Aos 83 anos, Luis Fernando Verissimo fala sobre jazz, literatura, cinema e morte TÂNIA MEINERZ/DIVULGAÇÃO/JC

Temporal causou queda de quase 50% no comércio gaúcho neste final de semana

O comércio também sofreu as consequências do temporal que atingiu a Capital Gaúcha na última sexta-feira (29). De acordo com dados do economista da CDL Porto Alegre, Victor Sant’Ana, “a variação estimada de queda nas vendas no último final de semana de janeiro foi de -49,33% no Estado, comparando com a média dos demais finais de semana do mesmo mês”. Ainda segundo o especialista, o sábado após o temporal teve redução estimada em 53,36%, na comparação com os demais sábados de janeiro. “Já no domingo, a perda foi menor, variando -15,72%”, observou Sant’Ana, com base em dados do SCPC.

De acordo com o presidente da CDL Porto Alegre, Alcides Debus, não só os aspectos físicos e os danos materiais do comércio influenciarão no desempenho das vendas, nos próximos dias. “Temos que levar em conta que muitas famílias tiveram prejuízos pessoais e ficaram emocionalmente abaladas. Dessa forma, penso que enfrentaremos uma curva de recuperação da disposição para o consumo de boa parte da população”, avaliou. “O Liquida Porto Alegre, que ocorrerá na segunda quinzena de fevereiro, poderá ser um bom motivo para trazer não só os consumidores da Capital, mas também de parte da Região Metropolitana e do interior do Estado de volta às compras em nossa cidade”, antecipou.

Economia Negócios Notícias