Porto Alegre, terça, 25 de janeiro de 2022
img

Imbé lidera ranking de melhor Gestão Fiscal do Litoral Norte, aponta índice FIRJAN

Detalhes Notícia

Notice: Trying to get property 'post_excerpt' of non-object in /home/felipevieira/www/site/wp-content/themes/felipevieira/detalhes-noticia.php on line 263

A cidade de Imbé-RS teve grande destaque no Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), um dos mais respeitados do país, e aparece como a melhor colocada do Litoral Norte Gaúcho. Divulgado na última quinta-feira (31/10), pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, o município imbeense se encontra na 171ª posição nacional e 34ª estadual no ranking IFGF – Consolidado.

Ao analisar as estatísticas sociais de 5.570 municípios brasileiros e o Distrito Federal e ter como ano base 2018, a pesquisa aponta que 47% estão em situação crítica de gestão fiscal, ou três em cada quatro municípios brasileiros com dificuldades, ao contrário de Imbé, que está no grupo dos 4% de cidades brasileiras em Gestão de Excelência.
Para o prefeito Pierre Emerim, os números são motivos de muito orgulho, porque revelam a gestão pública de Imbé como destaque a nível nacional pela responsabilidade com os recursos públicos quanto a autonomia, gasto com pessoal e investimentos.

“É uma notícia muito agradável e era um reconhecimento que já buscávamos há tempo, porque sabemos que são dados respeitados e confiáveis. Primeiro que pulamos quase 400 municípios no Estado no ranking e estamos liderando com folga no Litoral Norte. Levamos um tempo para organizar as finanças diante da crise do país, e por mais que ela permaneça, mesmo assim, conseguimos liderar esse processo de reconstrução da gestão fiscal e hoje somos um município em destaque. E digo mais, não duvido que no próximo ano possamos estar entre os 20 municípios do Estado, tamanho o nosso crescimento e podermos ainda entrar para o seleto grupo das 100 melhores gestões fiscais do Brasil”, comemorou Emerim.

A metodologia do IFGF considera quatro indicadores: Autonomia, Gastos com Pessoal, Liquidez e Investimentos, em que a pontuação adotada varia de 0 a 1 ponto: quanto mais próximo de 1, melhor a situação fiscal do município. Com base neles, Imbé ficou em “Gestão de Excelência” com resultados superiores a 0,8 ponto.

“Vale sempre destacar que é um resultado dos esforços de muitas secretarias, de várias pessoas, de toda a equipe que vem coroar esse nosso trabalho responsável que, no nosso ponto de vista, está dando muito certo na cidade. Trabalhamos sempre olhando para frente. A comunidade está junto nesse processo todo e os resultados aparecem”, concluiu Emerim.

Confira abaixo o ranking dos municípios do Litoral Norte com melhor Gestão Fiscal
Cidade: Posição no RS

1 – Imbé (34°)
2 – Arroio do Sal (126°)
3 – Palmares do Sul (220°)
4 – Xangri-lá (268°)
5 – Osório (275°)
6 – Capivari do Sul (279°)
7 – Mampituba (288°)
8 – Mostardas (291°)
9 – Capão da Canoa (293°)
10 – Três Cachoeiras (315°)
11 – Balneário Pinhal (340°)
12 – Torres (346°)
13 – Santo Antônio da Patrulha (373°)
14 – Itati (377°)
15 – Caraá (387°)
16 – Três Forquilhas (404°)
17 – Dom Pedro de Alcântara (408°)
18 – Tramandaí (423°)
19 – Tavares (435°)
20 – Terra de Areia (447°)
21 – Morrinhos do Sul (478°)
22 – Maquiné (493°)
23 – Cidreira (494°)