Porto Alegre, segunda, 24 de janeiro de 2022
img

Líder norte-coreano reaparece e discute estratégicas nucleares em reunião; RFI

Detalhes Notícia
Kim Jong-Un reaparece após ausência de três semanas (24/05/2020). © KCNA/Agencies

 

 

A Coreia do Norte debateu novas medidas para fortalecer a “dissuasão nuclear” durante uma reunião presidida pelo líder Kim Jong Un, anunciou neste domingo (24) a agência de notícias oficial KCNA.

É a primeira aparição pública de Kim mencionada pela mídia norte-coreana em quase três semanas. Ela ocorre quando, segundo o Washington Post, o governo dos Estados Unidos considerou a possibilidade de realizar um teste nuclear, que seria o primeiro do país desde 1992.

Durante uma reunião da Comissão Militar Central da Coreia do Norte, presidida por Kim, “novas medidas foram apresentadas para fortalecer a dissuasão nuclear militar do país”, informou a KCNA. A agência menciona “medidas cruciais”, mas não entra em detalhes sobre a dissuasão nuclear.

Também relata que as discussões se concentraram em “colocar as forças armadas estratégicas em alerta”, em um contexto de “aumento e desenvolvimento das forças armadas do país”. As decisões foram tomadas para “aumentar e desenvolver consideravelmente o poder de fogo da artilharia do Exército Popular Coreano”.

Os participantes da reunião também discutiram “várias falhas nas atividades militares e políticas da Coreia do Norte” e como garantir “melhorias decisivas” nessas áreas, acrescentou a KCNA. A agência norte-coreana não diz quando a reunião foi realizada, mas outras informações indicam que Kim Jong Un deu ordens às forças armadas em 23 de maio.

Leia mais em RFI