Porto Alegre, quarta, 29 de junho de 2022
img

Governo alemão anuncia pacote de estímulo de 130 bilhões de euros; Deutsche Welle

Detalhes Notícia
Merkel afirma que resposta "corajosa" é necessária para impulsionar a economia do país, abalada pela pandemia de covid-19. Medidas anunciadas incluem auxílios à indústria e às famílias e incentivos ao consumo. Governo Merkel chegou a acordo sobre pacote de estímulo após dois dias de intensas negociações. @ Getty Images/AFP/M. Kappeler

Os partidos que integram a coalizão de governo da Alemanha chegaram a um acordo no fim da noite desta quarta-feira (04/05) um pacote de estímulo de 130 bilhões de euros para ajudar na recuperação econômica do país, após os efeitos gerados pela pandemia de covid-19.

O anúncio foi feito pela chanceler federal alemã, Angela Merkel, após dois dias de intensas negociações entre representantes de seu partido, a União Democrata Cristã (CDU), de sua legenda-irmã na Baviera, a União Social Cristã (CSU), e do Partido Social-Democrata (SPD).

O governo alemão vinha sendo pressionado há semanas para encaminhar medidas de estímulo após as graves consequências da paralisação das atividades econômicas do país em meio à pandemia.

O valor do pacote de estímulo, acertado após 21 horas de negociações, excedeu expectativas que haviam circulado na imprensa, de 80 bilhões de euros. Os 130 bilhões, que cobrem os anos de 2020 e 2021, incluem mais de 20 novas medidas, e se somarão ao expressivo orçamento aprovado em março para ajudar o sistema de saúde e as empresas a lidar com as consequências da pandemia.

As medidas incluem bilhões de euros em resgates financeiros à indústria, fundos adicionais para municípios que lidam com um grande número de desempregados e um bônus de 300 euros por criança, a serem pagos junto com outros benefícios concedidos às famílias.

Leia mais na Deutsche Welle