Porto Alegre, quarta, 29 de junho de 2022
img

RS: Confira quanto cada município gaúcho deve receber com aprovação da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc

Detalhes Notícia
Rio de Janeiro RJ 04 05 2020 Covid 19 leva aos 73 anos o compositor e escritor Aldir Blanc deixando obras como o" Bebado equilibrista" entre outras foto Twitter

O Senado aprovou nesta quinta-feira (4/6), por unanimidade, o PL 1075/2020, que cria a Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. Agora, o projeto parte para sanção presidencial. O projeto prevê repasse de R$ 3 bilhões aos Estados e municípios. Para o Rio Grande do Sul, a estimativa é de mais de R$ 150 milhões em recursos para socorro ao setor da Cultura, repassados pela União no prazo máximo de 15 dias após a publicação da Lei. Os Entes poderão garantir renda mensal de R$ 600 aos trabalhadores do setor, a manutenção de espaços artístico-culturais e a promoção de instrumentos como editais e prêmios, entre outros. Clique AQUI e confira a estimativa de quanto cada um dos 497 municípios gaúchos vai receber.

ALDIR BLANC

A aprovação no Senado coincidiu com a marca de um mês da morte de um dos maiores compositores da história da música brasileira e que empresta seu nome à lei: Aldir Blanc. Além de compositor, Aldir Blanc Mendes, nascido em 2 de setembro de 1946, foi cronista e médico, com especialização em psiquiatria. Foi autor de mais de 600 canções, entre elas sucessos como “Bala com Bala”, “O Mestre-sala dos Mares”, “Dois pra Lá, Dois pra Cá”, “De Frente pro Crime”, “Kid Cavaquinho”, “Incompatibilidade de Gênios”, “O Ronco da Cuíca”, “Transversal do Tempo”, “Corsário”, “O Bêbado e a Equilibrista”, “Catavento e Girassol”,“Coração do Agreste” e “Resposta ao Tempo”. Internado infecção urinária e pneumonia, morreu em decorrência da Covid-19