Porto Alegre, segunda, 24 de janeiro de 2022
img

Coronavírus: Chefe do Tinder diz que pandemia mudará 'drasticamente' os relacionamentos; BBC Brasil

Detalhes Notícia
O coronavírus teve um efeito "dramático" na maneira como as pessoas usam o aplicativo de encontros Tinder, disse seu chefe à BBC News, mas as mudanças se adequam aos planos que ele já tinha para a plataforma. GETTY IMAGES

 

 

A quarentena trouxe efeitos variados para plataformas de encontro on-line como o Tinder, de acordo com seu executivo chefe Elie Seidman.

Por um lado, o envolvimento dos usuários aumentou, uma tendência relatada por outros aplicativos de namoro também. Os usuários do Tinder fizeram 3 bilhões de matches no mundo todo no domingo, 29 de março, o máximo que o aplicativo já registrou em um único dia. No Reino Unido, as conversas diárias aumentaram 12% entre meados de fevereiro e o final de março. Houve uma “mudança dramática” nas métricas de comportamento que normalmente são estáveis, diz Seidman.

No entanto, o impacto econômico da quarentena significa que as pessoas têm menos dinheiro para gastar. Esta não é uma notícia tão boa para o Tinder, que é uma plataforma gratuita, mas depende de assinaturas premium para sua receita.

“Os números do desemprego [dos EUA] são duros de ver”, diz Seidman. “Estou muito preocupada com o que vai acontecer com a economia e com o impacto que isso terá sobre muitos de nossos membros.”

Leia mais em BBC Brasil