Porto Alegre, terça, 19 de outubro de 2021
img

APORTE PARA O MAIS ALIMENTOS É SINALIZADO

Detalhes Notícia

O pedido de urgência da FETAG-RS para que o Governo Federal avaliasse o aporte de recurso para o Mais Alimentos já se concretizou. Ontem (29) o Conselho Monetário Nacional aprovou em reunião que a partir de fevereiro, os bancos poderão destinar parte dos recursos obrigatórios para financiar investimentos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF).

Até agora, as instituições financeiras podiam destinar parte do recurso apenas para operações de custeio do Pronaf. Pela resolução publicada pelo Banco Central, poderão ser utilizados até 5% dos valores exigidos para o custeio para financiar investimentos da linha Mais Alimentos, como compra de equipamentos e modernização de instalações, de produtores familiares.

Serão injetados cerca de R$ 1 bilhão para o investimento de produtores enquadrados no PRONAF. Estas mudanças valem para as operações contratadas de 1º de fevereiro a 30 de junho deste ano.

Para o presidente da FETAG-RS, Carlos Joel da Silva “a agilidade do governo é reconhecida pela FETAG-RS. Esperamos que o aporte de recurso seja suficiente para a demanda da agricultura familiar. Continuaremos em alerta, lutando pelo direito dos agricultores e agricultoras familiares”.