Porto Alegre, quinta, 29 de julho de 2021
img

Cármen Lúcia, do STF, nega pedido do PT para que Lira analisasse impeachment de Bolsonaro; Folha de São Paulo

Detalhes Notícia
Ministra avalia que medida prejudicaria princípio de separação dos Poderes; ação se referia à peça protocolada pelo partido em maio de 2020. Pedro Ladeira/Folhapress

 

 

A ministra Cármen Lúcia, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou nesta quarta-feira (21) um pedido feito pelo PT para que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), ao menos analisasse um pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro protocolado pelo partido em maio de 2020.

Para ela, conceder o mandado prejudicaria o princípio de separação entre os Poderes. “O juízo de conveniência e de oportunidade do processo de impeachment é reserva da autoridade legislativa, após a demonstração da presença de requisitos formais”, escreveu.

Leia mais na Folha de São Paulo