Porto Alegre, segunda, 24 de janeiro de 2022
img

Ministro da Saúde francês pede revisão de regras de uso da cloroquina contra Covid-19; RFI

Detalhes Notícia
O ministro francês da Saúde, Olivier Véran, pediu uma análise sobre o uso da cloroquina e seus derivados nos hospitais francese em casos excepcionais. O ministro francês da Saúde, Olivier Véran, pediu uma análise sobre o uso da cloroquina e seus derivados nos hospitais francese em casos excepcionais Thibault Camus/Pool via REUTERS

 

 

O ministro francês da Saúde, Olivier Véran, pediu neste sábado (23) uma revisão das regras excepcionais de prescrição de diversos tratamentos excepcionais contra o coronavírus, entre eles a hidroxicloroquina, um dia depois da publicação de um estudo na revista The Lancet que contesta a eficácia da molécula e alerta sobre os riscos de seu uso em pacientes contaminados pela Covid-19.

De acordo com essa pesquisa, realizada com 96 mil pacientes, a hidroxicloroquina e seus derivados podem aumentar o risco de morte e de arritmia cardíaca. Para chegar a esta conclusão, foram comparados os resultados de quatro grupos.

Um deles foi tratado apenas com hidroxicloroquina, outro com cloroquina e dois grupos receberam um dos dois medicamentos associado a antibióticos. Um grupo de controle de pacientes não recebeu nenhum desses tratamentos. No final do estudo, 9% deles morreram.

Entre aqueles que foram tratados apenas com hidroxicloroquina e cloroquina, 18% e 16,4% morreram, respectivamente. Com antibióticos, morreram 22,8% daqueles que receberam cloroquina e 23,8% daqueles que tomaram hidroxicloroquina.

Leia mais em RFI