Porto Alegre, quinta, 29 de julho de 2021
img

Morre o cantor e compositor nativista cachoeirense Miguel Bicca; O Correio

Detalhes Notícia

 

 

Natural de Cachoeira do Sul, o cantor, poeta e compositor nativista Miguel Bicca faleceu nesta quarta-feira (21), aos 80 anos, por complicações decorrentes de um câncer de pulmão. Ele estava internado em São Borja para tratamento da doença.

Miguel Antônio Bicca mudou-se ainda jovem, aos 18 anos, para São Borja, onde deu início à construção de sua carreira e foi um dos fundadores do Festival da Barranca. Também foi membro do Grupo Amador de Arte Os Angüeras, ao lado de Apparício Silva Rillo, Carlos Crispim Moreno, Antônio Carlos Lara de Souza, Ernando Garcia Coelho e o irmão José Lewis Bicca.

São dele canções como Guassupiano, Costeiro, Cantiga de Rio e Remo e João Campeiro. Bicca também teve uma longa carreira solo e participou de diversos festivais nativistas, incluindo a Tertúlia e o Sinuelo da Canção. Suas composições abordam, principalmente, a temática do Rio Uruguai e a vida no campo.

Leia mais em O Correio