Porto Alegre, terça, 24 de maio de 2022
img

Porto Alegre: Hospital Vila Nova inaugura novos espaços para dois serviços

Detalhes Notícia

O Hospital Vila Nova entregou nesta segunda-feira, 9, as novas instalações do Serviço de Verificação de Óbito (SVO) e do Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD). O evento contou com a participação do secretário municipal de Saúde, Pablo Stürmer, da secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, e do presidente da Associação Hospitalar Vila Nova, Dirceu Dal’Molin. Também estava presente o capitão da seleção do tetra de 1994 e apoiador da instituição, Dunga. O hospital é parceiro do município e atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O secretário Stürmer afirmou que o Vila Nova é um dos hospitais que mais atende pacientes dos serviços de urgência e emergência. “É o quarto maior hospital em produção do SUS e vem avançando sempre, mais recentemente com a operação das unidades de atenção primária da Zona Sul e Extremo-sul, com resultados extremamente satisfatórios”, avalia o gestor. Segundo ele, a gestão em saúde apresenta inúmeros desafios e decisões que precisam ser tomadas diante de um universo de recursos sempre limitado. “A sociedade sustenta uma máquina pública já bastante inchada e é nosso desafio trazer mais eficiência aos serviços”, diz, destacando a importante parceria do governo do Estado.

O SVO funciona no local desde 2017 e agora recebe nova área física de quase 400 metros quadrados, onde serão feitos os diagnósticos de óbitos sem trauma. Conforme Dal’Molin, o hospital atende em média cem óbitos por mês. “Estamos entregando a nova área física, em  parceria com o Município. Com plantão 24 horas, fazemos o diagnóstico e fornecemos o atestado, dando mais tranquilidade às famílias”, comenta.

A estrutura física do SAD também foi totalmente ampliada e qualificada. As novas instalações contam com recepção, sala de materiais, enfermagem, prescrição, coordenação, reuniões, serviço social, entre outras. Também tem copa, vestiário e banheiro, tudo adequado em espaço físico mais amplo. Em questões tecnológicas, também houve avanços. De três computadores, agora os profissionais passam a atuar com 14, além de acesso a linhas telefônicas com ramais para todos os ambientes.

O hospital conta com nove equipes multiprofissionais de atenção domiciliar e duas equipes multiprofissionais de apoio, com fisioterapeutas, nutricionistas e fonoaudiólogos. “São feitos cerca de 300 atendimentos diários, o que equivale a um hospital de médio porte de 300 leitos”, diz Dal’Molin. Mantido com recursos do Programa Melhor em Casa, do Ministério da Saúde, o serviço existe desde 2012.

A secretária Arita falou que a capital gaúcha é um complexo de atendimento que orgulha a saúde pública do Estado. “Confiamos no trabalho aqui desenvolvido, confiamos no SUS quando ele é feito por pessoas que colocam o interesse público em primeiro lugar. O sistema Vila Nova tem dado respostas objetivas em áreas estratégicas, dando soluções e boas práticas em áreas sensíveis à gestão pública”, afirma. O evento contou com a participação de inúmeros profissionais dos serviços do Hospital Vila Nova, que foram aplaudidos pelo trabalho. “Vocês mostram que é possível fazer gestão pública de resultados quando se tem equipe e direção como esta aqui do Vila Nova”, conclui Arita.

Inauguração das Novas Instalações do Serviço de Verificação de Óbitos e Atendimento Hospitalar do Hospital Vila Nova. Foto: Robson da Silveira SMS/PMPA