Porto Alegre, quinta, 29 de julho de 2021
img

CEO de empresa investigada na CPI da Covid admite cobrança de 'aditivo' em contratos com Roberto Dias; O Globo

Detalhes Notícia
Ex-diretor de logística do Ministério da Saúde deu aval para aditivo de R$ 18 milhões com a VTC; valor foi 1.800% acima do recomendado por área técnica. Ex-diretor de logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias Foto: ADRIANO MACHADO / REUTERS

 

 

A CEO da VTC Log, Andreia Lima, admitiu, em entrevista exclusiva, ter cobrado o ex-diretor de logística do Ministério da Saúde Roberto Ferreira Dias pela assinatura de um aditivo de R$ 18 milhões em favor da empresa, valor 1.800% maior do que o avaliado pela área técnica da pasta. Ela negou, no entanto, que a companhia tenha pago propina para manter seus contratos com o governo. A VTC Log entrou na mira da CPI da Covid sob suspeita de irregularidades nos contratos com a pasta. Dias deixou o cargo no fim de junho.

Na segunda-feira, O GLOBO mostrou que dados da quebra de sigilo de Dias indicavam 135 ligações telefônicas entre os dois no período que vai de abril de 2020 a maio de 2021.

Leia mais em O Globo