Porto Alegre, quarta, 20 de outubro de 2021
img

PORTO ALEGRE: PROFISSIONAIS DE CINEMA CONHECEM PROJETO PARA O CAPITÓLIO

Detalhes Notícia
Porto Alegre, RS - 29JAN20. Reunião trata sobre a contratualização da Cinemateca Capitólio. FOTO: Cesar Lopes/ PMPA

Para aprimorar o edital de formação de parceria para gestão da Cinemateca Capitólio, a equipe da Secretaria Municipal de Parcerias Estratégicas (SMPE) tem se reunido com representantes da área de cinema e organizações da sociedade civil (OSC). Nesta quarta-feira, 29, foram recebidas três instituições que representam os profissionais do setor para conhecerem as bases do projeto, que deverá ter o edital lançado ainda neste primeiro trimestre.

O secretário municipal adjunto de Parcerias Estratégicas, Fernando Pimentel, destacou os principais pontos da proposta. “Vemos uma confusão muito frequente sobre o modelo que estamos projetando. Com a contratualização planejada, parte dos serviços ficam a cargo de um terceiro setor, no caso a OSC que for selecionada. Ela vai desenvolver os serviços segundo metas de desempenho. Depois, o equipamento volta para o Município na mesma condição que foi entregue, ou até com mais recursos do que tinha no começo da contratualização”, explica.

De acordo com o projeto formatado pela SMPE, a Secretaria Municipal da Cultura (SMC) será o agente fiscalizador do contrato. Para o secretário municipal da Cultura, Luciano Alabarse, foi aberto um campo muito importante para o diálogo. “Todos querem que a cinemateca cresça e se aperfeiçoe. Então, estamos trabalhando para isso. Se é um projeto que vem para o crescimento e a qualificação, será validado”, destaca.

Além de conhecerem as premissas do projeto, os representantes da Associação dos Profissionais de Técnicos Cinematográficos (APTCRS), do Sindicato da Indústria Audiovisual (SIAV RS) e da Associação de Críticos do Rio Grande do Sul (ACCIRS) apresentaram contribuições. Foi também estabelecido um canal para que eles possam enviar sugestões por e-mail e colaborar para que o edital se qualifique ainda mais e se torne mais robusto.

“Essa reunião abre um espaço de comunicação que não havia antes, pois não tínhamos o grau de objetividade de resultados para poder apresentar para vocês. Todos aqui queremos o melhor para a cinemateca e estamos construindo um formato que visa a ampliar ainda mais o que já é oferecido hoje no equipamento cultural”, frisou o titular da pasta de Parcerias Estratégicas, Thiago Ribeiro.

Em reuniões realizadas nas últimas semanas, também conheceram o projeto a Fundacine, a Associação Cine Esquema Novo, o Insituto Odeon e a Fundação Iberê.