Temer deve ter base capaz de alterar a Constituição

Temer deve ter base capaz de alterar a Constituição

Caso Dilma Rousseff (PT) seja afastada da Presidência, o vice, Michel Temer (PMDB), deve assumir com apoio suficiente para aprovar até mudanças na Constituição. Na Câmara, a perspectiva éadeque sua base reúna ao menos 367 dos 513 deputados. Emendas constitucionais precisam de 308 votos. Compõem a eventual base de Temer o PMDB, a maior sigla da Câmara, partidos hoje de oposição e o “centrão”, formado principalmente por PP, PR, PTB, PSD e PRB. As legendas rivais, com o PT à frente, têm 96 deputados. O cenário do Senado depende da votação do afastamento, prevista para o dia 11. Temer já enfrenta, porém, obstáculos. O maior deles é a composição do governo, com oferta de cargos e verbas federais. O vice precisou reduzir a meta de corte de pastas para acolher aliados. Maioria na Câmara,deputados do “baixo clero” criticam negociações só com líderes e presidentes de siglas. Sob a tese de que o impeachment é golpe, legendas de esquerda prometem oposição aguerrida. O PT passou a impedir votações. Some-se a isso a situação do aliado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que comanda a Câmara mesmo sendo réu no STF, sob a acusação de elo como petrolão. (Folha de São Paulo)

Direito Economia Negócios Notícias Poder Política

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *