Porto Alegre, terça, 28 de junho de 2022
img

ROBERTO LEONCINI, DA MERCEDES-BENZ, DIZ QUE BRASIL TEM POTENCIAL PARA 200 MIL CAMINHÕES POR ANO

Detalhes Notícia

A Mercedes-Benz acaba de passar pela mais importante reestruturação desde que se instalou no Brasil, em 1956. A empresa foi dividida em três: Cars & Vans Brasil, Banco e Mercedes-Benz do Brasil, focada em caminhões e ônibus. Roberto Leoncini, vice-presidente de marketing, vendas e pós-vendas da divisão de caminhões da Mercedes- Benz, diz que o mercado brasileiro tem potencial para absorver 200 mil unidades por ano. É o dobro dos 101.334 emplacamentos de 2019.

Esse número é bem maior que a expectativa do setor, que prevê crescimento entre 10% e 15% para 2020. Segundo o executivo, para dobrar as vendas é preciso uma política bem estruturada de renovação de frota. Ele afirma que, entre as vantagens, os caminhões novos são mais seguros, econômicos e poluem menos. “No Brasil, caminhão de 15, 20 anos tem isenção de IPVA. Isso não faz sentido” .

Leia mais em O Estado de S.Paulo