Porto Alegre, quarta, 29 de junho de 2022
img

Porto Alegre tem mais de 215 mil pessoas vacinadas contra a gripe

Detalhes Notícia
Foto: Robson Da Silveira SMS/PMPA

Ao final da segunda semana da campanha de vacinação contra a gripe em Porto Alegre, dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI) indicam que foram vacinadas 156.187 pessoas acima de 60 anos até as 17h desta sexta-feira, 3. No total, estão incluídos idosos vacinados em unidades de saúde, no atendimento domiciliar em pacientes acamados, drive-thrus e farmácias parceiras da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O dado corresponde a 82% da meta para esse público. Os números são parciais e sujeitos à revisão. Com relação a profissionais da saúde, foram administradas 59.193 doses, um total de 215.380 doses no público-alvo desta primeira fase, iniciada em 23 de março.

Em razão da grande procura pelo imunobiológico, a maioria dos locais está sem doses, que deverão ser repostas na próxima semana pela Secretaria Estadual da Saúde (SES). No final da tarde desta sexta-feira, apenas cinco unidades de saúde ainda possuíam doses da vacina contra a gripe. Das farmácias, nenhuma possui doses no momento. Idosos que ainda não se vacinaram devem aguardar a chegada de novas doses para evitar deslocamentos desnecessários.

Em Porto Alegre, o contingente estimado pelo Ministério da Saúde é de 213 mil para idosos e 82,4 mil para trabalhadores da saúde (295,4 mil pessoas). A meta é vacinar 90%, ou 191,7 mil idosos e 74,1 mil profissionais da saúde. É importante lembrar que a vacina não protege contra o novo coronavírus, mas evita complicações causadas pelos vírus Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B linhagem B/Victoria, que ainda não estão circulando. Assim, as pessoas não precisam correr aos locais de vacinação para se vacinar, o melhor é evitar aglomerações neste momento, pois a campanha vai até 22 de maio.

Veja onde tem vacina clicando aqui.

Campanha – Outras duas fases de vacinação estão previstas, com início em 16 de abril e 9 de maio, com grupos prioritários diferentes. O término ocorrerá em 22 de maio. Este ano, os grupos a serem imunizados foram ampliados, com a inclusão de adultos de 55 a 59 anos e pessoas com deficiência.

A segunda fase começa em 16 de abril e é dirigida a pessoas com doenças crônicas não transmissíveis (comorbidades), professores e profissionais das forças de segurança e salvamento. Em 9 de maio, os demais grupos de risco começam a ser imunizados: crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, adultos entre 55 e 59 anos, pessoas com deficiência, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos cumprindo medida socioeducativa, apenados e funcionários do sistema prisional.