Teto a todo aposentado geraria R$ 50 bi por ano. Estudo mostra economia caso limite atingisse 100%dos servidores públicos Valor representa crescimento 35% superior ao mesmo período de 2016. Foto: Thinkstock

Teto a todo aposentado geraria R$ 50 bi por ano. Estudo mostra economia caso limite atingisse 100%dos servidores públicos

O governo economizaria ao menos R$ 50 bilhões por ano em despesas da Previdência se todos os benefícios concedidos já fossem limitados ao teto. Isso seria suficiente para financiar o Bolsa Família, por exemplo. É o que aponta um estudo feito por pesquisadores do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). O trabalho visa dar a dimensão do custo de garantir uma renda maior aos servidores que ganham acima do limite, estabelecido em R$ 5.531,31 em 2017. O teto vale para trabalhadores do setor privado e para funcionários públicos que ingressaram a partir de 2013, desde que tenham previdência complementar. A União criou um fundo para esse fim, mas a maioria dos Estados e a totalidade dos municípios, não. Se a reforma proposta pelo governo for aprovada, todos eles terão prazo de dois anos para criar a previdência adicional. A partir daí, o teto valerá para todo os servidores públicos contratados depois de 2013. O limite também reduziria a desigualdade. Em 2015,benefícios acima do teto eram só 3,5% do total concedido, mas representavam 20,9% da renda de aposentadorias. Entidades representativas do funcionalismo público defendem o modelo previsto no projeto de reforma que tramita atualmente no Congresso. A reportagem completa está na Folha de São Paulo.

Destaque