Porto Alegre, terça, 28 de junho de 2022
img

Equipes gaúchas são premiadas no Torneio Sesi de Robótica. Times de unidades do Sesi-RS participaram da etapa nacional

Detalhes Notícia
Festival SESI de Robótica. Foto: Edilson Dantas

As equipes TchêStorm (da Escola Sesi de Ensino Médio de Sapucaia do Sul) e Bahtech (Escola Sesi de Ensino Médio de Gravataí) foram premiadas neste domingo (8), na etapa nacional do Torneio Sesi de Robótica. Ambas participaram do First Tech Challenger, com equipes formadas por alunos de 14 a 18 anos do Ensino Médio, com disputas em duplas e individuais. O robô do FTC tem de cumprir missões, de maneira autônoma e por rádio controle, em uma arena. As equipes são avaliadas também pelo envolvimento com a comunidade, relacionamento com outras equipes e a maneira como levam ciência e tecnologia para o maior número de pessoas.

A TchêStorm recebeu o Prêmio Pensamento Criativo, que é entregue à equipe que melhor reflete a jornada vivida ao longo do processo de projetos de engenharia durante a fase de construção da temporada. Já a BahTech venceu o Prêmio de Controle por usar sensores e softwares para aumentar a funcionalidade do robô na arena. A equipe Kronos, da Escola Sesi de Gravataí, ficou na suplência para o Sesi FLL Open International Brazil – da First Lego League. De Caxias do Sul, a equipe Tecnoway, da Rede Caminho do Saber, foi classificada para o torneio internacional.

O evento teve a participação de estudantes de 9 a 18 anos do Serviço Social da Indústria e de outras instituições de ensino e estimula o interesse em disciplinas como de ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática, além de questões como respeito, ganho mútuo, trabalho colaborativo e competição amigável. O objetivo é contribuir para o desenvolvimento de competências e habilidades comportamentais exigidas dos jovens. Batizada de City Shaper, a edição 2019/2020 traz o desafio de pensar em cidades inteligentes e sustentáveis e buscar inovações para criar um futuro melhor para todos.
Este ano, 168 equipes aplicaram seus conhecimentos no torneio, que envolveu mais de 1,5 mil estudantes. Desde 2013, o Serviço Social da Indústria é operador oficial do torneio no País, responsável pelas etapas regionais e nacional.