Porto Alegre, quarta, 29 de junho de 2022
img

Porto Alegre: Capital recebe novas doses de vacina contra a gripe

Detalhes Notícia
Foram imunizadas 597 mil pessoas do público-alvo geral da campanha, equivalente a 83,50% da meta total. Alex Rocha/PMPA

 

 

Porto Alegre prossegue a campanha de vacinação contra a gripe nesta segunda-feira, 8. A prefeitura recebeu mais 57,6 mil doses de vacina contra a gripe do Ministério da Saúde, via Secretaria Estadual da Saúde, totalizando 794.700 unidades desde o início da campanha nacional, em 23 de março. A distribuição nas farmácias e unidades de saúde começou na sexta-feira, 5.

Como estão mais sujeitos a complicações após infecção do vírus influenza, grupos prioritários que ainda não garantiram a proteção devem procurar os pontos de atendimento até 30 de junho. São mais de 100 locais disponíveis (confira antes de sair de casa). Crianças devem ser imunizadas nas unidades de saúde para manter o acompanhamento do calendário e as vacinas de rotina.

Registros do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI) mostram que foram aplicadas 597 mil doses no público-alvo geral da campanha, que corresponde a 83,50% da meta total de 715 mil pessoas na Capital. Idosos e trabalhadores de saúde ultrapassaram rapidamente a meta de vacinação, mas boa parte dos demais grupos prioritários precisa ampliar a imunização.

O quantitativo de crianças de seis meses a menores de seis anos é de 33.244 doses (40,93% da meta), de gestantes 4.516 (36,12% da meta) e de puérperas – mulheres que tiveram bebês há até 45 dias -, 825 doses (41,25% da meta). O objetivo da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) é imunizar 81,2 mil crianças na faixa etária indicada na campanha, 12,5 mil gestantes e 2 mil puérperas.

Números da vacinação até 5 de junho:
597.010 doses aplicadas (83,50% da meta geral de 715 mil pessoas)

Idosos – 268.822
Trabalhadores de saúde – 98.895
Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis (comorbidades) – 117.779
Crianças – 33.244
Gestantes – 4.516
Puérperas – 825
Pessoas com deficiência – 1.593
Forças de segurança e salvamento – 25.506 pessoas
Trabalhadores do transporte coletivo – 6.110
Caminhoneiros – 1.781
Portuários – 511
Povos indígenas – 626 pessoas
População privada de liberdade – 4.154 pessoas
Funcionários do sistema prisional – 1.182
Adultos de 55 a 59 anos – 24.914
Professores – 6.552

Os dados do SIPNI são parciais e sujeitos a revisão.