Porto Alegre, quarta, 29 de junho de 2022
img

Estados temem epidemias de dengue e outras doenças junto com coronavírus

Detalhes Notícia
Avanço de influenza e sarampo também preocupa gestores, que temem sobrecarga do sistema. Zanone Fraissat/Folhapress

Em meio ao crescimento do número de casos do novo coronavírus, secretarias de saúde de diferentes pontos do país tentam lidar com uma epidemia de dengue em curso, enquanto se preparam para o avanço da gripe e tentam de quebra manter o controle do sarampo. A situação, que aponta para o risco de epidemias simultâneas, varia conforme a região, mas tem gerado alerta. “Teremos neste ano o coronavírus, a influenza e também o pico da dengue”, alertou no fim de março o secretário de vigilância em saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira. 

Para ele, a coincidência das três epidemias em algumas regiões pode gerar o que chama de tempestade perfeita. “Aproveitem que estão em casa e limpem o quintal, eliminem focos de dengue e vacinem-se conforme o calendário”, sugeriu na ocasião. 

Dados da pasta indicam o motivo dessa preocupação. Enquanto o coronavírus ainda cresce no país, com epidemia em fase inicial e sinais de “aceleração descontrolada” em algumas regiões, outras doenças continuam a exigir atenção do sistema de saúde.

Leia mais na Folha de São Paulo