Porto Alegre, quarta, 22 de setembro de 2021
img

Brasil inicia a disputa de três classes na vela nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

Detalhes Notícia
Atletas da 470 masculina e feminina e da Nacra 17 estreiam; outras quatro classes continuam em ação. Júlio Cesar Guimarães/COB

 

 

O Brasil iniciou nesta quarta-feira no Japão a disputa das últimas três classes que ainda não tinham competido nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Entraram na água pela primeira vez os velejadores da 470 masculina e feminina e da Nacra 17. Outras quatro classes deram prosseguimento às regatas: 49er, 49erFX, Finn e RS:X feminina.

Na 470 masculina, Henrique Haddad e Bruno Bethlem chegaram em 16º e em terceiro nas duas regatas do dia e estão na 10ª colocação no geral, com 19 pontos perdidos. A liderança é dos australianos Mathew Belcher e Will Ryan, com 7 pontos perdidos. Na disputa feminina da classe, Fernanda Oliveira e Ana Barbachan chegaram em 16º e 6º e ocupam a 11ª posição, com 22 pontos perdidos. As polonesas Agnieszka Skrzypulec e Jolanta Ogar, com 2 pontos perdidos.

Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino, na Nacra 17, também terminaram o primeiro dia de competição da classe na 11ª posição. A dupla chegou em 10º, 14º (resultado descartado) e 9º nas regatas iniciais e estão com 19 pontos perdidos. A liderança ficou com os italianos Ruggero Tita e Caterina Banti, com 2 pontos perdidos.

Nas classes que já haviam iniciado a competição, as atuais campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze não tiveram um bom dia. Elas chegaram em 10º, 7º e 6º e caíram da terceira para a quinta posição na classificação geral. As brasileiras somam 29 pontos perdidos contra 13 das líderes Charlotte Dobson e Saskia Tidey, da Grã-Bretanha.

Na 49er, Marco Grael e Gabriel Borges estão na 12ª colocação, com 29 pontos perdidos, após o 16º (descarte), 12º e 9º lugares nas regatas do dia. A liderança é dos britânicos Dylan Fletcher e Stuart Bithell, com 7 pontos perdidos. Na Finn, Jorge Zarif chegou em 15º e 9º e agora ocupa a 13ª posição, com 31 pontos perdidos. O turco Alican Kaynar é o líder, com 8 pontos perdidos.

Na RS:X feminina, Patricia Freitas ocupa a 10ª colocação, com 80 pontos perdidos, após chegar em 9º, 7º e 19º (descarte) nas regatas desta quarta-feira. A liderança é da britânica Emma Wilson, com 22 pontos perdidos.

A disputa da vela prossegue nesta quinta-feira no Japão. Entram na água as classes 470 feminina e masculina, Laser, Nacra 17, 49er, RS:X feminina e Finn.