos de acordo com o percentual aplicado em cada cidade, conforme determina a legislação.

No Rio Grande do Sul, a prefeitura de Santo Antônio da Patrulha, município onde fica uma das praças de pedágio da Triunfo Concepa, que administra 121 quilômetros de rodovia no Rio Grande do Sul, estima que em 2014 de 5 a 6% da arrecadação total do município tenha vindo do ISSQN gerado pelo pedágio instalado na cidade. A média mensal é de R$ 350 mil. De acordo com o secretário de Obras, Segurança e Trânsito da prefeitura de Santo Antônio da Patrulha, Antônio Fernando Selistre, os recursos contribuem na área da saúde, com a contratação de mais médicos, em investimentos na educação e em obras feitas no município. Em 2014 o total de recursos do ISSQN gerado a Santo Antônio da Patrulha foi mais de R$ 3 milhões.

Se somados os oito municípios do trecho administrado pela Triunfo Concepa, a receita gerada pelo ISSQN ultrapassa os R$ 12 milhões. Este número não considera o valor de ISSQN gerado pelos serviços diretamente ligados à concessionária. Apenas em 2014 esse número gerou um acréscimo de R$ 6 milhões aos cofres dos municípios.

O presidente da ABCR, Ricardo Pinheiro, afirma que a contribuição das concessionárias fomenta o desenvolvimento socioeconômico dos municípios. “É um recurso que confere benefícios dentro das cidades. Este dinheiro ajuda as prefeituras a manter e aplicar novos programas e atividades que revertam em mais qualidade de vida e bem-estar para os moradores”, destaca.

A arrecadação se mostra ainda mais importante para os pequenos municípios. Para muitos, o repasse de ISS representa quase 30% da receita tributária total das prefeituras. O prefeito Eduardo Leite, de Pelotas (RS), observa que ao lado do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), o ISSQN repassado pela Ecosul representa uma das principais fontes de receitas da Prefeitura. “São recursos que o Executivo tem disponível para aplicar aonde deseja, claro que respeitado os percentuais mínimos condicionais dos 25% em Educação e os 15% em Saúde”, destaca.

Segundo ele, o imposto arrecadado com impostos sobre serviços gerados pela atividade do Polo Pelotas, rodovia que atravessa o município, 25% foi aplicado em Educação, 15% em saúde e o restante em diversos serviços prestados pelo município que vão desde o pagamento do salário dos servidores até a manutenção dos serviços feitos na cidade como as obras de repavimentação das vias e a manutenção da iluminação pública.

No município de Cristal (RS), foram repassados R$ 466.539,36 em ISS, valor referente aos 5,19% que a cidade representa dentro do Polo Pelotas. Na opinião da prefeita Fábia Richter, a Ecosul tem contribuído muito para o desenvolvimento da cidade. “Os recursos são aplicados na área da saúde, onde viabilizou-se a Estratégia de Saúde da Família, na educação, com o transporte dos estudantes para Camaquã, custeado pelo município e ampliação da Escola Otto Becker que receberá neste ano o ensino médio”, destaca ela.

A prefeita relembra ainda que o aspecto financeiro não é a única vantagem para o município de Cristal. “A empresa ainda é responsável por muitos empregos diretos e indiretos que sustentam muitas de nossas famílias, e, portanto, esta parceria tem dado bons resultados ao Cristal e certamente ainda terá muito a oferecer”, finaliza.